Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2009

BNDES aprova financiamento para a Trip

Entrega das aeronaves aguardava aprovação do financiamentoÚltimo SegundoO Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou um financiamento de R$ 199,2 milhões para a Trip Linhas Aéreas adquirir quatro jatos da Embraer, modelo ERJ-145, com capacidade para 86 passageiros (*). O BNDES informou que o financiamento corresponde a 85% do investimento total para a aquisição das aeronaves.Os três primeiros aviões serão entregues em junho e o quarto, em novembro. O primeiro jato já está pronto e estacionado no hangar da Embraer desde o final de fevereiro aguardando a liberação do pagamento. O plano inicial da Trip, divulgado na época do anúncio da encomenda dos jatos regionais, em junho do ano passado, era iniciar o recebimento em fevereiro. Entretanto, com a crise mundial, a empresa não se movimentou para agilizar a liberação do empréstimo junto ao BNDES.“Realmente, o fato de o BNDES aprovar só agora não representou nenhum inconveniente para nós”, afirmou o presidente da c…

AIAB divulga balanço do setor aeroespacial brasileiro

Jony SantellanoSão José dos Campos-SPAs empresas brasileiras integrantes da Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil (AIAB) faturaram em 2008 um total de US$ 7,5 bilhões. O valor é cerca de 22% maior do que o total faturado em 2007. Os dados foram divulgados ontem (26/maio) pelo presidente da AIAB, o engenheiro aeronáutico Walter Bartels. Para o ano de 2009, a tendência apresentada pelas projeções da AIAB é de um crescimento do setor em torno de 15%, em conseqüência da crise financeira internacional. Ainda não é possível prever quanto tempo às conseqüências da crise causarão impacto negativo no setor.A AIAB é uma entidade de classe que reúne empresas nacionais do setor aeronáutico, espaço e defesa. Foi fundada em 18 de março de 1993 e está sediada na cidade de São José dos Campos, SP. Atualmente, a AIAB congrega 41 empresas, sendo 30 delas instaladas na cidade de São José dos Campos e região, como a AVIBRAS Aeroespacial S. A. e a EMBRAER. O Brasil possui hoje a maior indústri…

FAB diz ter alertado tráfego aéreo sobre área de instabilidade

Alex Rodrigues Repórter da Agência BrasilBrasília - Os pilotos do Airbus A-330 da empresa aérea TAM que, na noite da última segunda-feira (25), foi atingido por uma forte turbulência quando se preparava para pousar no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP), foram alertados sobre a presença de uma área de instabilidade meteorológica na região.Em nota divulgada hoje (28), a Força Aérea Brasileira (FAB) informa que, no dia do incidente, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) divulgou duas mensagens avisando a todo o tráfego aéreo sobre o mau tempo. A prática é comum e o Comando da Aeronáutica conta com 125 centros meteorológicos e uma equipe de 700 profissionais espalhados pelo país para fornecer informações sobre o clima para aviação.No segundo alerta divulgado no dia 25, válido para o período das 19h às 23h, o Decea comunicava sobre a ocorrência de trovoadas e a presença de nuvens cujo topo atingiriam 41 mil pés (12,5 quilômetros), movendo-se a uma velocidade…

Decisão do Supremo pode livrar Gol de assumir passivo da Varig

Luiza de Carvalho e Zínia Baeta, de Brasília e de São Paulo – Valor EconômicoApesar de não ter julgado a responsabilidade da Gol Linhas Aéreas pelas dívidas trabalhistas cobradas na Justiça por ex-trabalhadores da antiga Varig, adquirida pela companhia em 2007, a decisão tomada ontem pelo Supremo Tribunal Federal (STF) deverá, na prática, livrar a empresa aérea de responder por aproximadamente quatro mil processos trabalhistas. O Supremo definiu que cabe à 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, onde tramita o processo de recuperação judicial da antiga Varig, decidir se há ou não sucessão na venda de seus ativos à Gol. Os ministros também decidiram que é o juiz dessa vara o responsável pela habilitação dos créditos trabalhistas dos ex-funcionários da velha Varig no processo de recuperação judicial da empresa. Como a opinião do juiz Luiz Roberto Ayoub, titular da 1ª Vara Empresarial do Rio, já é conhecida no sentido de que não há sucessão no caso Varig/Gol, na prática o rumo dessas cobr…

Gol integra áreas com diretoria de segurança

Ana Paula Machado – Gazeta MercantilA Gol Linhas Aéreas criou uma diretoria de segurança operacional. Na prática, a companhia vai reunir em uma só área quatro gerências que hoje são ligadas diretamente à presidência da empresa:safety, security, fatores humanos e quality assurance.Segundo o Comandante Sérgio Quito, que será o responsável pela diretoria, a Gol se antecipa a uma lei que entrará em vigor a partir de dezembro de 2010, para que as empresas operem mais focadas na segurança de voo, se antecipando a possíveis problemas."Na verdade, saímos da forma reativa. Não esperamos acontecer algo para aprendermos com ele. Agora estamos na forma preditivas, vamos atuar na prevenção", explicou o comandante Quito. Além das áreas de safety (identificação e gestão de riscos operacionais) e security (prevenção contra atos ilícitos), a Gol se destaca pela criação das áreas de fatores humanos (gestão de pessoas direcionada à relação do homem com a máquina e o meio na operação aérea) e d…

Vara empresarial decide caso da Varig

Luiz Orlando Carneiro – Gazeta MercantilO Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou ontem, por oito votos a dois, o entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de que a competência para decidir sobre o pagamento dos créditos previstos no quadro geral de credores e no plano de recuperação judicial da Varig Linhas Aéreas é mesmo da Primeira Vara Empresarial do Rio de Janeiro, e não da Justiça do Trabalho. O voto condutor foi o do ministro Ricardo Lewandowski, relator de um recurso extraordinário ajuizado por uma exfuncionária da empresa contra decisão da Segunda Seção do STJ, de abril de 2007. Ao manter o acórdão do STJ, a maioria absoluta do STF deu relevo ao princípio da "universalidade do juiz falimentar", no sentido de que é preciso preservar, na sua integralidade, o sistema instituído pela Lei 11.101/05, que deu nova regulamentação à recuperação judicial, à extrajudicial e à falência do empresário e da sociedade empresária. A constitucionalidade dessa lei foi procla…

Aumento de voos no Santos Dumont é alvo de críticas

Pista não suporta o tráfego, diz sindicato; Anac negaDA SUCURSAL DO RIO – Folha de São PauloCriticada pelo governador do Rio, Sergio Cabral, a abertura do aeroporto Santos Dumont para voos além dos da ponte aérea sofre ataques do Sindicato Nacional dos Aeronautas.O diretor de segurança de voo, Carlos Camacho, diz que o local não tem condições de suportar a alta no tráfego desde o dia 21 de março e alerta para a falta de segurança na pista.Já a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e a Infraero negam o risco e dizem que o aeroporto cumpre a lei.A disputa é em razão da camada porosa de asfalto, que ajuda na drenagem e eleva o atrito com os pneus, facilitando a frenagem dos aviões. Segundo Camacho, no Santos Dumont essa camada dura cinco anos e está "vencida" desde 2008.Na última medição da Infraero, diz, o coeficiente de atrito da pista estava abaixo do limite. O aeroporto tem pista de 1.323 metros, considerada curta. A Anac e a Infraero negam.A Infraero diz que a vida útil…

Fechada rádio pirata suspeita de afetar voos

DA REPORTAGEM LOCAL – Folha de São PauloA Polícia Civil disse ter fechado ontem uma rádio pirata suspeita de interferir nas comunicações do aeroporto de Congonhas.Anteontem, de acordo com a Aeronáutica, dois aviões da TAM desviaram suas rotas para Campinas por interferência nas comunicações.Segundo o tenente-coronel Frederico José Moretti da Silveira, chefe do Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo, órgão da Aeronáutica, os pousos ficaram suspensos em Congonhas das 20h30 às 20h45 de anteontem. Cinco aviões ficaram dando voltas sobre a cidade até o restabelecimento das comunicações. Dois desses voos - o 3135, que chegava de Vitória (ES), e o 3764, de Londrina (PR) - optaram por pousar no aeroporto de Viracopos, em Campinas. Os demais esperaram a comunicação ser restabelecida para poderem pousar.A rádio fechada na tarde de ontem operava em Cidade Líder (zona leste). O estúdio funcionava numa casa distante 150 metros da antena de transmissão.

MPF faz nova denúncia contra pilotos do Legacy

O GloboSÃO PAULO. O Ministério Público Federal em Mato Grosso ofereceu ontem mais uma denúncia contra os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, que comandavam o jato Legacy que se chocou com um avião da Gol em setembro de 2006, matando 154 pessoas. Os procuradores pedem que eles sejam julgados por atentado contra a segurança do transporte aéreo na forma culposa (sem intenção), resultando em morte.A nova denúncia tem como base laudo do perito Roberto Peterka, que analisou o relatório sobre o acidente feito pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), de dezembro de 2008.Trata-se da segunda acusação contra os pilotos. Em maio de 2007, o MP já os denunciara por expor a perigo as aeronaves na forma culposa. O MP pede agora que esta nova acusação seja julgada junto com a primeira.O advogado Theodomiro Dias, que representa os pilotos, disse ontem à tarde que não vai comentar a nova denúncia porque ainda não foi comunicado oficialmente.

Obras no Santos Dumont levarão 20 meses ainda para serem

Sindicato de empresas Aéreas alerta que poderá haver cancelamento de voosDimmi Amora – O GloboO Aeroporto Santos Dumont precisará de pelo menos um ano e oito meses para ficar com sua área operacional completamente reformada. A informação foi repassada pela Infraero, que administra o terminal. Serão pelo menos 120 dias para a reforma das pistas e mais 16 meses para a conclusão das pistas de acesso e do pátio de manobras. As pistas que precisam ter sua camada porosa de asfalto trocada porque estão vencidas.Conforme O GLOBO mostrou ontem, esta camada está com o prazo de validade vencido desde dezembro de 2007. O nível de atrito com os pneus das aeronaves está abaixo do recomendado para pista molhada, segundo o Sindicato dos Aeronautas. Ele deve ser de 0,61, mas estaria em 0,48. A Infraero informa que a média da última medição foi de 0,58 e a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) diz que, em março, a medição foi de 0,87. A Infraero justificou ontem a contradição alegando que foram usad…

Perigo nas alturas

Imagem
Colisões de pássaros com aviões aumentam 31% entre 2007 e 2008 e se tornam uma das maiores ameaças à segurança dos voos no país. Este ano, até abril, já foram registrados 252 incidentes desse tipo



Ullisses Campbell

São Paulo — “Cuidado com os pássaros!” A placa com o alerta está fixada na cabeceira da pista do Aeroporto de Santarém (PA) para lembrar os pilotos de uma ameaça constante em vários terminais brasileiros. Aves de diferentes espécies rondam as pistas de pouso e decolagem, colocando em risco a segurança dos voos. No segundo maior terminal do Pará, a presença é dos urubus e dos quero-queros, que também marcam presença em sete aeroportos internacionais do país. Por isso, se tornaram uma das maiores preocupações do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), ligado ao Ministério da Aeronáutica.

Há motivos para tanto. O espetacular pouso do avião da US Airways no Rio Hudson, em Nova York, em janeiro passado, por exemplo, foi forçado por pássaros sugados pe…

Argentina compra 20 jatos da Embraer

Imagem
Janaína Figueiredo, correspondente

BUENOS AIRES. Depois de meses de negociações, o governo argentino anunciou a compra de 20 jatos Embraer 190 para renovar a frota da Aerolíneas Argentinas e da Austral. Embora ambas as companhias aéreas ainda estejam em processo de reestatização (o projeto já foi aprovado pelo Congresso, mas a Casa Rosada ainda não chegou a um acordo com o grupo espanhol Marsans), o governo decidiu avançar numa operação estimada em US$700 milhões, dos quais 85% serão financiados pelo BNDES.

Em plena campanha eleitoral (em junho será renovada a metade da Câmara e um terço do Senado), a presidente argentina mostrou-se eufórica pela assinatura do acordo com Embraer. A Aerolíneas não adquiria aviões novos desde sua privatização, na década de 90.

- Estamos recuperando uma parte de nossa dignidade nacional - declarou a presidente.

Problemas também fora do Santos Dumont

Imagem
Passageiros que usam aeroporto reclamam de estacionamento lotado e praça abandonada, com mendigos e lixo



Ronaldo Braga

O acréscimo de cem novos voos está causando problemas não só dentro do Aeroporto Santos Dumont — onde passageiros têm enfrentado esperas de mais de 50 minutos para embarcar —, como do lado de fora também. Quem tenta estacionar seu carro sofre para encontrar um lugar. Ontem, veículos de três cooperativas de táxis — Transcoopass, Cootramo e Santos Dumont — ocupavam quase que 100% das vagas em volta da Praça Senador Salgado Filho, em frente ao aeroporto. O motorista que procurasse o estacionamento da Central Park, prestadora de serviços da Infraero, que oferece 1.700 vagas, também enfrentava dificuldades.

— Demorei quase meia hora para entrar no estacionamento. O movimento aumentou muito e estacionar o carro virou um inferno — disse o analista de sistemas Evandro Castro, de 39 anos.

Segundo um supervisor da Central Park, o estacionamento ficou sobrecarregado por causa do aum…

ANAC cria Ranking Popular para passageiro avaliar a qualidade das companhias aéreas

Imagem
No Espaço do Passageiro, usuários poderão eleger as melhores empresas em pontualidade, atendimento, bagagem e outros itens



Brasília, 19 de maio de 2009 – A partir de hoje, o passageiro poderá eleger as companhias aéreas nacionais e estrangeiras que prestam os melhores – e os piores – serviços no Brasil. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) lança o Espaço do Passageiro, uma página na Internet onde o usuário dará notas às companhias com voos regulares em diferentes quesitos de qualidade de seus serviços. O objetivo da nova página é fazer com que os usuários possam ver a avaliação de outros passageiros sobre as companhias aéreas, de modo que essa informação o ajude a escolher a companhia aérea de sua próxima viagem.

O Espaço do Passageiro pode ser acessado através da página da ANAC na Internet ou diretamente pelo atalho www.anac.gov.br/passageiro. Onze quesitos estão disponíveis para avaliação e o passageiro pode dar suas notas em quantos desejar. São eles: Atendimento, subdividido e…

Oaci: aviação civil brasileira passa de 62,6% para 87,3% no cumprimento das normas internacionais

Imagem
Brasília, 21 de maio de 2009 – A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) teve aprovação de 84,0% dos quase 700 protocolos auditados pela missão da Organização de Aviação Civil Internacional (Oaci), que esteve no Brasil entre os dias 3 e 15 de maio. Os protocolos referentes à ANAC representam cerca de 70% dos cerca de mil procedimentos analisados pelos técnicos da Oaci, que também fizeram auditoria em dois órgãos da Aeronáutica que atuam na aviação civil brasileira – o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea) e o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa).
O balanço preliminar da auditoria realizada pela Oaci mostra que a aviação civil brasileira teve um aumento de 40% no índice de conformidade em relação às normas internacionais para o setor. Na última auditoria que havia sido realizada pela Oaci no Brasil, em 2000, o país havia atendido às exigências internacionais em 62,6% dos protocolos. A nova auditoria, ainda em sua versão preliminar, aponta uma…

Mais tempo em terra que no ar

Filas por causa dos novos voos aumentam espera para embarque no Santos DumontDimmi Amora – O GloboCom cerca de cem novos voos desde a liberação de rotas fora da ponte aérea RioSão Paulo, o Aeroporto Santos Dumont começa a apresentar problemas. As manhãs de segundafeira têm sido um tormento para quem vai embarcar. Há filas de mais de cem metros para a passagem pelo aparelho de raios X, e passageiros contam ter ficado mais de 50 minutos esperando para embarcar. O aumento do número de voos também voltou a incomodar vizinhos do aeroporto, por causa do barulho dos aviões.— Eu tenho evitado vir para cá nas segundas-feiras. Na última vez, fiquei 40 minutos na fila e perdi o voo para São Paulo — disse Juliano Souza, funcionário de uma empresa de tecnologia da informação, que estava embarcando para a capital paulista na manhã de quarta-feira passada.A advogada Liliane Guimarães usa quase todos os dias o Santos Dumont. Ontem, ela ficou 25 minutos na fila para embarcar. Segundo Liliane, também h…

Anac proíbe pousos e decolagens no aeroporto de Feira de Santana

Redação CORREIO DA BAHIAPousos e decolagens estão proibidos no aeroporto de Feira de Santana até 7 de novembro de 2009. A determinação foi tomada pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) depois de uma vistoria realizada no aeroporto que constatou que o local não tem segurança adequada para o funcionamento.Foram apontados problemas como falta sinalização, qualidade ruim do asfalto, presença de entulho na pista e a biruta, instrumento que indica a condição do vento, não está funcionando. Ainda segundo a Anac, o aeroporto não possui plano de emergência e existem alguns árvores de grande porte nas proximidades da pista.A assessoria da Anac explicou que a interdição foi determinada no dia 8 de maio e o Governo do Estado, que administra o aeroporto, tem 180 dias para apresentar um plano de ações para corrigir todos os problemas. Caso contrário, o aeroporto continuará interditado Ainda segundo a Anac, o Governo deve dizer quais ações pretende tomar, como vai colocá-las em prática e quan…

Fluxo de passageiros transportados aumenta

Zero HoraAs companhias aéreas brasileiras tiveram crescimento de 7,3% no fluxo de passageiros transportados no país em abril, em relação a igual período do ano passado. A oferta de assentos se expandiu 11,7% na mesma base de comparação. Os dados foram divulgados ontem pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Estudo propõe dividir e privatizar a Infraero

Encomendado pela Anac, trabalho sugere marco setorialCristiano Romero e Daniel Rittner, de Brasília - ValorEstudo encomendado pela Agência Nacional da Aviação Civil (anac) propõe a cisão da Infraero em várias empresas, a abertura de capital das novas subsidiárias e, numa etapa seguinte, a privatização.O modelo se inspira na venda do Sistema Telebrás, realizada em 1998. Os autores do estudo sugerem que, antes da privatização, o governo estabeleça um novo marco regulatório para o setor, autorize a construção de novos aeroportos e crie condições para que haja competição no setor. Além disso, propõem uma inovação: a realização de leilões de "slots" (as faixas de horários para pousos e decolagens de aviões) nos aeroportos congestionados, como Congonhas, destinando os recursos levantados com isso para expandir a capacidade aeroportuária.Intitulado "Regulação e Concorrência no Setor de Aeroportos", o documento, antecipado ao Valor por um assessor graduado do governo, foi …

Congonhas: multa de R$ 10 mi

Prefeitura autua a Infraero por falta de EIA-RimaVitor Sorano – O Estado de SPA gestão Kassab (DEM) manteve multa de R$ 10 milhões à Infraero por funcionamento, sem licença ambiental, do Aeroporto de Congonhas. Os argumentos contrários apresentados pela estatal em defesa e recurso não foram aceitos. A empresa argumenta que todos os esforços estão sendo feitos para obter a autorização.A Infraero tem cinco dias para recolher o valor da multa (atualizado) sob pena de ser incluída na dívida ativa do Município e ser cobrada judicialmente. Não há mais possibilidade de recurso administrativo, diz despacho de ontem no Diário Oficial da Cidade.A exigência de licenciamento pode levar a adaptações no aeroporto que minimizem o impacto ao ambiente, segundo Pedro Py, membro da Câmara Técnica de Legislação Urbanística da Prefeitura."Pensa-se no barulho, na radiação emitida, na aglomeração de pessoas. A licença é mais que necessária."A multa havia sido aplicada em 2008. Segundo a Secretaria…

Protetores de voos a 350 km/h

Falcões e gaviões estão sendo treinados para impedir que aves entrem na turbina de aviõesZero HoraConsiderado um dos animais mais rápidos do mundo ao atingir a velocidade de 350 km/h, o falcãoperegrino lidera uma patrulha que tem como missão manter o espaço aéreo do Aeroporto Internacional Salgado Filho exclusivo para aviões. É o segundo aeroporto do país, depois do da Pampulha, em Belo Horizonte, a usar falcões e gaviões para inibir a presença de aves capazes de atrapalharem os voos.A equipe é composta por três falcões-peregrinos, cinco falcões-de-coleira e três gaviões-asa-de-telha. Os animais estão sendo treinados desde janeiro e devem começar a atuar no mês que vem, explica o falcoeiro e biólogo Gustavo Trainini.Cada falcão ou gavião voará individualmente, sob o comando de um adestrador. Os voos, guiados por técnicos da empresa contratada a um custo anual de R$ 200 mil, serão realizados por oito horas diárias, no intervalo dos voos.

Nova malha ajuda resultado da Ocean Air

César Felício, de Belo Horizonte – Valor A expansão da oferta de voos da Ocean Air, do grupo Synergy, que também controla a colombiana Avianca, diminuiu o impacto da queda de movimento de passageiros desde o início da crise econômica global. Segundo o diretor-executivo da empresa, Renato Pascowitch, no primeiro trimestre deste ano houve um recuo de 3% no número de bilhetes vendidos no mercado doméstico, em relação a igual período do ano passado. O resultado tenderia a ser pior, não fosse a reestruturação da malha que elevou de 150 mil para 250 mil a oferta de assentos."Com essa expansão, conseguimos ser mais competitivos no mercado corporativo, já que passamos a atuar em horários mais procurados para voos, o que diminuiu o impacto que a crise econômica poderia provocar", afirmou.A empresa atingirá 90 voos diários a partir desta semana. Estava no início deste mês com 74. A maior expansão será no aeroporto Santos Dumont, no Rio, com oito novos voos. Com isso, o aeroporto na re…

Mídia a bordo da aeronave envolve até tripulação

Com sorteios e brindes, cresce o número de anunciantes em busca da atenção dos passageirosDaniele Madureira e Roberta Campassi, de São Paulo – Valor Logo após o serviço de bordo, enquanto se ajeita nas poltronas da ponte aérea Rio-São Paulo da Gol, o passageiro é surpreendido por uma propaganda a 38 mil pés de altitude: "Senhoras e senhores, a Dell computadores gostaria de lhes desejar um ótimo voo. Para isso, preparou ofertas exclusivas para você, cliente Gol: o recém-lançado Inspiron Mini, o netbook de nove polegadas que já vem com modem 3G integrado e pesa cerca de um quilo, e o Adamo, o notebook 'ultra slim', o mais fino do mercado! Confira hoje mesmo estas e outras ofertas exclusivamente no site www.dell.com.br/gol e tenha uma excelente viagem!"O texto acima, que a Gol garante durar só 30 segundos, tem sido repetido pelos comissários em dez voos diários da companhia na ponte Rio-São Paulo, desde 15 de abril, até o próximo dia 17. Antes da propaganda no alto fala…