Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2013

Aéreas pedem rotas flexíveis durante a Copa

Empresas querem autorização para mudar voos, dando prioridade às cidades-sede do mundial, sem correr o risco de serem multadas


MARINA GAZZONI - O Estado de S.Paulo 

As companhias aéreas pediram que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) flexibilize as regras de alteração de malha aérea durante o período da Copa do Mundo. O argumento das empresas, apresentado na quarta-feira, é de que a demanda por passagens aéreas será alterada durante a época dos jogos e exigirá ajustes de última hora para transportar as torcidas.

As empresas querem poder cancelar voos que não terão demanda durante a Copa do Mundo sem ser penalizadas e ganhar agilidade para criar voos extras. Hoje, as regras da Anac punem empresas com alto índice de cancelamentos de voos, por exemplo, com perda de slots (horários de pouso ou decolagem) em aeroportos concorridos, como Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

"Hoje, as empresas levam 90 dias para trocar o horário de um voo", explicou o …

Governo vai vigiar preços na Copa

Segundo Gleisi, malha aérea pode ser ampliada durante Mundial para elevar concorrência

Luiza Damé - O Globo


BRASÍLIA- A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse ontem que o governo vai trabalhar para que os preços dos serviços durante a Copa do Mundo sejam justos, equilibrados e bons. Segundo a ministra, que comandou ontem a primeira reunião do Comitê de Acompanhamento de Preços, Tarifas e Qualidade de Serviços para a Copa do Mundo, uma das alternativas analisadas pelo governo é a ampliação da malha aérea nacional para aumentar a oferta de voos domésticos no período da competição.

— Isso está sendo analisado e conversado. A Secretaria de Aviação Civil está coordenando isso junto com a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) em um trabalho para preparar nossos aeroportos e considerar como vai ser dada a resposta à demanda que vamos ter por movimentação — afirmou.

Gleisi disse que o governo está monitorando os preços desde antes da Copa das Confederações, realizada em junho, e vem…

Infraero continuará nas concessões, avisa Gleisi

Ministra rebate avaliação feita por Moreira Franco

Geralda Doca - O Globo


BRASÍLIA - A ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, afirmou ontem que o governo não pretende rever o modelo de concessão dos aeroportos, que mantém a Infraero no negócio, com 49% de participação. Segundo ela, a medida tem como objetivo assegurar "sustentabilidade" à estatal, que precisa de recursos para administrar cerca de 30 aeroportos que não são lucrativos, mas importantes para a movimentação de passageiros e cargas. A fala vai na contramão da posição do ministro da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Moreira Franco, que anteontem afirmou que a exigência da fatia da estatal nas concessões representa um "sacrifício" para o país e um "peso" para o Tesouro.

— Esse é um modelo que nós estruturamos para que haja sustentabilidade da Infraero. É o modelo apresentado para os cinco aeroportos, os três já concedidos (Brasília, Viracopos e GuaruIhos) e os dois que estamos concedendo (Galeã…

Operário morre após acidente nas obras do aeroporto de Campinas (SP); é a segunda morte em um ano

Do UOL, em São Paulo

Um acidente nas obras de ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), deixou um operário ferido e outro morto na tarde desta quinta-feira (24).

Os funcionários da empresa Tormel Engenharia, especializada em instalações elétricas, contratada pelo CCV (Consórcio Construtor Viracopos), trabalhavam no pátio de estacionamento de ônibus e caíram de uma plataforma. Os dois foram socorridos com vida pelas equipes médicas da obra e do aeroporto e levados para hospitais da região.

Um empregado não resistiu aos ferimentos e morreu. O outro continua internado, mas não corre risco de morte. Em nota, o aeroporto e o CCV lamentaram o ocorrido e informaram que estão prestando todo o apoio às suas famílias.

Os motivos do acidente estão sendo apurados pelos órgãos competentes. Mas, de acordo a assessoria de imprensa do aeroporto, "o consórcio segue todas as normas regulatórias de segurança e saúde do trabalho, bem como exige que seus subcontratados cumpram …

Acidente de avião na Bélgica mata mais de 10 pessoas

Voz da Rússia

Um avião ligeiro, que estava transportando paraquedistas e um piloto, caiu este sábado na Bélgica, informou a mídia. De acordo com os dados preliminares, não há sobreviventes.

"O avião com 10 paraquedistas se deslocou do aeródromo de Tamlu, passados 10 minutos, o veículo caiu em um campo. Infelizmente, todas as pessoas que seguiam a bordo morreram. O número total de vítimas pode variar de 10 a 11 pessoas", disse o chefe do município de Fernelmont, Jean-Claude Nihoul.


Aviões vão pegar mais turbulência

SuperInteressante

Os aviões vão enfrentar de 40% a 170% mais turbulência durante voos intercontinentais nas próximas décadas. A conclusão é de um estudo da Universidade de East Anglia (Reino Unido), que levou em conta os níveis de CO² esperados para este século caso a humanidade mantenha o ritmo atual de emissões.

A turbulência vai piorar porque o CO² aquece a atmosfera, e isso agita as correntes de ar em grandes altitudes, gerando zonas de instabilidade. A região mais afetada será o Atlântico Norte, entre os EUA e a Europa.


Avianca recua e reduz em até 80% o preço das passagens para a Copa

Ricardo Gallo - Folha de SP

Boa notícia para os passageiros: a Avianca reduziu ontem em até 80% o preço das passagens para o período da Copa do Mundo.

O preço da ponte aérea ida-e-volta entre os aeroportos de Santos Dumont (Rio) e Congonhas (São Paulo) para ver o jogo de abertura do torneio era de R$ 1.893. À noite, caiu 70%, para R$ 563 ida-e-volta. A partida inaugural da Copa será em 12 de junho, quinta-feira.

Os valores valem para ida na quarta, 11 de junho, e volta na sexta, 13 de junho.

FINAL

Para a final da Copa, em 13 de julho, um domingo, os preços também caíram. Até ontem à tarde, ir ao Rio e voltar para Congonhas custava R$ 2.923, com taxas. À noite, veio o corte: também R$ 563, com taxas, redução de 80%.

A medida se dá no mesmo dia em que reportagem da Folha revelou que, a oito meses da Copa, as companhias aéreas brasileiras já haviam aumentado o preço das passagens.

As empresas argumentam que obedecem à lei da oferta e da demanda e que, à medida que os assentos rareiam, os tíquet…

Embratur pede teto para preço de passagem aérea na Copa do Mundo

RICARDO GALLO
DE SÃO PAULO - FOLHA DE SP

O presidente da Embratur, Flávio Dino, propôs criar um teto para o preço das passagens aéreas durante o período da Copa do Mundo.

Dino disse que levará a proposta ao ministro da Aviação Civil, Moreira Franco.

Ontem, a Folha revelou que as passagens para cidades da Copa estão até dez vezes mais caras. "Preços altos comprometem o esforço de preparação do governo", disse.

Já Moreira Franco afirma que o governo não pode impor teto -- desde 2001 vigora o regime de liberdade tarifária, pelo qual cada empresa é livre para definir sua tarifa.

O que o governo pode fazer, diz, é pedir às companhias que adotem preço "razoável". O assunto será tema de reunião dia 22.

A Abear (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) diz que, graças à liberdade tarifária, o valor das passagens caiu e mais brasileiros puderam viajar de avião. Se analisada ao longo dos anos, a política é vantajosa ao consumidor, diz a Abear.

"Essa trajetória deixa nítidos o…

TAM promete evitar demissão

Correio Braziliense

O presidente da TAM, Marco Antonio Bologna, em reunião com o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, informou que as demissões na empresa estão encerradas e que não haverá novos cortes de pessoal neste ano e em 2014. 

Para demonstrar determinação em cumprir a palavra, o executivo apresentou um plano de investimentos nos próximos seis anos, de US$ 12 bilhões para a compra de 200 aviões. 
"É importante saber que a empresa está se recuperando e os empregos serão garantidos. Isso é bom para o setor. Os ajustes que tinham de ser feitos nos quadros operacional e de pessoal estão concluídos", declarou o executivo, acrescentando que a TAM trabalha, agora, "com a expectativa de estabilidade no próximo ano, sem novas demissões". 
Nos últimos dois meses, 780 funcionários foram dispensados, em meio à redução de voos no Brasil para conter os custos. Deles, 56% optaram por programas de demissão voluntária.

Embraer planeja crescer na área de serviços e suporte

Virgínia Silveira | Valor, de São José dos Campos 

A Embraer está aumentando a participação da área de serviços e suporte ao cliente da aviação comercial na receita total da companhia. Em 2012 o setor respondeu por cerca de 12% da receita de US$ 6 bilhões da companhia.

Em 2013, a empresa anunciou dois importantes acordos para o Programa Pool de Peças de Reposição com a Republic Airways e a Azul Linhas Aéreas. Os dois acordos estão avaliados em US$ 650 milhões. No caso da Republic o acordo cobre até 308 jatos das famílias de E-Jets e também do ERJ-145. Com a Azul, a Embraer dará cobertura a uma frota de 97 jatos nos próximos anos.

De acordo com a Embraer, 54,1% da frota mundial de E-Jets da Embraer, que hoje somam um mil aviões, participa do programa, que ajuda os clientes a minimizarem investimentos em recursos e estoques de alto custo.

A área de suporte e serviços oferece apoio técnico e peças de reposição para mais de dois mil aviões, de mais de 100 clientes, entre os modelos turboél…

Obras em aeroportos: licitação em dezembro

No Rio, os dois primeiros regionais serão os de Resende e Angra dos Reis 

Geralda Doca - O Globo

BRASÍLIA - O governo vai, em dezembro e janeiro, licitar as obras dos primeiros 48 aeroportos de pequeno e médio portes dos 270 incluídos no pacote anunciado pela presidente Dilma Rousseff, em dezembro do ano passado, para estimular a aviação regional no país. Dois estão no Rio (Resende e Angra dos Reis). O aeroporto de Campos não está na lista dos escolhidos nesta primeira etapa, mas vai se beneficiar do programa. O primeiro passo será dado hoje, quando o governo federal vai transferir a gestão, da Infraero à prefeitura do município. Esta fará então a concessão do terminal ao setor privado.

— Esse é um pleito antigo da prefeitura que a presidente Dilma achou por bem atender, com objetivo de nos mobilizarmos para garantir um aeroporto de qualidade, que sirva não só aos moradores de Campos, mas atenda às atividades de petróleo e gás na região — disse ao GLOBO o ministro da Secretaria de Aviaçã…

Mulher morre durante voo em Mato Grosso

Jorge Estevão
Do UOL, em Cuiabá

Uma mulher morreu durante um voo da Trip entre Alta Floresta (800 km da Cuiabá) e a capital de Mato Grosso, na tarde de quarta-feira (9). O avião levantou voo às15h (horário de Brasília). Ana Paula Costa, 35, passou mal 15 minutos depois da decolagem, o que obrigou ao piloto retornar para o aeroporto.

O Corpo de Bombeiros foi avisado pela torre de controle e deslocou uma equipe para receber Ana Paula.

Ela chegou a ser socorrida ao Hospital Regional de Alta Floresta, mas ao chegar à unidade de atendimento de emergência foi constada a morte. Uma parada cardíaca foi o motivo, segundo o boletim médico, da morte de Ana Paula. O corpo foi levado para Barra do Garças (MT), onde moram seus familiares.

Segundo familiares, Ana Paula estava acompanhada da mãe, do marido e do filho. Seu destino era Goiânia (GO), onde faria um tratamento de saúde. De acordo com o apurado junto aos parentes, ela havia feito exame e foi constatado um tumor no útero e se queixava muito das …

Passageiro que tomou lugar de piloto conta como foi pouso

BBC Brasil

Um passageiro de um pequeno avião na Grã-Bretanha, que foi obrigado a assumir o controle da aeronave quando o piloto desmaiou, descreveu à BBC como conseguiu pousar o Cessna sem ter experiência de voo.

John Wildey disse que não "fazia ideia" de como fazer um pouso de emergência e teve que ser ajudado pelos controladores de voo do aeroporto de Humberside, região central da Grã-Bretanha.

"Pensei que não iria conseguir", afirmou Wildey durante a entrevista.

Ele afirmou que fez o pedido de socorro e os controladores de voo responderam.

"Falei que não tinha experiência de voo, meu piloto não estava bem, não podia controlar a aeronave, e eu pensei que estava indo para (o aeroporto) Sandtoft", disse.

De acordo com Wildey, os controladores disseram que tentariam ajudá-lo a pousar o Cessna 172.

"Ele (o controlador de voo) perguntou: 'você consegue circular (em volta de) Sandtoft' Eu disse: vou tentar fazer o melhor possível", afirmou.

Wildey c…

MPF no Pará processa Anac por aumento de acidentes aéreos

Do UOL, em Maceió

O MPF (Ministério Público Federal) no Pará informou nesta quinta-feira (10) que ingressou com uma ação civil pública contra a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), acusando-a de contribuir pelo aumento no número de acidentes aéreos no Estado nos últimos anos.

Segundo a ação, os dados do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos) mostram o número de acidentes aeronáuticos no Brasil tem crescido desde 2006. "Coincidência ou não, foi a partir desse ano que a Anac começou a operar", diz a ação.

Para os procuradores do MPF, o aumento tem relação direta com a falta de fiscalização dos serviços da aviação civil.

Segundo os dados do Seripa 1 (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), boa parte dos acidentes na região a qual o Pará está inserido ocorre com serviço de táxi aéreo: foram 34 dos 95 casos.

Neste ano, pelo menos quatro pessoas morreram em dois acidentes aéreos com aviões locados em Belém. O primeiro…

Brasil é reeleito para o Conselho da Organização da Aviação Civil Internacional

Ministério da Defesa

O Brasil foi reeleito membro do Conselho da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) em votação realizada durante a 38ª Sessão da Assembleia da OACI, reunião que segue até a próxima sexta-feira (04/10), em Montreal, no Canadá. Com o resultado, o país garante mais três anos no Grupo I, principal divisão do Conselho, formada por 11 dos 191 países-membros.

Entre os países do primeiro grupo, divisão que reúne nações de importância sistêmica (chief importance) ao transporte aéreo, o Brasil recebeu 160 dos 173 votos possíveis, ou seja, 92,5% de aprovação, índice que o classifica como mais bem votado da categoria. Os demais países a compor o grupo são Austrália, Canadá, China, França, Alemanha, Itália, Japão, Rússia, Reino Unido e Estados Unidos.

“A maior relevância desse resultado está no reconhecimento internacional do trabalho que tem desenvolvido o Brasil no transporte aéreo”, destaca o Major-Brigadeiro Normando Araújo de Medeiros, consultor da Comissão de Es…

Especialistas cobram infraestrutura para aviação

Jornal do Senado

Especialistas ligados a empresas e instituições públicas destacaram ontem, na Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI), a importância do investimento para o crescimento da aviação regional.

Lançado pela presidente Dilma Rousseff em dezembro de 2012, o Programa de Investimentos em Logística: Aeroportos prevê a aplicação de R$ 7,3 bilhões para fortalecimento e ampliação da aviação regional. Na primeira fase, serão beneficiados 270 aeroportos regionais.

Para Victor Celestino, diretor da Azul, não é só a falta de infraestrutura aeroportuária que dificulta a ampliação dos serviços: a limitação da infraestrutura rodoviária, a inexistência de transporte ferroviário e o custo da utilização do automóvel encarecem as viagens dos passageiros e restringem a demanda.

Celestino destacou que todos os 105 aeroportos nos quais a Azul opera -necessitam de investimento, seja para aumento da capacidade, seja por questões regulatórias.

Wagner William de Souza Moraes, superintendente da …

Anac divulga edital para Galeão e Confins

Correio do Brasil
Por Redação, com Reuters - de São Paulo

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou e publicou o edital do leilão de concessão dos aeroportos de Galeão (RJ) e Confins (MG), que exigirá lances mínimos que totalizam quase R$ 6 bilhões. De acordo com o edital, o aeroporto de Galeão exigirá um lance mínimo de R$ 4,828 bilhões, e Confins de R$ 1,096 bilhão.

O leilão está marcado para 22 de novembro, na BM&FBovespa, e estima-se investimentos de R$ 5,7 bilhões no aeroporto Fluminense e R$ 3,5 bilhões no mineiro.

Segundo a Anac, Galeão e Confins representam juntos a movimentação de 14% dos passageiros e 10 % da carga no país.

O leilão dos dois aeroportos representa o segundo movimento desse tipo no setor aéreo, após a licitação dos terminais de Guarulhos (SP), Viracopos (SP) e Brasília (DF), em fevereiro de 2012, quando o governo arrecadou R$ 24,5 bilhões com as concessões.

Pelo edital publicado nesta sexta-feira, poderão disputar o leilão de Galeão consórcios de empre…

Imagens mostram queda de helicóptero na Grande SP

SBT | UOL

Imagens do circuito de segurança de um restaurante mostram o momento que um helicóptero cai em São Caetano do Sul, na Grande São Paulo, nesta sexta-feira (4). Três tripulantes e uma pedestre ficaram feridos.




-->

Galeão e Confins terão transição para setor privado em plena Copa

DENISE LUNA - FOLHA DE SP
DO RIO

O período de transição da administração pública para privada do Aeroporto Internacional do Galeão-Tom Jobim, no Rio de Janeiro, e de Confins, em Belo Horizonte ocorrerá em plena Copa do Mundo 2014, informou nesta sexta-feira (4) o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco.

O leilão dos dois aeroportos foi marcado para o dia 22 de novembro, com previsão de assinatura do contrato em 17 de março. Após essa data, a Infraero continuará administrando o aeroporto acompanhando da nova concessionária por 120 dias. Depois desse período, a concessionária será responsável pela administração ainda em parceria com a Infraero por três meses, renováveis por mais três meses.

Segundo o ministro, o fato da Copa acontecer em um momento de transição não terá impacto para o passageiro.

"O nosso problema não está no período dos grandes eventos, todo esse esforço que estamos fazendo tem por objetivo melhorar o sistema", disse Franco.

"Nesse sentido, não…

Desastre aéreo na Nigéria

AFP

Um avião nigeriano caiu nesta quinta-feira pouco depois da decolagem em Lagos. Pelo menos oito pessoas morreram.