Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2008

OceanAir suspende vôos internacionais

Imagem
Roberta Campassi

Três dias depois de a Varig anunciar o cancelamento de todos os seus vôos de longa distância ao exterior, a OceanAir informou que suspenderá, ao menos temporariamente, seus vôos para o México.

No mercado doméstico, a companhia fará mudanças na malha para melhorar a rentabilidade.

A OceanAir, de German Efromovich, vai transferir seus três aviões Boeing 767 e um 757 para a Avianca, companhia aérea colombiana do mesmo empresário. As aeronaves 767 estavam sendo usadas nos vôos entre São Paulo e Cidade do México, a única operação internacional da empresa. Já o 757 estava em uso no mercado doméstico.

Desde que começou a voar para o exterior, em agosto de 2007, a companhia aérea registra taxas de ocupação bastante baixas. No primeiro trimestre deste ano, uma média de 46% dos assentos foram ocupados nos vôos ao México, número que indica forte probabilidade de a empresa estar registrando prejuízos - embora uma parte dos custos possa ser compensada com o transporte de carga.

Os aume…

Embraer conclui montagem do primeiro jato Phenom 300

Imagem
SÃO PAULO - A Embraer informou ontem que concluiu no dia 12 de abril a montagem do primeiro jato Phenom 300 na Unidade Gavião Peixoto, no interior do Estado de São Paulo. A montagem final do segundo Phenom 300 já foi iniciada na mesma fábrica.

A apresentação do Phenom 300 ocorreu dez meses após a apresentação do Phenom 100, em junho de 2007. O primeiro corte de metal do Phenom 300 foi realizado no final de março de 2007. A instalação das asas e dos motores aconteceu em fevereiro de 2008 e a primeira partida elétrica, em março de 2008. O Phenom 300 transportará até nove ocupantes.

O jato será equipado com dois motores PW535E da Pratt & Whitney Canadá e seu alcance será de 1.800 milhas náuticas (3.334 km). O avião também é projetado para decolar em pistas curtas e é capaz de voar a 45.000 pés (13.716 metros) de altitude. Estas características permitirão aos clientes voar sem escalas de São Paulo (Brasil) a Manaus (Brasil) ou Santiago (Chile); de Buenos Aires (Argentina) a Salvador (Br…

Altímetro da economia

Imagem
Leandro Mazzini
Por enquanto, a economia vai muito bem. Nada menos que 280 aviões executivos vão entrar no mercado brasileiro este ano. Muitos empresários usam esse dado para mensurar a economia do país. O mais simples dos jatos não sai por menos de US$ 5 milhões. E nenhum proprietário gasta menos de R$ 50 mil para manter um desses jatos no chão. No chão.

Queda livre

Imagem
Leandro Mazzini

Causa preocupação no setor aéreo a formação dos controladores de vôo brasileiros. Só 3% deles passaram no exame de língua inglesa num teste da Anac, determinado pela Ical. A coluna conversou com dois pilotos de jatos. Dizem que isso não é tão preocupante quanto os aparelhos de monitoramento do Cindacta, o que resultou em duas CPIs do Congresso que não puderam - nem quiseram - investigar.

Aviação regional será prioridade, afirma Jobim

Imagem
Roberta Belyse

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, disse nesta sexta-feira (11/04), na abertura da primeira Feira ANAC de aviação Civil, em Brasília, que os debates sobre a aviação regional brasileira serão intensificados e o modelo adequado e definido. “Como podemos enfrentar, por exemplo, a aviação regional que deva servir a Amazônia? devemos dizer a população da Amazônia que deverá usar os rios para se deslocar?”, indagou Jobim, lembrando o grau de dificuldade que uma pessoa enfrenta ao sair, por exemplo, do Rio Branco (AC), até o município de Cruzeiro do Sul, oeste do estado, cerca de 710 quilômetros de Rio Branco, local de difícil acesso.

De acordo com Jobim, uma discussão nacional sobre o tema deverá ser aberta no intuito de atender a essas populações, como do Norte do País. “Não se pense que circular na Amazônia por água é algo simples. É simples nos filmes que nós do Sul e do Sudeste assistimos, onde vemos a Amazônia como um grande ambiente turístico, mas vão lá para ver que não…

O Tango da Embraer

Imagem
Por Adriana Nicacio e Gustavo Gantois

A presidente Cristina Kirchner vai trocar o Boeing 757 presidencial por um Lineage 1000, a versão executiva do Embraer 190. Na configuração escolhida por Cristina haverá 19 lugares, sala de reuniões e dormitório. Nas palavras da presidente, “tudo moderno, mas sem luxo”. O preço: US$ 42,9 milhões.

“O Brasil é estratégico”

Imagem
Vice-presidente executivo da British Airways para as Américas, o inglês Robin Hayes, 41 anos, esteve no Brasil para anunciar três novos vôos semanais do Rio de Janeiro para Londres. Em entrevista ao repórter Ricardo Osman, Hayes contou seus planos para o País.

A British Airways já tem sete vôos semanais que partem de São Paulo para Londres. Há demanda para outros três vôos, agora saindo do Rio de Janeiro?

Com o crescimento econômico, o Brasil tornou-se um mercado estratégico, um dos mais atraentes do mundo. Quem quiser ser forte precisa ter presença marcante no País.

Inclusive no Rio de Janeiro?

Grandes companhias do setor bancário e do ramo petrolífero, que tinham abandonado o Rio de Janeiro, começaram a retornar para a cidade. Detectamos uma oportunidade.

As evidentes deficiências do setor aéreo brasileiro não o preocupam?

É imprescindível investir na ampliação dos aeroportos e das pistas do Brasil. Sem esses investimentos, haverá uma limitação natural para o crescimento do setor. Já conv…

Empresa suspende rotas para a Europa e não informa a Anac

Imagem
A companhia aérea Gol anunciou sexta-feira a reestruturação das operações internacionais de sua subsidiária Varig, para adequar-se melhor às condições de mercado. Com isso, a partir de hoje, está suspensa a rota da Varig para Cidade do México. Além disso, a partir de amanhã serão suspensos os vôos para Madri e, em 9 de junho, serão encerradas as operações em Paris.

Segundo a Gol, esta decisão estratégica foi tomada com base em uma análise cuidadosa de fatores externos e atributos competitivos do serviço oferecido pela Varig que estão afetando negativamente a consolidação da empresa nos mercados em questão. "A idéia é aumentar a presença da Varig nos mercados doméstico e na América do Sul, concentrando esforços nos segmentos onde possui vantagens competitivas."

Com as alterações na malha internacional, a Varig continuará atendendo a América do Sul, com vôos diários para Bogotá, Buenos Aires, Caracas e Santiago. A companhia ressaltou ainda que manterá o quadro de funcionários da…

Fundação Ruben Berta pode retomar a Varig

Imagem
O presidente do Conselho de Curadores da Fundação Ruben Berta (FRB), Celso Cúri, disse sexta-feira que a empresa não terá dificuldades para reassumir o controle da Varig nos próximos meses. A fundação foi afastada do controle do grupo Varig em dezembro de 2005 e deverá reassumir o papel de controladora com o fim da recuperação judicial das empresas remanescentes, previsto para julho próximo.

Cúri rebateu a acusação feita pelo presidente da Federação Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil (Fentac), Celso Klafke, de que a fundação teria culpa no rombo de R$ 3 bilhões registrado no fundo de pensão dos trabalhadores da extinta Varig, o Aerus. "Eu entendo que a Fundação Ruben Berta não tem qualquer responsabilidade referente a esse assunto. A fundação é solidária com essa situação difícil que as pessoas vêm passando em relação ao Aerus", assegurou Celso Cúri.

Ele lembrou que a Varig colocou como garantia referente à dívida trabalhista que parte dos recursos provenientes da açã…

American Airlines tem 2.500 vôos cancelados

Imagem
A companhia aérea American Airlines já cancelou cerca de 2.500 vôos desde terça-feira. O motivo, segundo a empresa, é a necessidade de fazer uma revisão de toda a frota de aviões MD-80. Só ontem foram cancelados mais de 930 vôos.
A empresa admitiu que os cancelamentos devem prosseguir até amanhã. De acordo com o porta-voz da American Airlines, Tim Wagner, ontem pela manhã, a FAA (a entidade reguladora do transporte aéreo americano) tinha liberado 101 dos 300 aviões MD-80 da companhia, e 16 esperavam pela inspeção. Porém apenas 60 estavam prontos para voar.
As inspeções de segurança também já atingiram outras companhias aéreas nas últimas semanas, como a United, Southwest, Delta, Alaska Airlines e Midwest Airlines. As duas últimas, inclusive, cancelaram cerca de 30 vôos ontem. Estima-se que cerca de 250 mil passageiros da American Airlines foram prejudicados.
Segundo analistas, o problema pode estar apenas no começo. As últimas inspeções fazem parte da segunda fase de auditoria realiza…

Apertem os cintos

Imagem
Leandro Mazzini

Um avião da TAM quase parou na Baía de Guanabara ontem de manhã, no aeroporto do Galeão, vôo Rio-Brasília. O jato decolava quando o comandante freou bruscamente. Avisou pelo altofalante que houve pane no computador. Entre os passageiros, o ministro da Igualdade Racial, Edson Santos, que tem medo de voar.