Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Cabral defende privatização do Galeão

Ricardo Rego Monteiro e Mahomed Saigg - Brasil Econômico
O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, quer aproveitar a posse do novo governo federal para resgatar proposta de privatização do aeroporto internacional Tom Jobim, o Galeão. Ele avalia que só com a concessão à iniciativa privada será possível investir a tempo de preparar o terminal para 2013, quando está prevista a Copa das Confederações.

Ontem, o governador participou da reunião promovida pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), no Rio, para discutir os investimentos para os Jogos Olímpicos de 2016. Depois do encontro, além de classificar o aeroporto como a principal “pedra no sapato” para o sucesso do evento, lembrou que o terminal não atende a demanda projetada. “O aeroporto está muito longe do ideal para a dimensão que o Rio está reconquistando e a que terá nos próximos anos, com o calendário de eventos e como número de hotéis que estão vindo com os investimentos e negócios”, disse. Com as críticas feitas recentemen…

Um aeroporto pela metade

Confins registra atrasos em quase 50% dos voos no terceiro dia de transtornos. Mau tempo interrompeu pousos e decolagens. No país, 19% das viagens ocorreram fora do horário

Estado de Minas

O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, viveu ontem o terceiro dia consecutivo de caos em função das chuvas. Ate as 19h, 48 (46,2%) do total de 104 voos domésticos programados tiveram atrasos de mais de 30 minutos, segundo informações da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). A capital teve o maior número de voos com atraso no país e superou até mesmo o aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, que teve 35 voos atrasados (19,3% do total) até as 19h de ontem.

Dos 2.109 voos domésticos programados em todo o país até às 19h, 16% (337) registraram atrasos superiores a 30 minutos, segundo informou a Infraero. O aeroporto de Confins operou por instrumentos para pouso e decolagem das 9h22 às 10h27, Às 13h59, os pousos foram suspensos…

Altos voos

Com mercado aquecido, aumenta a procura por profissionais de ciências aeronáuticas
Zero Hora As filas intermináveis nos saguões dos aeroportos já dão a dimensão de que trabalho não falta para quem gosta da área da aviação civil. Com a economia aquecida, as pessoas tendem a viajar mais – a trabalho ou a lazer – e, com isso, aumenta a demanda por profissionais para manter toda a malha aeronáutica funcionando. Para Edson Gaspar, coordenador de aviação civil da Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo, o setor já vive um momento de franca ascensão, o que tende a crescer com os Jogos Olímpicos de 2016 e a Copa do Mundo de 2014.
Os profissionais envolvidos nessa máquina trabalham em funções que vão desde planejamento do tráfego aéreo, segurança de voo e administração aeroportuária até a tão cobiçada pilotagem. A maioria dos alunos que procuram o curso, diz Gaspar, quer ser piloto:
– Pilotagem é a opção mais procurada, mas não é a única.
Para ser piloto, a Agência Nacional de Aviação Civil (A…

Aeroportos brasileiros têm movimento recorde

De janeiro a novembro, 61,2 milhões de passageiros viajaram pelo Brasil

Zero Hora

Às vésperas de um dos feriados mais movimentados nos aeroportos,as estatísticas sobre embarques e desembarques aéreos Brasil confirmam novo recorde na série iniciada em 1993. De janeiro a novembro, 61,2 milhões de passageiros passaram por aeroportos brasileiros em voos domésticos.

Embalado pelo aumento da renda e da facilidade de pagamento, alémdo avanço do classe C, que se torna um mercado consumidor em expansão, ocrescimento na movimentação chegou a 9,29%, na comparação com igual período de 2009. Em todo o ano passado, houve 56 milhões de embarques edesembarques, conforme dados da Infraero, estatal que administra aeroportosno país. Considerando apenas novembro, a Infraero contabilizou 5,8 milhões de desembarques, alta de 13% ante igual mês do ano passado.

– Podemos terminar 2010 com mais de 66 milhões de desembarquesdomésticos – estima o diretor de Estudos e Pesquisas do Ministério doTurismo, José Francisc…

Caos no estacionamento

Funcionários sofrem com falta de vagas e transporte público

Da Redação

Paciência. Esta é a palavra de ordem para os funcionários do Aeroporto Internacional de Brasília Juscelino Kubitscheck que vão de carropara o trabalho. Segundo eles, o estacionamento privativo é muito caro e opúblico, além de nunca ter vaga, é longe e não possui segurança. Também enfrentam problemas aqueles que precisam de ônibus. Funcionários afirmam que só há transporte para outras cidades do DF, de manhã ou no fim da tarde.

A engenheira da Gol Linhas Aéreas Sheyla Vilela sempre passa porproblemas quando chega ao aeroporto. Ela mora em Taguatinga e conta que sempre vai de carro ao trabalho, e, por isso, já passou mais de 45 minutos a procura de uma vaga. "Isso aqui está um caos".

Sheyla explica que além de demorar para encontrar vaga, osestacionamentos não possuem segurança. Ela conta que sempre há casos de roubos. A engenheira diz que não para o carro no estacionamento pagodo aeroporto, pois é muito caro. …

Pamonha quente faz avião voltar a aeroporto

Caixa com alimento foi deixada perto do sensor de temperatura, que emitiu sinal de superaquecimento; aeronave sobrevoou Ribeirão por meia hora

Nataly Costa - O Estado de S.Paulo


Uma caixa de pamonha atrapalhou anteontem o voo 5722 da Webjet, que fazia a rota Ribeirão Preto-Curitiba. Por volta das 12 horas, o comandante recebeu um aviso automático de que a temperatura da aeronave estava acima do normal. Por segurança, decidiu retornar ao Aeroporto Leite Lopes, em Ribeirão, após 20 minutos de voo. Já em solo, foi descoberto o problema: uma caixa de pamonha despachada por um passageiro foi colocada perto do sensor de temperatura, que emitiu um sinal de falso superaquecimento no bagageiro da aeronave.

Segundo a Assessoria de Imprensa da Webjet, a bagagem com a pamonha foi acidentalmente colocada perto do sensor e retirada do avião imediatamente após a inspeção técnica em Ribeirão. O avião teve de sobrevoar a cidade por cerca de meia hora para queimar combustível - procedimento padrão em caso…

Parentes de vítimas de acidente da TAM reagem a Lula

Presidente de associação de familiares diz que governo tem, sim, responsabilidade e cobra apuração mais rápida

Adauri Antunes Barbosa - O Globo


SÃO PAULO. O presidente da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo JJ-3054 da TAM, Dário Scott, reagiu ontem às declarações do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e afirmou que há, sim, responsabilidade do governo federal no acidente com o Airbus A 320. Em julho de 2007, morreram 199 pessoas no acidente, entre elas Thaís, filha de Dário:

- Para mim, como pai de uma das vítimas do acidente, existe, sim, responsabilidade do governo federal. Lula, no papel de chefe do nosso Executivo, foi o responsável pelas indicações das pessoas que ocuparam cargos na Anac e na Infraero, entidades já responsabilizadas pelo acidente.

Na segunda-feira Lula afirmou que "a mágoa mais profunda" que teve, durante seus oito anos de governo, foi no caso do acidente com o avião da TAM porque o governo, na visão dele, foi responsabilizado:

- Nós fomos…

América Latina precisa de 28 mil pilotos

Iata considera demanda doméstica em expansão e aumento da frota de aviões nos próximos 20 anos

Até 2020, segundo a Iata, as companhias aéreas no mundo vão precisar comprar 12 mil novos aviões, sendo 5.500 necessários para atender novos passageiros


Assis Moreira | De Genebra - Valor


A Associação Internacional do Transporte Aéreo (Iata) informa que a América Latina precisará formar 28 mil pilotos de avião nos próximos 20 anos para evitar falta de pessoal, já que o número de passageiros e novas aeronaves aumentará cada vez mais na região.

A estimativa da Iata coincide com o alerta da entidade dos aeronautas no país, de que muitas tripulações tiveram excesso de jornada de trabalho nos últimos dias e não podem continuar operando, o que resultará em mais atrasos nos voos neste fim de ano.

Em Genebra, a Iata vem advertindo sobre a situação "vergonhosa" da infraestrutura aérea no Brasil. Mas não se posicionou sobre o caos provocado pela neve nos aeroportos na Europa, o que é visto p…

Nevascas cancelam 2 mil voos nos EUA

Seis Estados da Costa Leste estão em alerta; principais aeroportos da região de NY foram fechados, provocando caos no sistema aéreo

Gustavo Chacra - O Estado de S.Paulo


Fortes nevascas na Costa Leste dos Estados Unidos causaram o cancelamento de mais de 2 mil voos e provocaram o caos nos transportes aéreo, ferroviário e rodoviário. Na região, estão algumas das cidades mais importantes do país, como Nova York, Washington e Boston. Milhares de americanos foram impedidos de retornar para suas casas depois do Natal. Turistas do mundo inteiro também tiveram suas férias adiadas.

Os aeroportos de Nova York e de outras cidades foram fechados no domingo e não havia previsão de reabertura. O número de trens em circulação foi reduzido, com alguns trechos das ferrovias totalmente interrompidos.

Autoridades pediam às pessoas que deixassem suas casas apenas em caso de extrema necessidade. Eventos esportivos foram suspensos. Seis Estados (Carolina do Norte, Virginia, Maryland, New Jersey, Maine e Massac…

Problemas na Webjet atingem 77,5% dos voos

Empresa alega dificuldades meteorológicas no Sul e Sudeste, passageiros falam em falta de tripulação; Anac diz que está acompanhando a situação

Nataly Costa - O Estado de S.Paulo


Atrasos e cancelamentos de voos da Webjet voltaram a causar tumulto ontem nos aeroportos do País. Às 19h, dos 120 voos programados pela empresa, 73 haviam atrasado mais de meia hora e 20, sido cancelados. No total, 77,5% das operações tiveram problemas. No domingo, a empresa que detém 5% do mercado doméstico já havia registrado 60% de atrasos nos voos e 15% de cancelamentos.

Em nota, a Webjet informou que problemas meteorológicos no Sul e Sudeste do País causaram os atrasos e cancelamentos. Segundo a companhia, o mau tempo teria fechado temporariamente os aeroportos de Ribeirão Preto, Foz do Iguaçu e Confins, forçando um remanejamento da malha aérea.

Desses, porém, só Ribeirão ficou fechado cerca de 3h na manhã de ontem. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) afirma que Foz do Iguaçu e Co…

Acordo limita subsídio a aviões

Brasil, Canadá, EUA e União Europeia definem novas regras para financiamento
Fernando Nakagawa - O Estado de S.Paulo
Brasil, Canadá, Estados Unidos e União Europeia, que abrigam os maiores fabricantes de aviões do mundo, fecharam na semana passada um acordo para o financiamento público para a exportação de aeronaves. A partir de fevereiro, uma nova forma de cálculo vai reduzir o espaço para que governos ofereçam vantagens no crédito oficial. A medida vai elevar o juro dessas operações para nível próximo do cobrado no mercado.
Na Embraer, a notícia foi recebida com ressalva, pois encarece o financiamento usado por 55% dos clientes de 2010. Mas nem tudo é ruim para a companhia de São José dos Campos: a empresa passa a ter condições idênticas às gigantes Airbus e Boeing, o que, em última instância, pode facilitar eventual plano de lançamento de aviões maiores, como já fez a canadense Bombardier.
Em debate há mais de dois anos, o entendimento foi fechado em Paris com o apoio dos principais…

Anac pode multar e suspender Webjet

Mais de 60% dos voos da empresa atrasaram. Aeroviário quer greve no dia 1º

Geralda Doca e Bruno Rosa - O Globo


BRASÍLIA e RIO. A Agência Nacional de aviação Civil (Anac) poderá multar a Webjet e suspender novas autorizações de voos. Até as 21h de ontem, de 140 voos programados pela empresa, 86 decolaram fora do horário (61,4%) e outros 24 (17,1%) foram cancelados. O órgão regulador foi notificado ontem que a empresa fez overbooking e enfrenta problemas decorrentes de falta de tripulação, o que causou transtornos em Confins (Belo Horizonte) e Guarulhos. O quadro se agravou com o fechamento de terminais, devido às condições metereológicas.

Diante dos problemas da companhia, que se arrastam desde a antevéspera do Natal, a Anac cogitou ontem proibir a Webjet de vender bilhetes com partida para esta semana. A medida não foi descartada, mas pesou a avaliação de que seria inócua, uma vez que as passagens para este período já foram vendidas. Decidiu-se, então, acompanhar o desempenho da empresa …

Neve cancela mais de 180 voos para Nova York

Fernanda Godoy, Bruno Rosa e Henrique Gomes Batista - O Globo
MIAMI e RIO. A nevasca que atingiu a costa Leste americana, fechando os aeroportos de Nova York e Nova Jersey, provocou o cancelamento de mais de 180 voos entre Brasil e Estados Unidos desde sábado. TAM, American Airlines, Delta e Continental foram obrigadas a suspender voos previstos para ontem devido ao mau tempo.
O aeroporto internacional John F. Kennedy, para onde vai a maior parte dos voos que saem do Brasil para Nova York, reabriu por volta das 18h30m (21h30m de Brasília). Segundo o jornal “The New York Times”, o aeroporto de La Guardia reabriu às 16h (19h de Brasília). Já o internacional de Newark, em Nova Jersey, segundo a NBC News, também foi reaberto por volta de 18h30m (21h30m de Brasília), embora no mesmo horário a autoridade aeroportuária dos EUA indicasse em seu site que permanecia fechado.
A neve fez com que o voo JJ8080, da TAM, fosse desviado para Miami, onde 413 passageiros, a maioria brasileiros, passaram…

Voo 447: Air France é condenada a pagar R$ 1,2 milhão em indenizações

A Justiça do Rio condenou a Air France a pagar uma indenização de R$ 1,224 milhão por danos morais à família de quatro vítimas do acidente com o voo 447, que caiu no Oceano Atlântico no dia 31 de maio de 2009.AEA Justiça do Rio condenou a Air France a pagar uma indenização de R$ 1,224 milhão por danos morais à família de quatro vítimas do acidente com o voo 447, que caiu no Oceano Atlântico no dia 31 de maio de 2009. A ação foi proposta pelos pais e avós de Luciana Clarkson Seba, que viajava do Rio a Paris com o marido e os sogros.
Segundo decisão do juiz Alberto Republicano de Macedo, a indenização compensaria o sofrimento causado à família das vítimas pela "perda inesperada e trágica". O magistrado entendeu que a Air France violou o contrato de transporte de passageiros e que a queda de um avião pode ser considerada imprevisível, "mas o acidente nunca poderia ser considerado inevitável."
Os pais de Luciana, Osvaldo Bulos Seba e Laís Clar…

Neve força retirada de 2.000 de aeroporto na França e prejudica voos na Europa

DAS AGÊNCIAS DE NOTÍCIAS
Cerca de 2.000 pessoas tiveram que ser retiradas às pressas nesta sexta-feira do Aeroporto Charles de Gaulle, em Paris (França), diante do risco de desabamento do telhado pelo acúmulo de neve. 
O mesmo telhado desmoronou parcialmente em 2004, pouco depois da inauguração. As pessoas permaneceram calmas durante o esvaziamento do Terminal 2E, descrita pela direção do aeroporto como preventiva. 
Ao menos 60 centímetros de neve estavam acumuladas no telhado. Equipes de emergência foram enviadas para limpar o local. 
Poucas semanas depois do terminal ser inaugurado, em 2004, uma parte do telhado desenhado por Paul Andreu caiu -- matando quatro turistas estrangeiros e ferindo outras seis pessoas. 
A Aviação Civil francesa anunciou nesta sexta-feira que 35% dos voos previstos para esta tarde no aeroporto Charles de Gaulle foram cancelados por problemas de abastecimento de anticongelante para tirar o gelo aos aviões. 
O temporal de neve, o terceiro que a Franç…

Avião da TAM sofre princípio de incêndio em aeroporto de Salvador

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA
Um principio de incêndio atingiu um avião da TAM, na noite de quinta-feira (23), no aeroporto de Salvador. Os passageiros do voo JJ 3175 tiveram de deixar a aeronave pelas saídas de emergência. 
A aeronave --um Airbus A-320-- tinha como destino o aeroporto de Guarulhos (Grande São Paulo), e o problema foi constatado quando a aeronave ainda estava em solo, no aeroporto da capital baiana. 
Segundo a TAM, havia fumaça em um forno que aquece a alimentação de bordo na aeronave. 
Os 118 passageiros deixaram o avião pelas saídas de emergência e, de acordo com a companhia aérea, ninguém ficou ferido. As bagagens só foram retiradas da aeronave após a situação ser controlada. 
Depois do princípio de incêndio, segundo a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), a aeronave foi removida para manutenção e voltou a operar nesta sexta-feira. 
Os passageiros, ainda segundo a TAM, estão sendo reacomodados em outros voos e recebendo assistência.

STJ manda Gol indenizar em R$ 120 mil irmã de vítima

Jornal do Commércio
A irmã de uma das vítimas do acidente com o voo 1907, envolvendo um avião da Gol e o jato Legacy, em 2006, receberá R$ 120 mil de indenização por danos morais. A decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) abre precedente para que outros irmãos pleiteiem uma indenização, já que os casos mais comuns são de negociações de empresas aéreas apenas com pais, filhos ou companheiros de vítimas.
Ao acionar a Justiça, no primeiro momento, a irmã de uma das vítimas conseguiu, inicialmente, uma indenização por danos morais no valor de R$ 190 mil. Inconformada, a defesa da Gol interpôs um agravo regimental no STJ. Alegou que não haviam sido observados os princípios da razoabilidade e da proporcionalidade no dever de indenizar, além de defender que a irmã não mereceria receber o pagamento, já que havia outros parentes mais próximos.
O ministro Luis Felipe Salomão destacou que, nesses casos, a jurisprudência do STJ permite que irmãos de vítimas pleiteiem indenização…

Aviação civil do país é "case" de incompetência

Jornal do Brasil
A situação dos aeroviários – que ameaçam parar a partir de hoje, transformando mais ainda em um inferno a vida de quem queira ou precise viajar no Natal – é apenas mais um capítulo na situação absurda da aviação civil brasileira. A atuação do governo no setor está, seguramente, está entre os três piores desempenhos do presidente Lula e sua equipe.
Basta acompanhar diariamente os jornais para que se perceba: qualquer alteração na rotina do movimento dos aeroportos vira notícia, por causa dos problemas que, já se sabe, virão. Feriado chegando: ameaça de crise aérea. Atrasou um voo: ameaça de crise aérea. Choveu em São Paulo: ameaça de crise aérea.
Estudo da Infraero mostra que os aeroportos da país estão prontos a trabalhar com um um público anual de cerca de Marketing & Negócios Marcos Vargas Marcelo Migliaccio 115 milhões de passageiros. Mas a estabilidade econômica e a inclusão de milhares de novos consumidores no mercado fizeram com que o número real …