Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Recuperação valoriza ações das empresas aéreas

Pilita Clark, Financial Times, de Londres - Valor


As ações das empresas aéreas superaram o mercado acionário em geral e valorizaram-se 73% em relação às cotações do início de 2009, quando atingiram seu pior ponto na fase de queda do atual ciclo. Os investidores vêm apostando na forte recuperação das operações das companhias do setor, caracterizado por ser altamente cíclico.

O percentual consta do novo relatório de controle financeiro da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). "Claramente os mercados financeiros estão esperando um desempenho muito melhor das empresas aéreas na fase de alta deste ciclo", destacou a Iata.

O setor aéreo vem se recuperando de forma constante desde que foi assolado pela crise mundial deflagrada no fim de 2008. O desempenho fez a Iata revisar suas previsões em junho, passando a projetar lucro líquido anual somado de US$ 2,5 bilhões para este ano. A previsão anterior, de março, era de prejuízo de US$ 2,8 bilhões.

A I…

Fornecedor da Embraer cresce no exterior

Virgínia Silveira, para o Valor, de São José dos Campos

O trauma deixado pela crise na aviação mundial, iniciada no segundo semestre de 2008, provocou uma reação em cadeia nas empresas brasileiras fornecedoras do setor. Para reduzir o nível de dependência da Embraer, a principal contratante do segmento e que, por conta da retração da demanda, foi obrigada a reduzir seus pedidos aos fornecedores, as empresas investiram para ganhar competência e poder disputar novos negócios no Brasil e no exterior.

O programa de internacionalização das empresas que compõem o polo aeroespacial brasileiro, um universo formado por 130 pequenas e médias empresas e 5 mil funcionários, já vem dando frutos e das 54 que foram monitoradas de perto pelo Cecompi (Centro para a Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista), seis estão exportando regularmente para países como França, Canadá e Alemanha. "A crise teve um lado positivo porque mostrou às empresas que a diversificação da carteira de clientes e…

Projeto abre espaço para estrangeiro deter 100% de empresa aérea

Artigo incluído em projeto a ser votado no Congresso prevê essa possibilidade, em caso de acordos de reciprocidade


Denise Madueño / BRASÍLIA - O Estado de S.Paulo

O plenário da Câmara deve votar após as eleições o projeto do Código Brasileiro de Aeronáutica ampliando a participação estrangeira no capital de empresas de aviação. O projeto do relator, deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), abre a possibilidade de as empresas estrangeiras participarem, sem limite, de companhias aéreas nacionais em caso de acordo bilateral do Brasil. O artigo consta da proposta aprovada na  comissão especial criada para discutir o código e que está pronta para ser votada pelo conjunto dos deputados.

O projeto amplia dos atuais 20% para 49% a participação de capital estrangeiro nas empresas aéreas. Um outro artigo do texto, porém, deixa livre essa participação estrangeira ao prever capital social votante em poder de brasileiros menor do que os 51%, "observada a reciprocidade" nos acordos sobre s…

Equipes de resgate encontram caixa-preta de avião que caiu na China

Bom Dia Brasil

A aeronave, com 96 pessoas, pegou fogo ao pousar. Quarenta e duas pessoas morreram. Foi o primeiro acidente com o modelo E-190, o maior da fabricante. Três sobreviventes estão em estado grave.

Avião faz pouso forçado em aeroporto no interior de São Paulo

Globo News

Uma aeronave da companhia aérea Passaredo fez um pouso forçado no aeroporto de Bauru. Este foi o segundo incidente registrado neste local em agosto. Ninguém se feriu.

Sobe para 43 o número de mortos em acidente de avião na China

Globo News

O acidente aconteceu na noite desta terça-feira (24) com um avião de passageiros em um aeroporto na província de Heilongjiang. Pelo menos 53 feridos foram resgatados e hospitalizados.

Dreamliner faz primeiro voo internacional para feira de aviação na Inglaterra

Globo News

O Dreamliner é construído com um material mais leve, o que resulta em um menor consumo de combustível. O interior tem cabines com camas na primeira classe.

Piloto de acrobacia escapa por pouco da morte na Argentina

Jornal da Globo

Na Argentina, um piloto estava num avião especialmente construído para fazer acrobacias. Mas uma das asas se partiu e ele teve que usar o paraquedas, sofrendo apenas queimaduras nos pés.

Anac libera uso de celulares em aviões da TAM

Do UOL Notícias*
Em São Paulo 

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) afirmou nesta sexta-feira (20) que liberou o uso de telefones celulares em alguns aviões Airbus da companhia aérea TAM. As aeronaves passaram por testes que demonstraram não causar interferência nos equipamentos o uso dos telefones por passageiros.


O pedido já estava em tramitação há mais de um ano. Segundo a Anac, a tecnologia capaz de validar o uso dos celulares é nova e a TAM, junto com a Airbus, foi a única empresa que requisitou a liberação dos aparelhos em voos.

Atualmente, só é permitido utilizar o celular dentro da cabine enquanto o avião estiver no solo e com as portas abertas. O uso de celular em outros voos continua proibido.

Para fazer a ligação, basta usar o aparelho como no solo. Mas o uso só estará liberado quando a aeronave estiver a mais de 3.000 metros de altitude – o sistema é desligado automaticamente em altitudes menores.

A permissão foi concedida com base em testes da Easa (auto…

Avião é atingido por raio durante o pouso na Colômbia

Globo News

Uma mulher sofreu um ataque cardíaco e morreu. Os feridos foram levados para hospitais da região e cinco pessoas estão internadas em estado grave.



Avião quase bate em caminhão no interior do Amazonas

Globo News

O monomotor estava pousando em uma estrada de terra quando um caminhão entrou na pista. Seis pessoas que estavam no avião, mas ninguém ficou ferido.

JetBlue põe a polícia a bordo de seus aviões

Scott McCartney, The Wall Street Journal

Algumas companhias aéreas tentam contratar comissários de bordo jovens e atraentes. A Jet-Blue Airways tem um tipo também: policiais e bombeiros. É "Law & Order: Tripulação de Cabine". Ou "CSI: jetBlue".

Desde que foi fundada há dez anos por David Neeleman - o americano-brasileiro que mais tarde criaria a Azul Linhas Aéreas Brasileiras -, a jetBlue, que tem sede em Nova York, já contratou várias centenas de policiais e bombeiros da cidade, em sua maioria aposentados, para seu quadro de comissários. Segundo alguns cálculos, 10% dos 2.400 funcionários de bordo da empresa têm experiência de resposta a emergências, embora a companhia não tenha o número exato.

O grupo de atendentes da primeira classe da jetBlue inclui um bombeiro aposentado, Leonard Spivey, que se tornou um exemplo para a companhia e ainda está voando, hoje aos 70 anos. Spivey trouxe seriedade para a função - crucial para uma companhia aérea sem experiência -…

Na holding, fatia da família Cueto será de 24,07% e a dos Amaro, de 13,52%

Vanessa Adachi e Alberto Komatsu, de São Paulo - Valor

As famílias Amaro e Cueto controlarão a nova Latam Airlines Group com quase 38% do capital. A nova empresa terá apenas ações com direito a voto. Desse total, os chilenos serão donos de 24,07% e a família brasileira, 13,52%, informou o presidente e CEO da TAM S/A, Marco Antonio Bologna. Os percentuais acionários não haviam sido divulgados na sexta-feira, quando a operação de criação da Latam foi anunciada.

Apesar da diferença em termos de volume de ações vinculadas ao acordo de acionistas, que é de longo prazo, o documento assinado pelas duas famílias prevê um controle compartilhado da companhia que está sendo criada, resultante da absorção da brasileira TAM pela chilena LAN. O acordo de acionistas prevê que as duas famílias terão pesos iguais (50% para cada uma) e terão voto único no conselho de administração.

Cada uma das famílias manterá, ainda, cerca de 1% do capital da Latam desvinculado do acordo de acionistas. O propósito é …

Latam terá TAM com foco no Brasil

Alberto Komatsu e Cynthia Malta, de São Paulo - Valor

A Latam Airlines, fusão entre a brasileira TAM e a chilena LAN anunciada na sexta-feira, foi criada com apetite para competir globalmente. A nova empresa terá a TAM com foco no Brasil e a LAN dedicada aos mercados hispânicos. E a Europa e os Estados Unidos são estratégicos para a expansão do grupo que está sendo considerado o maior privado do mundo, em valor de mercado, atrás das estatais Air China e Singapore Airlines.

"A TAM não abre mão da liderança no Brasil. Com a nossa conectividade internacional, temos que ser líderes ", disse o presidente da holding TAM S.A., Marco Antonio Bologna. Em julho, a TAM respondeu por 43% do fluxo de passageiros transportados no país, ou 4,85 pontos percentuais à frente da Gol.

Bologna, que vai comandar, ao lado de Ignacio Cueto, o Centro de Excelência Operacional da Latam, em Santiago, disse que a TAM vai concentrar sua operação no Brasil. Mas isso não a impede de abrir novos voos em pa…

Agência reguladora fica sem verba

Num momento em que serviços públicos enfrentam problemas sérios, contingenciamento das verbas chega a 85,7% das receitas


Renée Pereira - O Estado de S.Paulo

Sem prestígio na atual administração, as agências reguladoras amargaram no ano passado o maior corte no orçamento desde que foram criadas, em meados da década de 90. O contingenciamento, que em 2002 era de 65,6%, cresceu tanto no governo Lula que alcançou 85,7% das receitas totais, segundo levantamento da Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base (Abdib), com informações do Tesouro Nacional.

Entre 1998 e 2009, cerca de R$ 37 bilhões deixaram de entrar no caixa das agências para reforçar o superávit primário do governo federal. Só em 2009, foram R$ 8 bilhões, referentes a receitas diversas, como royalties, taxas de fiscalização cobradas das concessionárias e bônus. Normalmente, esses recursos não podem ser usados para outras finalidades, por isso entram no superávit.

Um dos principais reflexos da asfixia das agênc…

O PIB brasileiro decola

Maior feira de aviação do país cresce na sua 7ª edição


Leandro Mazzini , Jornal do Brasil


SÃO PAULO - Take off na linguagem da aviação é decolagem. Nada mais plausível que esta expressão para sintetizar a Labace, a maior feira de aviação executiva do país que cresce a cada ano num pátio extra do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Aterrissa ali a nata do PIB brasileiro, esportistas e artistas que procuram novas máquinas para trabalho ou simplesmente pelo prazer de voar.

Tal como o Índice Big Mac é usado extra oficialmente em 100 países para mensurar a valorização de uma moeda frente ao dólar americano, não seria exagero criar um índice Labace para um diagnóstico da economia nacional. O fato é que 90% dos donos de aviões ou helicópteros usam os aparelhos a trabalho, para transporte de executivos ou fechar negócios. Outros 10% são os privilegiados profissionais ou famílias que voam por lazer. A análise é de um jovem comandante que decidiu há 15 anos trocar o manche pelas planilhas:

A g…

Chilenos não controlarão Latam, diz TAM

Presidente da 'holding' paulista garante que poder será compartilhado com a LAN


Germano Oliveira - O Globo

SÃO PAULO. O presidente da holding TAM S.A., Marco Antonio Bologna, negou ontem que, no fim do processo de troca de ações entre a empresa e a LAN, a chilena terá 70,67% dos papéis e a TAM, apenas 29,33%, o que significaria que a LAN comprou a TAM. Em entrevista ao GLOBO, ele garante que o poder na nova empresa, a Latam Airlines, cuja criação foi anunciada na sextafeira, será compartilhado entre brasileiros — representados pela família Amaro, da TAM — e chilenos (a família Cueto).

— O controle acionário da Latam Airlines terá, na composição final, a família Amaro com 13,52% e a família Cueto com 24,07%. Os acionistas não controladores da LAN terão 46,6% e os da TAM, 15,81%. Ou seja, o bloco de controle da Latam será a soma das participações dos Amaro e dos Cueto, num total de 37,59%. Haverá nesse bloco um acordo de acionistas, garantindo o compartilhamento de poder de 5% pa…

Guindastes tentam içar avião da Baía de Guanabara

Globo News

Ninguém ficou ferido, mas o tráfego aéreo no Rio de Janeiro ficou interrompido durante uma hora. Os três tripulantes da aeronave foram resgatados por marinheiros.

Avião é retirado da água da Baía de Guanabara, no Rio

Globo News

Um guindaste foi usado para retirar o jatinho da água. O acidente aconteceu nesta manhã. Nenhum dos três tripulante se feiru. O espço aéreo teve quficar fechado por uma hora.

Avião completa voo em Salvador com pneu vazio

O Globo

SALVADOR. Um avião da Trip Linhas Aéreas teve problemas em um pneu no momento do pouso no Aeroporto Internacional de Salvador, ontem. Segundo a Infraero, o pneu esvaziou quando a aeronave, que partiu de Ilhéus (BA) com 35 passageiros a bordo, tocou a pista. Ninguém ficou ferido.

As causas do problema ainda não foram esclarecidas. Funcionários da Infraero fizeram uma varredura na pista para verificar se algum objeto danificou o pneu, mas nada foi encontrado. A pista ficou interditada por cerca de uma hora.

No Paraná, um avião da Gol que saiu de Londrina com destino a Porto Alegre colidiu com um pássaro durante o pouso em Curitiba, onde fazia escala, e precisou passar por uma manutenção.

Segundo a Gol, o desembarque dos 104 passageiros que estavam a bordo ocorreu normalmente.

Presidente da Gol tenta evitar greve

Constantino Júnior faz reuniões com funcionários. Assembléia será amanhã


Danielle Nogueira - O Globo

O presidente da Gol, Constantino Júnior, iniciou ontem um périplo pelas principais bases da companhia numa tentativa de dissuadir os funcionários de entrarem em greve. O executivo esteve reunido com funcionários no Rio e em Brasília ontem e hoje estará em São Paulo, com o mesmo fim. O desempenho de Constantino será posto à prova amanhã, quando haverá assembleias em diversas cidades do país para decidir se haverá paralisação ou não. As convocações foram feitas pelo Sindicato Nacional dos Aeroviários (SNA), Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos e Sindicato Nacional dos Aeronautas, todos ligados à Central Única dos Trabalhadores (CUT).

No Rio, Constantino esteve com cerca de 50 funcionários em um auditório no prédio da administração da Infraero, no Galeão. O GLOBO teve acesso a parte da conversa, de aproximadamente uma hora e meia. As principais reivindicações foram mudanças no plano de s…

Empresa de Caruaru vende aviões Ferrari

Imagem
Noar Aviação, do grupo Bonanza, quer competir com a Embraer no mercado de jatos executivos. Companhia lança representação da lendária marca italiana de automóveis e passa a vender turboélice de alta performance no Brasil


Marina Falcão - Jornal do Commércio




Apelidado de a “Ferrari dos céus”, o turboélice mais rápido do mundo será comercializado para todo Brasil com exclusividade pela empresa pernambucana Noar Aviação, de Caruaru. Com autonomia de cinco horas de vôo e velocidade máxima de 745 km/h, a aeronave Piaggio Aero P180 Avanti II carrega assinatura do grupos Ferrari – sim, a emblemática escuderia italiana do cavalinho rampante – em parceira com a Tata, da Índia, e Mubadala, dos Emirados Árabes Unidos.

Com preço que chega a US$ 7,5 milhões (R$ 13,1 milhões, na cotação de ontem) e capacidade para transportar até nove passageiros, o turboélice quer disputar fatia do mercado nacional de aviação executiva, hoje dominado pelos jatos fabricados pela Empresa Brasileira de Aeronáutica S.A …

Companhia avalia adotar sistema de franquias para ampliar venda de passagens no Brasil

Ana Paula Machado - Brasil Econômico

A Gol, que iniciou suas operações em 2001 popularizando o transporte aéreo no Brasil, estuda a abertura de franquias para venda de passagens em locais de grande frequência da nova classe média.

Segundo o presidente da companhia, Constantino de Oliveira Jr., até o primeiro semestre do próximo ano a companhia aérea vai abrir lojas próprias para venda de passagens em capitais brasileiras. “Fomos uma das primeiras companhias a implantar a venda de bilhetes em supermercados. Em 2004, iniciamos uma parceria com o Carrefour, mas não seguimos adiante em função de ajustes no sistema operacional.

Avaliamos que o melhor caminho é justamente lojas próprias e já temos uma no Largo 13, em São Paulo. Até o final do ano vamos abrir mais quatro pontos de venda na capital paulista. Sempre avaliamos novas formas de chegarmos aos novos clientes”, disse o executivo. A Tam Linhas Aéreas e a Azul Linhas Aéreas iniciaram a venda de passagens em supermercados e em lojas da…

Comissário surta em voo e acaba na prisão nos EUA

Após se irritar com passageira, Steven Slater gritou insultos, acionou rampa de emergência e fugiu


Zero Hora

Tornou-se comum nos Estados Unidos casos de pessoas descontroladas que decidem matar colegas no trabalho ou na universidade. Felizmente, o comissário de bordo americano Steven Slater, 39 anos, arranjou outra forma para descontar a sua irritação – mesmo assim, ele acabou sendo preso.

Após discussão com uma passageira na segunda-feira, Slater gritou insultos pelo sistema de voz do avião – que recém havia aterrissado em Nova York –, acionou a rampa de emergência e fugiu. O voo da companhia JetBlue procedente de Pittsburgh estava na pista do aeroporto JFK quando ocorreu o episódio. Em comunicado divulgado ontem, o comissário disse que perdeu a paciência depois que uma mulher discutiu com um outro passageiro e não se desculpou ao atingir a cabeça do próprio Slater com uma mala ao abrir o bagageiro. “Fui ao microfone e disse: ‘Àqueles que mostraram dignidade e respeito nestes últimos …

TAM encontra falha nos controles internos

Companhia teve problemas com arrendamento de aeronaves e adaptação a novas normas contábeis.


Nelson Niero, de São Paulo - Valor

A TAM, maior companhia aérea do Brasil, encontrou falhas em seus controles internos para elaboração das demonstrações financeiras de 2009.

Os problemas, relacionados com arrendamento de aeronaves e motores, foram identificados pela empresa e sua auditoria externa, a PricewaterhouseCoopers (PwC).

A companhia também revelou que teve dificuldades na elaboração dos balanços pelas normas internacionais de contabilidade (IFRS, em inglês).

As informações constam de documento enviado ao regulador do mercado de capitais americano (SEC, na sigla em inglês).

As empresas com ações negociadas no mercado americano são obrigadas a avaliar anualmente seus processos de informação para garantir, com "segurança razoável", a consistência dos números do balanço.

A exigência faz parte da Lei Sarbanes-Oxley, de 2002, aprovada em meio à convulsão causada pelas fraudes contá…

DESASTRE AÉREO NOS EUA

Ex-senador morre e ex-chefe da Nasa sobrevive


Correio Braziliense

Entre 2001 e 2005, Sean O’Keefe, 54 anos, comandou a Nasa — agência espacial dos Estados Unidos. Nos últimos anos, tem atuado como diretor para a América do Norte da fabricante de aeronaves europeia EADS. Ted Stevens, 86, ocupou o cargo de senador dos EUA entre 1968 e 2009. Sean e Ted haviam escolhido o sudoeste do estado norte-americano Alasca para curtir um de seus principais passatempos: os republicanos amavam a pescaria. Pretendiam chegar a Agulowak Lodge, na região montanhosa conhecida como Dillingham, entre os lagos Nerka e Aleknagik.

Às 20h de segunda-feira (15h em Brasília), o avião monomotor De Havilland DHC-3T caiu a 520km de Anchorage, capital do Alasca, em uma área marcada por densas florestas de pinheiros e cachoeiras. Dos nove passageiros, cinco morreram, incluindo Stevens. O’Keefe e o filho Kevin conseguiram sobreviver.

“Acho que Sean sofreu uma fratura na pélvis, além de muitos arranhões e queimaduras. Ke…

Plano de emergência

Presidente da Gol garante que a empresa está pronta para enfrentar uma greve de funcionários. Anac recomenda atenção a usuários


ROSANA HESSEL - Correio Braziliense

Apesar de um possível recuo na proposta de greve a partir da próxima sexta-feira, 13, diante da clara divisão entre os aeronautas e aeroviários, em represália às más condições de trabalho da Gol, o presidente da companhia, Constantino de Oliveira Júnior, garantiu que já tem em mãos um plano de emergência para enfrentar eventuais problemas.

Indagado pelo Correio sobre os transtornos de uma paralisação de seus funcionários — uma assembleia está marcada para depois de amanhã — ele disse não acreditar na interrupção dos serviços.

“Mas estamos preparados caso ela ocorra”, afirmou, em teleconferência com analistas de mercado.

“Temos um plano de emergência pronto e poderemos usá-lo como fizemos na crise da última semana, quando tivemos problemas com o sistema de escala dos tripulantes. Graças a esse plano, conseguimos recuperar a n…

Cruzadas aéreas

Sonia Racy - O Estado de S.Paulo

Está pronto o plano de regionalização de aviação no País. A informação é de Nelson Jobim, que pretende entregar o projeto a Lula na semana que vem. Pelo que o ministro contou à coluna, ele vem com uma surpresa: o Tesouro deverá subsidiar as empresas que aderirem à empreitada até que elas se tornem autossuficientes.

"Mostrei ao presidente que nossas rotas aéreas não passam do Tratado de Tordesilhas. Estão muito verticalizadas no litoral."

Jobim pretende promover maior interiorização dos voos.

Cruzadas aéreas 2

Crise aeroportuária na Copa? Para Jobim, não temos problemas. "Os planos estão montados e há tempo para executá-los." Vão dividir a Infraero em duas, concentrando dívidas em uma e capitalizando a outra? "Isso é velho, não há nada hoje neste sentido."

E vê com bons olhos a iniciativa da Azul ao fazer "puxadinhos" nos terminais aeroportuários.

"São provisórios. Depois das eleições voltamos a falar em conce…

Câmbio e disputa de preços levam Gol a prejuízo de R$ 51,9 milhões

Sem previsão de aumentar suas tarifas até o fim do ano, empresa desenvolve novos produtos para a classe C, seguindo a Azul e a TAM


Fernando Scheller - O Estado de S.Paulo

A companhia aérea Gol anunciou ontem prejuízo de R$ 51,9 milhões no segundo trimestre de 2010, depois de lucrar R$ 353,7 milhões em igual período do ano passado. A empresa credita o resultado a gastos com renovação da frota e ao efeito da apreciação do real em sua dívida. Entretanto, a empresa também teria sido afetada pela disputa de preços com as concorrentes.

O resultado ruim foi divulgado menos de uma semana depois da empresa receber uma multa de R$ 2 milhões por conta de atrasos em seus voos - o balanço, porém, refere-se a um período anterior. A empresa nega que o incidente possa ter impacto nos resultados futuros da companhia.


A concorrência acirrada impediu a Gol de aumentar tarifas entre os meses de abril e junho. "As margens da empresa vieram pressionadas", afirma Brian Tadeu Moretti, analista da Pl…

Verde defende PPPs para melhorar aeroportos

Bogotá inspira programa de Marina Silva


O Globo

SÃO PAULO. A candidata do PV a presidente, Marina Silva, criticou a situação dos aeroportos brasileiros e defendeu parcerias público-privadas (PPPS) para resolver o problema. Disse que a proposta estará em seu programa.

Os aeroportos estão colapsados, e nós vamos ter a presença de milhões de pessoas em razão da Copa do Mundo e da Olimpíada de 2016. Essa é uma prioridade que precisa ser enfrentada afirmou Marina, em entrevista no começo da tarde à Rádio SulAmérica Trânsito, de São Paulo.

Para a candidata, é necessário acabar com essa história de apagões nos aeroportos brasileiros. E comentou as dificuldades de locomoção nas grandes cidades do país.

As pessoas perdem um tempão nos deslocamentos. As cidades precisam ser sustentáveis. Hoje, 80% da população brasileira vive em cidades. É necessário investir no transporte público.

A equipe que elabora o programa de governo da candidatura de Marina a presidente tem buscado inspiração em algumas …

Presidente da Gol pede desculpas

Com prejuízo de R$ 51,9 milhões, empresa investiu 16% menos


Bruno Rosa - O Globo

Após uma multa de, no mínimo, R$ 2 milhões e mais de 50 processos judiciais, o presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, pediu desculpas aos passageiros pelo caos aéreo causado pela companhia no fim de julho — quando metade dos voos atrasaram. Ontem, o executivo admitiu que houve erro na implantação do novo sistema ao anunciar prejuízo de R$ 51,9 milhões no segundo trimestre deste ano. O resultado é o oposto do obtido no mesmo período de 2009, quando registrou lucro líquido de R$ 353,7 milhões.

Constantino, no entanto, fez questão de frisar que os mais de 300 voos cancelados entre os dias 31 de julho e 4 de agosto, não irão afetar os resultados do próximo trimestre. A empresa teve problema no sistema de gerenciamento da carga horária dos funcionários, impossibilitando os aviões de decolarem devido ao elevado número de horas extras da tripulação.

A empresa investiu R$ 169 milhões no 2º trimestre, v…

Aeronáutica vai registrar e arquivar ocorrência de OVNIs

Agência Estado

Em São Paulo 

O Diário Oficial da União publicou hoje uma portaria aprovada pela Aeronáutica, que regulamenta os procedimentos a serem efetuados no caso de aparecimento de "Objetos Voadores Não Identificados" (OVNIs) no espaço aéreo brasileiro. Segundo a portaria, as atividades do Comando da Aeronáutica relativas ao assunto se limitam ao registro de ocorrências e ao trâmite para o Arquivo Nacional".

A portaria estabelece também que o Comando de Defesa Aeroespacial Brasileiro "é a organização responsável por receber e catalogar os registros referentes a OVNI relatados, em formulário próprio, por usuários dos serviços de controle de tráfego aéreo e encaminhá-los regularmente ao Centro de Documentação e Histórico da Aeronáutica (Cendoc)".

Já o Cendoc será o órgão responsável por copiar, encadernar, arquivar cópias dos registros encaminhados e enviar, periodicamente, os originais ao Arquivo Nacional.

Sem acordo com a Gol, funcionários votarão sobre greve na sextafeira

Em audiência de conciliação, empresa nega acusações de sindicatos


Lino Rodrigues - O Globo


SÃO PAULO. Acabou sem acordo a audiência de conciliação convocada ontem pelo Ministério Público do Trabalho de São Paulo. O clima ficou quente durante a reunião, com a Gol negando todas as acusações feitas pelos sindicatos dos aeroviários e dos aeronautas. Fica mantida, assim, assembleia para a próxima sexta-feira (dia 13), quando os trabalhadores das duas categorias votarão a proposta de greve paralisando as atividades na empresa aérea por tempo indeterminado. Os funcionários da Gol reclamam do excesso de jornada, assédio moral, disparidade salarial e falta de plano de saúde.

— O indicativo de greve para o dia 13 não está contido — disse Carlos Camacho, diretor do Sindicato Nacional dos Aeronautas, referindo-se ao objetivo do encontro de conter o movimento de paralisação na empresa aérea.

Sem acordo, a procuradora regional do Trabalho, Laura Martins de Andrade, que conduziu a reunião, marcou nov…

ANAC gastou até julho 52% da verba disponível para fiscalização em 2010

Assessoria de Imprensa ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil

Brasília, 6 de agosto de 2010 – Até 31 de julho de 2010, a Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aplicou R$ 12,41 milhões nas ações de Regulação e Fiscalização para a Aviação Civil. O valor, referente aos primeiros sete meses do ano, corresponde a 51,82% do total disponível, que é de R$ 23,96 milhões.

Em 2009, foram aplicados R$ 20 milhões do orçamento destinado a essas ações, o que, em 12 meses, representou 98% do valor total disponilizado, de R$ 20,4 milhões.

Os números divulgados pelo site Contas Abertas não se referem a valores disponíveis e sim a números que constavam da Lei de Orçamento Anual (LOA), sem levar em conta os contingenciamentos.

Anac já aplicou 861 autos de infração neste ano

Alana Gandra
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro - A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) já aplicou este ano, somente na área de segurança operacional, 861 autos de infração às companhias aéreas, dos quais 103 são decorrentes de irregularidades no controle das empresas e 235 refletem extrapolação de horário da tripulação.

A meta média mensal da Anac alcança mil autos de infração, mas o órgão vem constatando aumento desde janeiro, quando foram aplicados 1.410 autos. Em maio, o número somou 2.095 e, em junho, totalizou 1.881. Os números de julho ainda não foram fechados.

A presidente da Anac, Solange Vieira, revelou hoje (4), no Rio de Janeiro, que em 2007, quando tomou posse no cargo, a arrecadação resultante de autos de infração somava R$ 808 mil. No ano seguinte, dobrou, atingindo R$ 1,7 milhão, encerrando 2009 com uma arrecadação de R$ 7,3 milhões.

Este ano, até agora, os autos de infração aplicados atingem recursos da ordem de R$ 7,4 milhões. Solange Vieira estimou que es…

Anac determina ajustes e descarta intervenção

Técnicos não detalharam as recomendações, mas entre elas está reforço na cerca de arame farpado destruída dia 26, quando bandidos dispararam tiros e renderam piloto e copiloto no Oscar Laranjeiras


Jornal do Commércio

Técnicos da Agência Nacional de aviação Civil (Anac) vistoriaram ontem o Aeroporto Oscar Laranjeira, nesta cidade do Agreste, que foi alvo de roubo a um avião de transportes no último dia 26. De acordo com o inspetor Francisco José Luppi, serão solicitados ajustes na estrutura do local. Os técnicos não informaram quanto tempo o trabalho vai durar, mas descartaram a interdição do Oscar Laranjeira.

Na semana passada, a Anac determinou a suspensão de transportes de valores no aeroporto. Numa visita cercada de sigilo, os inspetores percorreram várias partes do aeroporto e se reuniram com representantes da prefeitura e do governo do Estado. A imprensa não teve acesso. Os dados serão levados para análise no Rio de Janeiro e o laudo só deve sair em 20 dias.

Os funcionários da Ana…