Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

Aeroporto do Galeão é vulnerável no combate a incêndios

Locais em obras têm materiais inflamáveis e poucos extintores

Clarissa Pains - O Globo


RIO - Os locais das obras de revitalização dos terminais 1 e 2 do Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim não contam com equipamentos suficientes de combate a incêndio. Uma equipe do GLOBO esteve nessas áreas no sábado e constatou que faltam extintores em número previsto pelas normas de Engenharia de Segurança do Trabalho. Uma reportagem, publicada no último sábado, mostrava que o aeroporto tem poucas câmeras de vigilância.

Várias salas de mais de 30 metros quadrados do aeroporto não têm extintores, quando o recomendado é que cada uma tenha pelo menos dois. Nessas instalações, ainda há equipamentos sem lacre. Além disso, caixas de hidrantes localizadas no Terminal 2 estão vazias, sem as mangueiras. Até mesmo as caixas da área externa do desembarque internacional do mesmo terminal, por onde circulam milhares de passageiros, estão nessa situação. Há ainda muitos fios soltos, pendurados no teto, o …

Segurança continua sendo maior falha do aeroporto Tom Jobim

Apesar de ter unidades das polícias Federal, Militar e Civil, Tom Jobim sofre com número reduzido de agentes

Antônio Werneck - O Globo


RIO - Inaugurado em fevereiro de 1952, o Aeroporto Internacional Tom Jobim deveria ser um dos locais mais seguros do Rio. Há grupos de policiais militares e guardas municipais patrulhando sua área externa, além de um conjunto de instituições vigiando seu interior: duas delegacias da Polícia Federal (uma especial e uma de imigração), uma unidade da Polícia Civil e uma companhia especial da Polícia Militar, além de 485 seguranças particulares contratados pela Infraero e uma delegacia da Receita Federal. Não há no Rio nenhum outro local que concentre tamanha estrutura de segurança pública.

A prática, no entanto, é outra para os inúmeros passageiros que circulam pelo segundo maior aeroporto do país: do lado de fora, é preciso ficar atento aos taxistas piratas, que atuam extorquindo principalmente turistas, suas vítimas prediletas. Há também, agindo no Galeã…

Com apenas 149 câmeras, Aeroporto do Galeão apresenta pontos cegos

Procuradores abrem inquéritos por falta de segurança

Vera Araújo - O Globo


RIO - Com uma área de 19 km² e apenas 149 câmeras de segurança, o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão — Antônio Carlos Jobim mostra ser um queijo suíço. O setor mais sensível é justamente o de controle de imigração, onde há somente uma câmera, conforme constatou o Ministério Público Federal (MPF) no Rio, que instaurou dois inquéritos civis públicos sobre a falta de segurança do aeroporto. Circulam, em média, 47 mil passageiros por todo o aeroporto, além de 25 mil funcionários cadastrados. Foi justamente a partir de uma investigação sobre tráfico de pessoas que os procuradores descobriram vários pontos cegos no Galeão. A insuficiência de câmeras não só facilita a entrada ilegal de imigrantes, como a de drogas e de armas.

A precariedade do circuito interno de imagens também facilita crimes como furtos de cabos de energia elétrica e arrombamentos de malas dos passageiros. Antes de ajuizar a ação civil …

Avião da Alitalia sofre problemas com trem de pouso em Roma

Piloto conseguiu parar o aparelho antes de sair da pista, e ninguém ficou ferido

France Presse


Roma - Um avião da Alitalia proveniente de Madri teve problemas na aterrissagem neste domingo (29/9) no aeroporto de Fumicino, em Roma, mas não houve feridos, informou a agência de notícias italiana Ansa. O trem de aterrissagem do Airbus A320 apresentou problemas, mas nenhum dos 151 passageiros a bordos ficou ferido, acrescentou a agência.

O piloto conseguiu parar o aparelho antes de sair da pista, ao contrários das informações iniciais. A agência nacional de transporte aéreo declarou que vai abrir uma investigação sobre o incidente.



-->

Quá-quá-quá

Ancelmo Gois - O Globo

Acredite. Desde o dia 11 de setembro, funcionários e donos de empresas do Aeroporto de Maricá (RJ) estão impedidos de entrar no aeródromo.

O prefeito Washington Quaquá publicou um decreto de número 171, fechando a pista para pousos e decolagens por tempo indeterminado. Mandou por um cadeado no portão, e ninguém entra.

Para tirar os aviões particulares que estão lá, só com autorização especial da prefeitura.

Aos trabalhadores, o prefeito prometeu emprego na prefeitura.

No aeroporto, estão mais de 12 empresas com cerca de 150 empregados diretos, além de três escolas de aviação, o maior polo de formação de pilotos do Rio de Janeiro e um dos maiores da América Latina.

Aéreas temem caos no País na Copa do Mundo

O Estado de SP

As maiores empresas aéreas do mundo cobram do Brasil uma resposta em relação ao que será feito dos aeroportos do País para a Copa do Mundo, que ocorrerá em menos de um ano. Tony Tyler, presidente da Associação Internacional de Transporte Aéreo, deixou claro ontem que o setor teme por um caos diante do tluxo de passageiros entre as 12 cidades. “Estamos preocupados”, admitiu Tyler, que representa as 280 maiores companhias aéreas do mundo. “As empresas estarão prontas para garantir o serviço”, insistiu. “Mas estamos em diálogo com o governo brasileiro para saber exatamente o que vai ocorrer.”

A lata tem mandado delegações para dialogar com Brasília justamente para entender quais são os planos do governo no que se refere aos aeroportos. Para Tyler, ainda há tempo para que os aeroportos passem pelas reformas necessárias. Mas a entidade admite que, logo, esse é tempo terá sido esgotado.

Se as previsões do governo se confirmarem, o Brasil receberia durante o Mundial cerca de 60…

Mercado de aviação encolhe no Brasil

Desempenho ruim dos voos domésticos no País afeta projeções do setor aéreo mundial

Jamil Chade - O Estado de SP

Correspondente / Genebra 

Depois de anos de expansão, o mercado doméstico de passageiros no Brasil sofre uma contração e, junto com o freio em outras economias emergentes, acaba contribuindo para afetar o setor aéreo mundial. Dados divulgados ontem pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (lata) apontam que, no primeiro semestre, o número de passageiros domésticos no Brasil caiu 0,6%.

A entidade reduziu suas projeções de lucros e de renda para 2013, apontando para ganhos de US$ 11,7 bilhões - US$ 1 bilhão a menos que as projeções iniciais. O custo elevado do petróleo, por conta da crise na Síria, e resultados decepcionantes em alguns países emergentes, entre eles o Brasil, seriam as causas dessa revisão. "Os mercados emergentes sofreram uma desaceleração", admitiu Tony Tyler, presidente da lata.

A realidade brasileira contrasta com a média da expansão mundia…

Licitação do Galeão deve ocorrer em novembro

Aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, também irá a leilão na mesma data

Da Agência Brasila - Band

O governo prevê que será possível fazer o leilão dos aeroportos do Galeão, no Rio, e de Confins, em Belo Horizonte, no dia 22 de novembro, informou hoje (23) o ministro da Secretaria de Aviação Civil, Moreira Franco.

O ministro falou após reunião no Tribunal de Contas da União (TCU) da qual participaram os ministros Augusto Nardes, presidente do TCU, Gleisi Hoffmann, da Casa Civil, César Borges, dos Transportes, e o advogado-geral da União, Luís Inácio Adams.

Moreira Franco disse que o tribunal e o governo farão os ajustes técnicos da licitação dos aeroportos o mais breve possível, de modo a que o edital possa ser divulgado no início de outubro. Com isso, o leilão marcado para 21 de outubro está previsto para o dia 22 de novembro.


Presidente da TAM entra para lista de executivos 'jovens' mais influentes do mundo

Folha de SP

Recém empossada no comando da TAM, a presidente da companhia aérea brasileira, Claudia Sender, 38, entrou para a lista dos 40 executivos mais influentes do mundo com menos de 40 anos, feita pela revista americana "Fortune".

Claudia aparece na posição de número 30 e é a única representante do Brasil na edição de 2013 do ranking anual da publicação.

O nome da brasileira é quase uma exceção numa lista em que a maioria dos executivos estão relacionados ao universo da tecnologia.

A revista a descreve como uma novata na área de aviação e a "aposta da diretoria para enfrentar o momento de crise pelo qual o setor passa".

A TAM demitiu mil funcionários recentemente para fazer frente à alta de custos que tem provocado seguidos prejuízos às companhias aéreas brasileiras.

O corte foi um dos primeiros desafios da executiva no comando da empresa. Ela assumiu o posto em maio deste ano em substituição a Marco Antonio Bologna, que passou a se concentrar apenas na presidência …

Helicóptero policial cai no México

Voz da Rússia

Os destroços de um helicóptero da polícia que estava sendo envolvido em uma operação de resgate no estado de Guerrero e desapareceu do radar há dois dias, foram encontrados este sábado, informa a mídia local.

Segundo dados disponíveis, o helicóptero colidiu com uma colina, todos os cinco policiais federais, que seguiam a bordo, morreram. As causas da tragédia estão sendo apuradas.

O helicóptero estava evacuando as pessoas feridas em um poderoso deslizamento de terra no povoado de Pintada, causado pelo furacão Manuel. A tripulação conseguiu retirar de Pintada uma parte dos feridos, voltou novamente a esta localidade e desapareceu do radar.

-->

Ministério Público pede fechamento de todos os helipontos de São Paulo

Promotoria pede estudo sobre impacto dos helipontos na cidade.
Segundo Maurício Lopes, regras municipais ferem legislação federal.


Márcio Pinho
Do G1 São Paulo

O Ministério Público do Estado de São Paulo quer fechar os helipontos da capital paulista e pede que seja feito um estudo de impacto ambiental amplo sobre como eles afetam a população, principalmente quanto a ruído.

O promotor Maurício Antônio Ribeiro Lopes, que entrou com ação civil pública no dia 9, afirma que São Paulo tem mais 300 helipontos e que o impacto a prédios próximos, como escolas e hospitais, não é totalmente conhecido. “Eles fazem um mero estudo de impacto de vizinhança, num raio de 200 metros de influência, é muito pouco. “Quero um Eia-Rima do conjunto da obra”, afirmou.

Esses 200 metros citados por Lopes são a distância mínima que deve haver de estabelecimentos como escolas e hospitais para que o heliponto funcione, segundo a Lei nº 15.723, de autoria do vereador Milton Leite (DEM) e sancionada pelo prefeito Fernand…

Presidente da Câmara devolve MP 617, que desonerava transporte aéreo

Valor

"Chegou agora, às 19h27, o relatório da comissão sobre essa MP. Ainda não tenho nem o texto impresso, não vou submeter os senhores parlamentares a isto, então comunico que vou devolver o relatório à comissão mista", afirmou Alves.

A MP perde a validade no dia 27. A Câmara teria que votar o texto até esta sexta-feira para respeitar o prazo de sete dias antes do fim do prazo, dado pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Entretanto, a Câmara já marcou uma comissão-geral na quinta-feira para discutir o projeto do novo Código de Processo Civil.

Além do curto prazo de discussão, o relatório final, do deputado Mário Negromonte (PP-BA), era polêmico e não tinha consenso para votação.

O parlamentar estendeu a desoneração tributária para o transporte marítimo e para o setor aéreo, propostas que não tinham concordância do governo.

As desonerações para o transporte público, porém, foram sancionadas há uma semana pela presidente Dilma Rousseff por um projeto de lei do depu…

Sucata de 17 aviões da Vasp vai a leilão, a partir de R$ 1.000 por tonelada

Do UOL, em São Paulo

A Justiça vai leiloar o material decorrente do desmonte de 17 aviões que pertencem à massa falida da Vasp. Serão abertos nesta sexta-feira (20) os lances pela internet. O leilão presencial está marcado para o dia 30, às 14h, na Casa de Portugal, em São Paulo.

A empresa aérea teve a falência decretada pela Justiça paulista em 2008, e confirmada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) em junho deste ano.

São 16 Boeings e um Airbus A300, que juntos somam 448 toneladas de sucata. O preço mínimo de cada lote foi fixado entre R$ 15 mil e R$ 60 mil. O valor varia conforme o peso e corresponde a R$ 1.000 por tonelada.

Os recursos arrecadados serão destinados ao pagamento de credores da empresa aérea.

Os 17 aviões a serem leiloados estão nos seguintes aeroportos: Cumbica-SP (4, sendo um deles o Airbus), Salvador (3), Brasília (3), Recife (2), Manaus (2), Viracopos-SP (1), Galeão-RJ (1) e Confins-MG (1). Todos foram vistoriados e classificados pela Agência Nacional de Aviação Ci…

Infraero receberá aporte de quase R$ 2 bilhões em 2014

Gustavo do Vale, da Infraero: "Antes, tínhamos muita receita e pouca obra, e agora, temos muita obra e pouca receita" 
Por Daniel Rittner | Valor
De Goiânia 

Às vésperas de perder o controle dos aeroportos do Galeão (RJ) e de Confins (MG), a Infraero deverá receber uma capitalização recorde no ano que vem, a fim de sustentar os investimentos em sua rede. O governo já deu aval a um aporte de quase R$ 2 bilhões à estatal e incluiu essa previsão na proposta de lei orçamentária de 2014, que ainda precisa ser aprovada pelo Congresso Nacional.

Esses recursos são cruciais para garantir a continuidade dos investimentos nos aeroportos que continuam sob controle da União, segundo o presidente da Infraero, Gustavo do Vale. "Antes, tínhamos muita receita e pouca obra. Agora, temos muita obra e pouca receita", diz o executivo.

Pela proposta orçamentária, a previsão do Ministério do Planejamento é que a Infraero receba um aporte recorde de R$ 1,969 bilhão em 2014, dos quais R$ 1,66…

União estuda três opções para abrir setor aéreo

Por Daniel Rittner | Valor
De Brasília

O governo está debruçado na análise de três opções diferentes para aumentar o limite de capital estrangeiro nas companhias aéreas. Na hipótese mais radical, impensável poucos meses atrás, e já defendida por algumas autoridades, prevê-se eliminar qualquer tipo de barreira e abrir completamente o setor às empresas de fora. Na alternativa mais branda, a mudança seria elevar o teto de participação estrangeira de 20% para 49%, o que é fortemente apoiado pelas aéreas nacionais.

Há uma alternativa intermediária: permitir que haja controle estrangeiro, mas com regras mais estritas para a tomada de decisões sensíveis. Essa possibilidade é inspirada na Lei 12.598, que entrou em vigência em 2012 e criou as "indústrias estratégicas de defesa nacional" - empresas brasileiros com atuação no fornecimento de equipamentos militares. Por essa legislação, exige-se que acionistas de outros países não possam exercer, em cada assembleia-geral, número de votos…

Air France vai cortar 2800 postos de trabalho

EuroNews

A Air France vai suprimir 2800 postos de trabalho. A companhia aérea francesa pretende reduzir os custos operacionais depois de seis anos consecutivos no vermelho. A direção da transportadora afirmou que este ano já não vai ser possível atingir o ponto de equilíbrio pelo que será imperativo consegui-lo em 2014. As negociações com os sindicatos começam no início de outubro para elaborar um plano de partidas voluntárias para o próximo ano.


-->

Com aprovação de incentivos, empresa mexicana fecha a compra de jatos russos

O Sukhoi Superjet - 100 (SSJ-100) foi aprovado como produto europeu, o que garante incentivos para a compra do produto; com isso, a empresa aérea mexicana Interjet conseguiu um empréstimo de US$ 800 milhões para a aquisição de 30 aeronaves.

Ekaterina Sóbol | Vedomosti 


Agências de crédito à exportação da União Europeia e bancos americanos reconhecerem o avião de passageiros Sukhoi Superjet - 100 (SSJ-100) como produto europeu e concederam à empresa aérea mexicana Interjet um empréstimo de US$ 800 milhões para a compra de 30 aeronaves.

A informação foi dada por um funcionário de uma empresa de leasing russa e por uma fonte próxima da empresa Sukhoi Civil Aircraft (SCA) em entrevista ao “Vedomosti.ru”. O esquema foi utilizado pela empresa mexicana Interjet para comprar 20 aeronaves em fevereiro passado e ganhar uma opção de compra de outras dez. Portanto, além de um desconto (cada aeronave custou à empresa cerca de US$ 23 milhões, enquanto seu preço de catálogo chega a US$ 35 milhões), a e…