Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2009

Fracassa acerto de contas da Varig com União

FELIPE SELIGMANLEANDRA PERESDA SUCURSAL DE BRASÍLIA – FOLHA DE S.PAULOO acordo entre a antiga Varig e o governo, que previa acerto de contas e a transferência de recursos para o pagamento dos aposentados da empresa, não tem condições jurídicas de ser fechado.A área técnica do governo terminou levantamento de dívidas e do crédito da empresa e concluiu que há um saldo negativo de R$ 1 bilhão. A Varig tem R$ 2,7 bilhões a receber da União. A dívida que a Varig acumula em impostos e contribuições atrasadas supera R$ 3,7 bilhões.A Folha apurou que a saída para o problema é aprovar lei que dê benefícios especiais à Varig e permita à área jurídica do governo incluir no acerto de contas créditos que ainda são considerados duvidosos, por exemplo.A decisão já foi comunicada oficialmente aos aeronautas. No início da semana, o ministro Luís Adams (Advocacia Geral da União) se reuniu com a presidente do sindicato, Graziella Baggio, e entregou o relatório preparado pelo governo.A desistência do aco…

Movimento em aeroportos deve subir 50%

Aumento da demanda em razão do crescimento econômico preocupa mais o governo do que o fluxo para a Copa de 2014Objetivo é montar plano de expansão que gere folga de pelo menos 10%; SP, Brasília, Fortaleza, Recife e Salvador são principais problemasDA SUCURSAL DE BRASÍLIA – FOLHA DE S.PAULOO afluxo de passageiros devido à Copa do Mundo de 2014 não é o fator que mais preocupa o governo Luiz Inácio Lula da Silva em relação aos aeroportos, mas sim a demanda prevista para os próximos anos.Segundo dados apresentados ontem ao presidente Lula, o número extra de passageiros nos 16 aeroportos de cidades que receberão jogos da Copa ficará entre 2 milhões e 2,5 milhões. Isso deve representar apenas cerca de 1,5% dos 150 milhões de pessoas que devem transitar nesses aeroportos durante o ano do Mundial.Hoje, a demanda nos 16 aeroportos das cidades-sede do evento esportivo está em 100 milhões de passageiros por ano. Ou seja, a previsão é que, por conta do crescimento econômico do país, o número de p…

Copa e eleição barram concessão de aeroporto

Governo avalia que o processo de licitação deixaria finalização das obras muito perto da Copa do Mundo de 2014Pesa também o fato de a privatização destoar do discurso eleitoral a favor das estatais que deve ser usado na campanha petistaVALDO CRUZDA SUCURSAL DE BRASÍLIA – FOLHA DE S.PAULO  A Copa do Mundo de 2014 e o fator eleitoral no próximo ano ameaçam a implantação de um plano de privatização de aeroportos no país, hoje administrados pela estatal Infraero. A avaliação técnica dentro do governo federal é que não há mais tempo para privatizar e reformar os aeroportos antes do Mundial de futebol -seria mais rápido, e menos arriscado, portanto, ajustar terminais e pistas com dinheiro estatal.Além disso, a equipe do presidente Lula teme perder um trunfo eleitoral e dar munição à oposição se lançar um plano de privatização logo em 2010.Ontem, Lula fez reunião interministerial para tratar do tema, mas nenhuma decisão foi tomada.Há mais de um ano o governo discute internamente, sem definiç…

CCJ aprova maior participação estrangeira em empresas aéreas

Alex Rodrigues – Jornal do BrasilBrasília - A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou nesta quarta-feira o projeto de lei que aumenta dos atuais 20% para 49% o limite máximo de presença de capital estrangeiro em empresas aéreas brasileiras.Aprovada em caráter terminativo, a matéria só será apreciada pelo plenário do Senado caso algum senador peça que isso aconteça. Caso contrário, o projeto segue para a análise e votação da Câmara dos Deputados. Em junho passado, o projeto também foi aprovado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE).Proposto em 2004 pelo ex-senador e atual vice-governador do Distrito Federal, Paulo Octávio, o projeto modifica o Artigo 181 do Código Brasileiro de Aeronáutica (Lei nº 7565/86). Quando apresentou o projeto, em 2004, Octávio classificou o código como “bastante restritivo”, garantindo que, mesmo com a mudança, a lei continuará impedindo que estrangeiros assumam o controle societário das companhias aéreas nacionais.Ainda de acordo com o …

Infraero: sete consórcios estão na disputa da licitação do 3º Terminal de Guarulhos

InfraeroO Diário Oficial da União (Seção 3) publicou, nesta terça-feira (24/11), o resultado da Habilitação da Concorrência Internacional para contratação dos projetos para a construção do terceiro terminal de passageiros do Aeroporto de São Paulo/Guarulhos - Governador André Franco Montoro (SP). A Infraero, dando prioridade aos investimentos necessários à realização da Copa de 2014, julgou habilitadas para participar da licitação sete concorrentes.
A licitação internacional contempla serviços e estudos preliminares, projeto básico, projeto executivo e serviços complementares também para o edifício garagem, sistema viário de acesso, pátio de estacionamento de aeronaves, implantação da rede de queroduto e demais obras complementares.
O preço de referência da licitação é R$ 38 milhões. Os sete consórcios que participam da disputa são: Concremat/ATP/MHA Engenharia; Engevix/Planway; ESA/INECO; Geplan/Estel/Esteio e Ricardo Amaral Arquitetos; PJJ Malucelli Arquitetura e Construção Ltda/An…

O 'big brother' dos aeroportos

Infraero monitora terminais em tempo real. Anac pode multar TAMGeralda Doca – O GloboBRASÍLIA. O presidente da Infraero, Murilo Barboza, é um big brother dos Aeroportos. Ele controla em tempo real sete importantes Aeroportos do país, entre eles o Santos Dumont e o Tom Jobim (Galeão), ambos no Rio. O sistema permitiu que ele acompanhasse de sua mesa, no escritório da estatal em Brasília, toda a confusão nos balcões de check-in da TAM, com filas e atrasos de voos na quintafeira, véspera do feriado da Consciência Negra. A empresa teve problemas com seu sistema de informática.Enquanto a TAM anunciava na quinta-feira pela manhã que a situação estava regularizada, Barboza pôde visualizar no decorrer no dia aglomerações de passageiros nos balcões da companhia em Guarulhos (São Paulo) — onde a situação foi mais crítica. Uma foto digitalizada da Infraero a qual O GLOBO teve acesso mostra que, até as 21h, o tumulto ainda era grande.Ele disse que gastou boa parte do expediente daquele dia dando …

Governador do Rio defende veto à base da Azul no Santos Dumont

Segundo Cabral, Aeroporto do Rio não teria condições de receber voosDimmi Amora – O GloboO governador do Rio, Sérgio Cabral, defendeu ontem, em evento de comemoração ao Dia da Consciência Negra, a posição de não permitir que a companhia aérea Azul tivesse como base o Aeroporto Santos Dumont. A empresa aérea brasileira, que completará um ano em dezembro, tentou fazer com que o terminal do Centro do Rio fosse sua base de operações, mas, como os governos estadual e municipal foram contra, a Azul transferiu sua sede para o Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).Reportagem publicada ontem no GLOBO mostrou que o Rio perdeu economicamente em não permitir que a Azul centrasse suas operações no Santos Dumont. Com isso, o número de passageiros no Aeroporto de Campinas passou de 912,5 mil no acumulado dos dez primeiros meses de 2008 para 2,604 milhões no mesmo período deste ano. Isso significa que este movimento e todos os impactos econômicos — impostos, empregos e negócios — poderiam estar na…

O sonho de voar sem poluição

Equipe de cientistas trabalha na construção de avião capaz de dar a volta ao mundo utilizando apenas energia solar. Realização da façanha está prevista para 2012Silvia Pacheco – Correio BrazilienseUm avião capaz de dar a volta ao mundo sem usar uma gota de combustível parece ficção, mas não é. Trata-se do Solar Impulse, projeto que tem o objetivo de dar a volta no globo a bordo de um avião movido exclusivamente por energia solar, deixando de lado qualquer outro tipo de fonte energética.Chamada de HB-SIA, a aeronave, semelhante a um aeroplano, deve voar durante o dia e à noite, demonstrando o potencial de uso das energias renováveis. Os suíços Bertrand Piccard e Andre Borschberg(1), idealizadores da iniciativa, esperam induzir indústria, cientistas, políticos e sociedade civil às mudanças necessárias para alcançar uma melhor utilização dos recursos energéticos e maior respeito ao meio ambiente.O Solar Impulse nasceu da crença de Piccard de que a maior façanha deste século consistirá na…

Viagens de negócios aquecem mercado aéreo

Volta dos passageiros corporativos vem sendo fundamental para o crescimento do setorMichelly Chaves Teixeira – O Estado de S.PauloA ascensão das classes C e D abre às companhias aéreas perspectivas de negócios animadoras, mas foi a volta dos viajantes a negócios que mereceu destaque nos balanços financeiros da TAM e Gol. Parte da expansão de 26% do mercado doméstico no terceiro trimestre, na comparação com o mesmo período de 2008, é atribuída pelas aéreas às viagens corporativas, que engrenam uma retomada neste cenário de reativação da atividade econômica.Para o presidente da TAM, Líbano Barroso, este segmento deve manter o ritmo histórico de superar duas vezes e meia a expansão do PIB, estimada em 5% pelos economistas para 2010. Segundo ele, esse mercado reagiu de forma mais clara a partir da segunda quinzena de setembro. Até 15 de dezembro, a busca destes clientes por voos continuará "forte", mas depois, até o fim de janeiro, entram em cena os viajantes a lazer. "A vo…

Avião faz pouso forçado em rodovia de São Paulo

Jornal do BrasillSão Paulo Um avião de pequeno porte fez um pouco forçado no início da noite de domingo na rodovia SP-008, no interior paulista, próximo ao município de Pinhalzinho. O piloto do Cessna modelo 201 transportava cinco pessoas – entre elas duas crianças. Ninguém se feriu, apesar do susto.O monomotor decolou de Belo Horizonte (MG). O problema foi a falta de combustível, apontou investigação preliminar – versão confirmada pelo piloto.Segundo informações da Polícia Rodoviária Estadual, o piloto da aeronave informou que sobrevoava a cidade de Pinhalzinho, por volta das 18h, em direção a Jundiaí (58 km de São Paulo), quando o avião perdeu força.Ele decidiu realizar um pouso em uma plantação próxima, mas devido à perda do controle da aeronave, não teve tempo e precisou aterrissar na rodovia, interditando a via no sentido Bragança. Uma asa chocou-se em uma arvore, mas não causou estragos.(Com agências)

Ministério da Defesa autoriza operações noturnas no Aeroporto de

Mercado & Eventos O secretário de Aviação Civil do Ministério da Defesa, brigadeiro Jorge Godinho, disse ontem (17/11), durante reunião com o governador Jaques Wagner, que o Aeroporto Jorge Amado, em Ilhéus será liberado para operações de pousos e decolagens durante a noite, a partir do dia 17 de dezembro. A audiência contou ainda com a participação dos secretários Domingos Leonelli (Turismo), Walter Pinheiro (Planejamento) e representantes das companhias aéreas TAM e Gol e da Infraero, empresa que administra os aeroportos.Segundo o brigadeiro, um voo de inspeção foi realizado na última semana para a realização de testes de um sistema denominado Ponto no Espaço, que permite a combinação da aproximação por instrumentos e aterrissagem visual noturna.Apesar disso, os integrantes das empresas aéreas apresentaram algumas ponderações, segundo informou o secretário Domingos Leonelli. O titular da Setur destacou ainda o empenho pessoal do governador Jaques Wagner, "que fez uma importa…

Governo deve enviar projeto com aumento de tarifas aéreas

Idhelene Macedo - Jornal da CâmaraO governo deverá enviar ao Congresso projeto que prevê aumento de 1% a 3% no preço das tarifas aéreas. O objetivo é criar um fundo para subsidiar as tarifas da região da Amazônia Legal. A proposta será encaminhada após a conclusão de estudos adicionais do Ministério da Defesa, mas é da Casa Civil a decisão política sobre o encaminhamento do projeto.A criação do fundo foi uma das soluções apontadas por representantes do governo durante audiência pública na terça-feira (17), na Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional. A reunião foi realizada a Governo deve enviar projeto com aumento de tarifas aéreas pedido dos deputados Zé Geraldo (PT-PA), Silas Câmara (PSC-AM), Natan Donadon (PMDBRO), Perpétua Almeida (PCdoBAC) e Janete Capiberibe (PSB-AP), para discutir o Programa de Desestatização dos Aeroportos Brasileiros.De acordo com o subsecretário de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidênc…

Embraer venderá 20 aviões

Jornal de Brasília A Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer) vai vender 20 aviões do modelo 190 AR para o governo argentino. A compra no total envolve cerca de US$ 700 milhões. Parte do financiamento, cerca de 85% será realizado via Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o restante por meio do Banco de la Nación. As nove primeiras aeronaves serão entregues em junho de 2010, as demais em 2011.O acordo para a venda das aeronaves foi firmado ontem durante reuniãodos presidente Lula e da Argentina, Cristina Kirchner, no Itamaraty. No encontro, a presidente argentina elogiou a iniciativa. "Os aviões farão parte da nova frota de aeronaves e envolve um grande investimento", disse Cristina. "É um tema de questão econômica e política" De acordo com Lula, o BNDES é um "parceiro entusiasta" da integração da parceria Brasil e Argentina.Segundo Lula, desde 2005, foi desembolsado US$1,2 bilhão para projetos de ampliação e modernização da infr…

Gol estuda ampliar voos para o Caribe

Daniela Milanese, LONDRES - O Estado de S.PauloO presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, disse ontem em Londres que existe uma real possibilidade de a empresa aumentar os voos e as rotas para o Caribe. Em julho, a empresa começou a voar para Aruba e Curaçao, e agora analisa novos destinos, até mesmo com rotas a partir de Caracas e Bogotá. "Estamos fazendo uma análise", disse. O executivo também contou que está estudando propostas recebidas de agências de turismo para usar as aeronaves 767 da empresa para voos charter. Atualmente, seis aviões desse modelo estão no chão, o que representa um custo de US$ 3 milhões por mês."Existe demanda das operadoras de turismo", disse. Ele contou que considera a possibilidade de fechar contratos de médio prazo (seis meses) para destinos na América do Norte ou então entre a Argentina e o Nordeste brasileiro.Segundo ele, a demanda por voos está reagindo fortemente no Brasil, após um início de ano difícil em razão da crise.…

Azul comemora taxa de ocupação elevada

Alexandre Rodrigues - O Estado de S.PauloPrestes a completar um ano de existência, a Azul vem operando com taxas de ocupação acima de 87%. Segundo o vice-presidente operacional da empresa, Miguel Dau, em outubro a média de assentos ocupados foi de 87,2%. Segundo ele, é um desempenho surpreendente, já que a média das grandes companhias está em torno de 70%. "Operando acima de 87%, a área operacional está ralando.Há dias em que a nossa ocupação média bate 94%", disse o executivo.O bom desempenho operacional deixa a empresa otimista em relação ao crescimento do setor em 2010, mas Dau disse que a Azul não está focada agora na ampliação da sua pequena fatia de 4,4% do mercado. "A Azul não está atrás de market share. Buscar mercado tendo prejuízo é suicídio. A Azul quer crescer de forma sustentável."Com suas principais rotas originadas em Campinas (SP), o executivo disse que os resultados são acima da expectativa em todos os 16 destinos da companhia no País. "Com es…

Empresas aéreas buscam combustível sustentável

Azul e Embraer testam novo produto em 2012; Gol anunciou entrada em projeto de pesquisaAlexandre Rodrigues, RIO - O Estado de S.PauloA companhia aérea Azul e a Embraer vão realizar, no início de 2012, o primeiro voo experimental - sem passageiros - com o uso de um querosene obtido da cana-de-açúcar. A Azul aceitou testar, em um dos seus jatos Embraer, o bioquerosene, que está sendo desenvolvido pela multinacional de biotecnologia Amyris.Embora o processo de certificação do novo combustível seja longo, o querosene de origem renovável poderá começar a ser produzido em escala industrial em 2013 como uma alternativa ao de origem fóssil, responsável pela alta carga de emissões de CO2 da aviação. A data do voo de demonstração foi prevista ontem no lançamento de um memorando de entendimento entre as companhias. Também participa do projeto a General Electric (GE), fabricante de motores para jatos.Guilherme Freire, diretor de tecnologias para o meio ambiente da Embraer, explicou que a busca po…

Azul vai testar bioquerosene para reduzir custos de voo

Jornal do Brasil Em meio a discussões climáticas e pressões de custo, a novata companhia aérea Azul pretende fazer testes com bioquerosene de aviação em 2012 e a fornecedora do combustível, a americana Amyris, acredita que antes da Copa de 2014 já será possível voar comercialmente no país com o novo combustível. As duas empresas se associaram à Embraer e à General Eletric para desenvolver o projeto do bioqueorosene para aviões a partir de canade-açúcar, tratada com uma levedura para fermentar e depois de centrifugada para originar o também chamado querosene verdade.– Será o primeiro voo no mundo a partir de hidrocarboneto de cana-de-açúcar – disse o diretorgeral da Amyris, Roel Collier, responsável pelo processo químico de produzir bioquerosene a partir de cana-de-açúcar.– O querosene de aviação feito a partir do petróleo representa cerca de 40% dos custos de uma companhia aérea – explicou ontem o diretor da Azul, Miguel Dau.Com os preços atuais e as preocupações com preservação ambient…

Cindacta exibe áudio de queda

Jorge Eduardo Dantas Da equipe de A CRÍTICA Os militares do Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, o Cindacta IV, que opera em Manaus, forneceram ontem à imprensa novas informações sobre a atuação do órgão no acidente ocorrido no fim do mês passado, quando uma aeronave Caravan C-98, da Força Aérea Brasileia, caiu próximo de Atalaia do Norte, a 1.138 quilômetros de Manaus, e vitimou duas pessoas. Os servidores do Cindacta apresentaram vídeos, gráficos e áudios da aeronave antes da queda.Atualmente, as causas do aciente continuam sob investigação do sétimo Comando Aéreo Regional (Comar), integrante da Força Aérea Brasileira (FAB). Segundo os materiais disponibilizados pelo Cindacta IV, o primeiro helicóptero que buscava o avião e seus sobreviventes chegou ao local do acidente quarenta minutos depois do último registro do avião. "Por volta das 9h43 daquela quinta-feira, 29 de outubro, a aeronave sumiu dos nossos computadores de monitoramento", disse o briga…

O trem de pouso falhou

Aterrissagem de emergência causou apreensão e parou voos por 85 minutos no Salgado Filho Zero Hora Ao pousar de barriga na pista principal do Aeroporto Internacional Salgado Filho, na Capital, na manhã de ontem, um bimotor causou apreensão entre passageiros que esperavam embarque. A investigação do incidente deve ser concluída em 30 dias.A aterrissagem forçada ocorreu devido à falha no trem de pouso, o que interrompeu a atividade no aeroporto por 85 minutos. Como não houve feridos, a Aeronáutica determina que a proprietária do avião, a Jad Táxi Aéreo, apure as causas do acidente. Se não causou grandes avarias, o pouso forçado provocou rebuliço no aeroporto. Da janela do terceiro andar do terminal de passageiros, a dona de casa Iela Rospide Ferreira, 28 anos, apavorou-se ao deparar com a cena.– Eu vi a hora que ele subiu, acho que deu uma volta e desceu. Logo (após pousar de barriga) começou a sair faíscas. Achei que ele ia estourar pela fumaça que saía – afirmou Iela. Centenas de pessoas…

Argentina assina compra de 20 jatos da Embraer

Daniel Rittner, de Bueno Aires - Valor O contrato definitivo para a venda de 20 jatos da Embraer à Aerolíneas Argentinas será firmado amanhã, durante visita da presidente Cristina Kirchner ao colega Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília. A afirmação foi feita pelo secretário de Transportes da Argentina, Juan Pablo Schiavi. O negócio é avaliado em US$ 700 milhões e envolve aeronaves do modelo E-190, com capacidade para 96 passageiros ou mais, dependendo da configuração.Para avançar, a transação depende de aval do BNDES, que deverá financiar 85% do valor total. Os aviões serão destinados à frota da Austral, subsidiária da Aerolíneas para voos domésticos e regionais. Consultado, o banco informou que a operação ainda está em fase de tramitação e até o momento não houve decisão da diretoria sobre o assunto.O preço de cada aeronave, em torno de US$ 35 milhões, conforme a carta de intenções firmada recentemente, gerou controvérsia na Argentina. Segundo o jornal "La Nación", compan…

Acidente fecha Salgado Filho por 1 hora e meia

O Estado de S.Paulo Acidente com um bimotor Sêneca da empresa Jad Táxi Aéreo levou a Infraero a suspender as operações no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, entre 7h55 e 9h20 de ontem. Pouco depois de decolar rumo a Santa Maria e Alegrete, a aeronave voltou e, por problema no trem de pouso, se arrastou de barriga na pista, até parar. O piloto e o copiloto, os únicos ocupantes, não se feriram. Onze chegadas e 10 saídas atrasaram e dois voos foram cancelados.

Superavião pousa em Cabo Frio

O cargueiro ucraniano Antonov trouxe da Noruega dois helicópteros O Globo O avião cargueiro Antonov AN-124, fabricado na Ucrânia, pousou na manhã de ontem no Aeroporto Internacional de Cabo Frio. De acordo com a Operadora Costa do Sol, que administra o aeroporto, o Antonov trouxe dois helicópteros EC225 da BHS, empresa especializada no transporte de passageiros para plataformas de petróleo.Com capacidade para transportar até 150 toneladas, o avião veio da Noruega. Outros dois helicópteros deverão ser importados em outra ocasião. O Antonov AN-124 é considerado o maior avião comercial de transporte do mundo, sendo superado apenas pelo AN-225, que transporta o Buran, ônibus espacial russo. O secretário de Desenvolvimento de Cabo Frio, Carlos Victor Mendes, disse que o pouso do Antonov comprova que o Aeroporto de Cabo Frio está pronto para receber qualquer tipo de aeronave com carga para a indústria do petróleo: — Em menos de meia hora após o pouso do avião, a carga já estava nos hangares, o…

TAM é condenada por morte de mãe e filho

Zero Hora O Superior Tribunal de Justiça (STJ) condenou a TAM a pagar mil salários mínimos a um homem que perdeu a mulher e o filho durante uma tentativa frustrada de pouso de um dos aviões da empresa, em 1990. No acidente, o carro em que estavam Giselle Marie Savi de Seixas Pinto e seu filho foi atingido pelo avião Fokker MK 60, em uma via pública, em Bauru (SP). Além do carro das vítimas, casas foram atingidas.A empresa entrou com um recurso para reduzir o valor da indenização, mas o pedido foi negado pelo STJ.Além do pagamento de 500 salários mínimos por cada uma das vítimas, o STJ ordenou que a companhia pague indenização pelos objetos de uso pessoal danificados ou perdidos no acidente e as despesas do funeral.

Estado não presta contas de verba da Infraero

Está nas mãos do Governo do Estado o início das obras de ampliação do Aeroporto Regional de Juazeiro ANTÔNIO VICELMO - Diário do Nordeste (CE) JUAZEIRO DO NORTE. O investimento para execução do projeto de emergência do Aeroporto Regional do Cariri está estimado em R$ 5 milhões. O início das obras está na dependência de compromissos anteriores assumidos pelo Governo do Estado. De acordo com o deputado federal José Airton Cirilo, o Estado não cumpriu as cláusulas do contrato assinado com a Infraero. A primeira delas, segundo o parlamentar, foi a não prestação de contas de uma verba no valor de R$ 2,7 milhões liberada pela Infraero em 2003, no início do Governo Lúcio Alcântara, para ampliação da pista e dos terminais de passageiros e também do estacionamento. No caso da pista, que seria ampliada de 1.800 metros para 2.300 metros, ficou no mesmo tamanho. O parlamentar acrescenta que o entrave maior é a não prestação de contas que impossibilita a homologação do campo de pouso junto a Agência…

Aernnova monta centro de desenvolvimento no Brasil

Virgínia Silveira, para o Valor, de São José dos CamposA perspectiva de participação em projetos como o do Trem Bala e dos caças de combate da Força Aérea Brasileira (FAB), além de uma maior proximidade com seu principal cliente, a Embraer, foram decisivos para que o grupo espanhol Aernnova Engineering decidisse trazer para o Brasil uma unidade do seu centro internacional de desenvolvimento de projetos de engenharia. O objetivo da empresa, segundo o diretor presidente, Adel Ben-Smida, é transformar o centro brasileiro em uma base de desenvolvimento de tecnologia para a América Latina.O projeto já está sendo colocado em prática com a contratação de uma equipe de 15 engenheiros e técnicos brasileiros, sendo que seis deles já receberam treinamento nos centros de engenharia da empresa na Espanha e nos Estados Unidos. "De imediato, contrataremos um total de 20 profissionais, mas a nossa matriz espanhola não impôs nenhum limite no número de empregados que serão incorporados ao novo cen…

Luta contra o tempo

Sonia Racy - O Estado de S.PauloE crescem o trabalho e as preocupações para Nelson Jobim. O ministro recebeu ontem a primeira versão do relatório do BNDES e da McKinsey com o diagnóstico sobre a situação do setor de Aviação no Brasil.No dia 23, aprofunda o debate com os consultores e o banco sobre o maior entrave nessa área: os aeroportos de São Paulo.Contra o tempo 2O fato é que a situação se agrava a cada dia, pois o aquecimento da economia, aumentando a demanda de voos, em nada combina com a lentidão do governo Lula na busca de soluções para o problema aeroportuário.Exemplo? Para contornar decisão do TCU que vetou pagamento em obra da Queiroz Galvão, Constran e Serveng, Nelson Jobim anunciou, em agosto, que o Exército faria a complementação urgente em Cumbica.Até agora, nada.

TAM reverte prejuízo e lucra R$348 mi no terceiro trimestre

Aluisio Alves; Edição de Alberto Alerigi Jr.Reuters SÃO PAULO, 12 de novembro (Reuters) - A TAM informou nesta quinta-feira que fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 348 milhões, revertendo prejuízo de R$ 663,6 milhões em igual período do ano passado.Entre julho e setembro, a receita líquida obtida pela maior companhia aérea brasileira foi de R$ 2,419 bilhões, uma queda de 16,5% em relação aos R$ 2,896 bilhões auferidos em igual intervalo de 2008.No trimestre, a geração de caixa da TAM, medida pelo Ebitdar (lucros antes de juros, impostos, depreciação e custos com leasing de aeronaves), ficou em R$ 377,1 milhões, 10,6% menor do que os R$ 421,8 milhões do terceiro quarto de um ano antes.Segundo a companhia, os resultados do período mostram uma tendência de recuperação dos efeitos da crise global, o que se traduziu no aumento da demanda no mercado doméstico, que cresceu 26% comparado com o mesmo período de 2008.O resultado da última linha foi favorecido pela queda anualizad…

Avião da TAM retorna após decolagem

Jornal do Commercio SÃO PAULO – Um avião da TAM, que partiu de Nova Iorque em direção a São Paulo na noite de anteontem, teve que retornar ao aeroporto de origem devido a uma falha. Segundo a TAM, o voo JJ 8081, com 196 passageiros a bordo, teve que voltar para Nova Iorque devido a uma indicação, no painel, de mau funcionamento de um dos flaps (comandos localizados nas asas) da aeronave.De acordo com a TAM, o avião passou por manutenção corretiva e o voo foi retomado à 1h28 de ontem, com pouso normal em Guarulhos (SP) às 10h38 (horário de Brasília). O voo era previsto para chegar às 6h45. A companhia também informou que seu sistema de check-in nos aeroportos ficou fora do ar na manhã de ontem, provocando atrasos em 40% dos voos. O problema foi corrigido.

Flex, ex-Varig, busca saída

Jornal do Commercio A Flex, empresa remanescente da recuperação judicial da Varig, negocia com a Gol um contrato que garanta a sobrevivência da companhia por mais um ou dois meses. Com dívida de R$ 8 milhões e sem poder voar por falta de recursos para pagar o seguro e o aluguel de seu único Avião, a Flex tem até o fim de novembro para negociar o cruzamento do montante devido à União com uma indenização que tem a receber.

Rio sem segurança em todos os setores

Dos 20 aeroportos do Estado, apenas dois têm aparelhos de raios X. Falhas na segurança também são vistas na fiscalização dos 635 km do litoral fluminense, patrulhados por apenas uma lancha da PFAntônio Werneck e Carla Rocha Agência O Globo RIO – Vinte anos após o Aeroporto Internacional Tom Jobim ter sido apelidado de "queijo suíço", a segurança aérea no Rio ainda é precária. Dos 20 aeroportos, a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) controla apenas cinco e, desses, apenas dois têm equipamentos completos de fiscalização – incluindo aparelhos de raios X, semelhantes aos encontrados abandonados na semana passada no Rio – para passageiros, bagagem e carga. Um exemplo recente da fragilidade da segurança aeroportuária pode dar muita dor de cabeça num futuro próximo. Desde março, o Aeroporto Internacional de Cabo Frio, que foi municipalizado, opera um voo cargueiro, que chega uma vez por semana de Miami – uma das rotas conhecidas de contrabando de mercadorias…

Temporada de caça

Minas quer ser referência na formação de profissionais para atender empresas do setor aéreo que estão instalando centros de manutenção no estado e o mercado nacionalVanessa Jacinto - Estado de MinasA consolidação do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande BH, como um dos principais terminais de transportes de passageiros e de cargas do país deu início a uma verdadeira temporada de caça aos profissionais do setor aéreo. Até 2014, com a realização da Copa do Mundo, o aeroporto deverá ser alvo de novos investimentos. Para o salto previsto no número de passageiros (de 6 milhões para 12 milhões de usuários), será necessária a realização de obras de infraestrutura que vão demandar, conforme estima Luiz Antônio Athayde, subsecretário de Relações Internacionais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, cerca de 2 mil contratações. "Para a operação propriamente dita, o número de prestadores de serviço no aeroporto deve triplicar."Até mesmo na disputa com São P…

Nas asas da aviação

Criação do Polo de Aviação Civil em Minas abre chances de contratação em todos os níveis. Só a Gol deve saltar de 500 para 1,2 mil empregosVanessa Jacinto - Estado de MinasAdriana Pereira Bento, de 26 anos, não vê a hora de embarcar num voo comercial como integrante da tripulação. Recém-formada como comissária de bordo, ela está aguardando apenas a prova da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para começar a bater na porta das companhias aéreas em busca de uma colocação. "A prova está marcada para o mês que vem e, até o início do ano, espero fazer parte de alguma equipe", diz.Ela não é a única com boas expectativas. Com a criação, em Minas, do Polo de Aviação Civil, considerado o segundo do país, diversas empresas do setor aéreo estão expandindo os negócios e oferecendo oportunidades de contratação.Na Região Metropolitana de Belo Horizonte, os investimentos são significativos. A Gol Linhas Aéreas, por exemplo, deverá abrir, até março de 2010, novos postos de trabalho no …