Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2010

TAP retoma voos diários para Recife

Giovanni Sandes - Jornal do CommercioA companhia aérea portuguesa TAP retomará, a partir do próximo dia 11 de junho, a operação diária, de domingo a domingo, do seu voo Recife-Lisboa. Em agosto do ano passado, depois de sofrer com uma forte alta do preço dos combustíveis, segundo comunicado da época, a empresa anunciou a redução do número de ligações entre Pernambuco e Portugal de sete para seis frequências (quantidades semanais de voos). A mudança foi implementada, de fato, desde outubro de 2008.A informação sobre a retomada dos voos diários foi antecipada pelo secretário de Turismo, Paulo Câmara, e confirmada pela TAP.A companhia aérea ainda informou os preços das passagens, que, na classe turística, partem de US$ 999, sendo que, na classe executiva, começam em R$ 2.998. Nos dois casos, contudo, é bom atentar para a necessidade de pagamento ainda da taxa de embarque, habitualmente calculada à parte no setor.No comunicado da época em que informou sobre a retirada de um de seus voos s…

Aeroporto do Recife terá scanner corporal

Terminais internacionais do Recife, São Paulo, Rio e Manaus serão os primeiros do País a receber aparelhos de raios X que fazem varredura no corpo do passageiro, anunciou ontem a Polícia Federal Jornal do Commercio RIO – A Polícia Federal informou ontem que instalará em quatro aeroportos internacionais do Brasil aparelhos de raios X capazes de fazer uma varredura no corpo de cada passageiro. Os body scanners serão instalados a partir de maio no Recife, Rio, São Paulo e Manaus (AM). De fabricação alemã, os aparelhos são usados para oferecer segurança contra ações terroristas. O body scanner é capaz de detectar até dispositivos explosivos eventualmente escondidos em cavidades, nas partes íntimas ou amarrados ao corpo. "É um equipamento com uma energia muito baixa que pode passar além de camisas e calças", disse o subcoordenador do Laboratório de Ciências Radiológicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), Antônio Peregrino. A previsão é que a Polícia Federal, além da …

“Até julho, liberamos a cabeceira para a nova pista do aeroporto”

Humberto Trezzi - Zero HoraA pior parte da novela de ampliação do aeroporto Salgado Filho, com desapropriações empacadas e licitações contestadas, passou. Quem garante é Jorge Dusso, diretor-geral substituto do Demhab e encarregado da remoção de duas vilas situadas na cabeceira da pista de aviação, cujas casas impedem a instalação de equipamentos necessários para voo sob neblina. Sem essa aparelhagem, atrasos são constantes em Porto Alegre. Até agora, foram transferidas apenas 152 famílias, das 2,9 mil que devem ser removidas.Zero Hora – Desde 1997 autoridades projetam a ampliação do Aeroporto Salgado Filho. Passados 13 anos, menos de 10% das casas situadas na área destinada ao aumento da pista e terminais de carga foram removidas. Qual o motivo?Jorge Dusso – Por diversas razões. Em qualquer obra, leva-se mais tempo no planejamento, orçamento e licitação, do que na construção em si. Dia desses, para retirar uma árvore situada onde planejávamos uma casa, levamos mais de seis meses. Hoj…

Susto com avião fecha Salgado Filho

Problema no motor fez Cessna se arrastar pela grama, quebrando cauda Zero Hora Um acidente com um avião monomotor deixou o Aeroporto Internacional Salgado Filho fechado na manhã de ontem. A pista foi liberada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) 50 minutos após o episódio, ao meio-dia, apenas para decolagens. Os pousos só foram autorizados às 12h35min, uma hora e meia após o incidente.O avião, o Cessna 152 prefixo PT-WQP, ultrapassou o ponto de decolagem e se arrastou pela grama, quebrando parte da cauda. A aeronave percorreu toda a pista, mas não conseguiu decolar e parou na cabeceira, perto do sistema de iluminação e da cerca que separa o aeroporto da Avenida dos Estados. O motivo da abortagem do voo seria uma falha no motor.O Cessna era usado em treinamentos. Quem recebia lições de voo eraBruno André Kohlrausch, 22 anos, aluno do curso de Ciências Aeronáuticas da PUCRS, acompanhado pelo colega Guilherme Bilche. Ambos sofreram escoriações leves. Eles pret…

América Latina ganha espaço na estratégia da Airbus

Virgínia Silveira, para o Valor, de São PauloA fabricante europeia de aeronaves Airbus quer aumentar de 42% para 50% a sua participação no mercado de aeronaves comerciais de mais de 100 assentos na América Latina, onde possui hoje uma frota de 369 jatos em operação. "É a única região no mundo onde as companhias aéreas não perderam dinheiro em 2009 e não vão perder esse ano também, disse o vice-presidente da Airbus para América Latina e Caribe, Rafael Alonso.No Brasil, de acordo com o executivo, a demanda por transporte aéreo quase que dobrou nos últimos 10 anos, enquanto que no mundo o tráfego aéreo dobra a cada 15 anos. A Airbus, segundo Alonso, aposta no crescimento contínuo das companhias aéreas brasileiras, embora admita que 2010 ainda será um ano de transição e com vendas menores, se comparado aos níveis de 2007 e 2008."Devemos fechar 2010 com um pouco mais de 30 aeronaves vendidas, equivalente ao desempenho de 2009", disse.A América Latina respondeu por 10% das ve…

Grandes aéreas inspiram-se nas pequenas e cobram taxas adicionais

Paola de Moura, do Rio de Janeiro - ValorA cobrança extra de serviços pelas companhias aéreas é tendência que cresce no exterior e já desembarcou no Brasil. Taxas pela segunda bagagem, até pela primeira, ou um adicional na hora de embarcar para ter mais espaço no avião são cobranças cada vez mais comuns nas companhias aéreas de baixo custo. Mas especialistas avaliam que serão adotadas também pelas grandes empresas.A brasileira Gol começa a estudar uma forma de implementar essa prática. Por enquanto, a legislação proíbe. Mas o diretor de Alianças da Gol, Marcelo Bento Ribeiro, diz que, com o tempo, a lei será alterada e a companhia começará a adotar novas formas de tarifas.Ribeiro afirma que a empresa nunca vai cobrar por um copo d " água. "Não somos uma companhia de baixo custo". Mas ele critica a obrigação de levar 25 kg de mala "de graça" num voo de curta duração ou duas de 35 kg em longa duração. Hoje, disse, a Gol já vende separadamente assentos com mais e…

Japan Airlines corta 45 rotas e elimina São Paulo-Tóquio

DA REDAÇÃO - Folha de SPPara o cerca de 1,5 milhão de japoneses que moram no Brasil e os aproximadamente 300 mil decasséguis brasileiros no Japão, a viagem de ida e volta entre os países ficará mais difícil. É que a empresa aérea JAL (Japan Airlines), que pediu concordata em janeiro, informou que cortará 45 rotas - entre elas, a que liga Tóquio a São Paulo, em operação desde 1978.Segundo a Anac, a JAL é a única a operar voos nessa rota e, caso ela não seja ocupada por outra companhia, os passageiros no Brasil terão de realizar voos de conexão para chegar ao Japão. A legislação brasileira não obriga empresas a ocuparem rotas "abandonadas".No total, serão eliminadas 15 rotas internacionais e 30 domésticas a partir de 30 de setembro. A empresa não informou quantos funcionários trabalham na base de São Paulo.Sobre a possibilidade de clientes que tenham reserva para o período posterior ao da suspensão dos voos, a empresa informou "negociar com outras companhias aéreas a real…

Deficiências da Infraero prejudicam PIM, diz senador Arthur Virgílio

Portal Amazônia MANAUS - As deficiências da Infraero, em Manaus, estão causando prejuízo à produção industrial da Capital amazonense, afirmou o líder tucano Arthur Virgílio Neto da tribuna do Senado. O senador citou declaração do vice-presidente da Federação das Indústrias do Amazonas (FIAM), Murilo Marques Barbosa, rebatendo a alegação de que os problemas decorrem do crescimento da produção industrial. "Foi a primeira vez – disse ele ao jornal A Crítica – que vi o crescimento da produção industrial apontado como vilão da história, quando, como todos sabem, o vilão é a deficiência na infraestrutura logística."Arthur acrescentou que empresários do Polo Industrial de Manaus (PIM) e integrantes das bancadas parlamentares do Amazonas, por iniciativa do deputado Lupércio Ramos, já se reuniram, em Brasília, com o presidente da Infraero, para pedir providências, que não foram tomadas até agora. "Após o encontro – assinalou o senador – foram liberadas as cargas de sete vôos.Logo a…

Fortaleza poderá proibir voos a partir das 18h

Estudo técnico sobre os impactos causados pelos ruídos dos aviões na cidade embasará Ação Civil Pública do MPFMIGUEL PORTELA - Diário do NordesteDesde que se mudou para o bairro Lagoa Redonda, situado a dez quilômetros do Aeroporto Internacional Pinto Martins, o artista plástico Hélio Rôla não dorme nem produz direito. O barulho dos aviões, em particular dos Boeings 727 e 707, trafegando dia e noite muito próximos de onde mora e tem seu ateliê, influencia negativamente em seu cotidiano.Incomodado pelo barulho das turbinas das aeronaves, formalizou denúncia junto ao Núcleo de Meio Ambiente, ao Patrimônio Histórico e Cultural, e ao Ministério Público Federal pedindo alteração no horário dos voos e a proibição do tráfego aéreo a partir das 18 horas.A ideia é seguir o que já foi deliberado no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, que funciona apenas das 6 às 23 horas. O processo está com o procurador da República Alexandre Meireles Marques, que está apurando os fatos e deverá entrar com A…

Internet é alternativa das companhias aéreas para reduzir preço de passagem

Paola de Moura, do Rio - ValorVender pela internet é a maior aposta das companhias aéreas para reduzir o valor cobrado do passageiro. A maioria delas vê seu próprio website como a solução para não ter que pagar aos intermediários, sejam eles as agências de viagens ou as empresas de GDS, que interligam o sistema das aéreas às agências. A LAN, por exemplo, já vende 60% de seus tíquetes no Chile por meio do seu site.No Brasil, a Gol, pioneira no uso desse canal no país, faz 80% das vendas pela rede.A briga com as agências de viagens e os GDS é antiga, mas se aprofundou nos últimos anos com a expansão da internet e a chegada da banda larga. Embora na América Latina ela não atinja nem 5% da população, as empresas acreditam que, com sua expansão, as chances de aumentar as vendas por esse canal é enorme. Principalmente com o potencial de crescimento do setor na região, que, segundo dados apresentados ontem no seminário Airline Distribution 2010, no Rio, será de 14% em 2010.Sergio Mendoza, vi…

Trip se prepara para abrir capital e lucra R$ 28,5 milhões em 2009

Valor A Trip Linhas Aéreas se tornará uma S.A. e terá registro de companhia de capital aberto na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) até o fim deste ano. Após essa etapa, planeja fazer uma oferta inicial de ações na bolsa no prazo de dois anos. A informação é do presidente da maior empresa aérea regional brasileira, José Mário Caprioli. O executivo divulgou ontem que a Trip teve lucro líquido de R$ 28,5 milhões em 2009, revertendo prejuízo de R$ 7,1 milhões em 2008."Não vou fazer isso a qualquer custo. O IPO virá em algum momento muito mais como consequência", afirma Caprioli. O executivo destaca que a Trip, por ter o capital fechado, nem precisaria divulgar seu balanço. No entanto, a empresa prefere informar seus resultados, também, como uma espécie de preparação para abrir seu capital.No ano passado, o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da Trip foi de R$ 59,3 milhões, com margem de 13,65%. "Estou satisfeito. Pelo segundo ano consecutivo…

Câmara analisa indenização por atraso em voo no Brasil

Reparação, que inexiste hoje, pode ser de 50% da tarifaDA SUCURSAL DE BRASÍLIA - Folha de SPA Câmara dos Deputados deve começar a analisar nos próximos dias projeto de lei do governo federal que cria uma indenização de 50% sobre o valor da passagem aérea quando houver cancelamento de voos, atraso da decolagem superior a duas horas ou recusa da companhia em embarcar o passageiro. Hoje, a indenização por atrasos não tem previsão legal.O projeto acaba de chegar à Comissão de Defesa do Consumidor, uma das quatro comissões da Casa por onde o projeto deverá tramitar antes de ir ao Senado (caso seja aprovada).A proposta traz situações em que a indenização não se aplica, como cancelamento por "motivo de força maior, caso fortuito ou exercício regular de poder da polícia" e se a companhia embarcar o cliente em outro voo na data escolhida por ele.A assistência ao passageiro - hotel, alimentação, reembolso da passagem e embarque em outro voo - só é exigível hoje das empresas após quatr…

Zeca Pagodinho ganha R$ 30 mil por atraso em voo

Em segunda instância, Justiça do Rio manda companhia aérea e agência de turismo pagarem indenização para o cantorSegundo a decisão, sambista sofreu constrangimentos ao ficar duas horas sem descer de avião, que tinha banheiro quebrado, em Buenos AiresDA SUCURSAL DO RIO - Folha de SPO cantor Zeca Pagodinho, 51, deverá receber uma indenização de R$ 30 mil fixada pela Justiça do Rio por sofrer atraso em voo e ser vítima de constrangimento causado por companhia aérea e agência de turismo no retorno de viagem de férias com a família, em julho de 2008, a Bariloche (Argentina).Seu advogado, Sylvio Guerra, disse que o avião saiu com quatro horas de atraso e deixou passageiros esperando duas horas na escala em Buenos Aires, sem que pudessem descer da aeronave, que estava com o banheiro lacrado, a água do vaso sanitário transbordando e os fios à mostra sobre o carpete."Faltou tudo -água, comida, atenção", disse Zeca. Em tom de brincadeira, completou que não sentiu falta de ar ou pânico…

A Trip vai aumentar de tamanho

O Estado de SP A companhia aérea regional Trip, controlada pelos grupos de transporte rodoviário Caprioli e Águia Branca e pela empresa americana SkyWest, divulgou ontem seus números financeiros de 2009. No ano passado, a empresa faturou R$ 450 milhões e teve lucro de R$ 28,5 milhões. Em meio à euforia do setor aéreo, a Trip anunciou que pretende crescer 60% até o final do ano com a chegada de seis novas aeronaves, entre jatos Embraer e turboélices da fabricante francesa ATR.

Acidente com monomotor deixa dois mortos em Resende (RJ)

Jornal Nacional

O piloto desviou de um prédio e pousou na rua, mas o monomotor, que pertencia ao Corpo de Bombeiros, pegou fogo. O comandante e um tripulante morreram na hora.

Iphan embarga show de acrobacia aérea no Aterro

Prefeitura se reúne hoje com instituto para negociar regularização do Red Bull Air Race no Parque do Flamengo. Exibição não tinha autorização para ocorrerem local tombadoCHRISTINA NASCIMENTO - O DiaO Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) embargou, ontem, o evento internacional Red Bull Air Race, conforme antecipou o colunista Fernando Molica no 'Dia Online'. Se a organização insistir no evento, previsto para os dias 8 e 9 no Parque do Flamengo, a Polícia Federal pode ser acionada. A prefeitura se reúne hoje com integrantes do Iphan e da empresa patrocinadora da corrida aérea para tentar reverter à decisão.A preocupação do Iphan é com a preservação do parque, que é tombado desde 1965 e, no evento, deve ser ocupado por cerca de um milhão de pessoas.Por sua importância arqueológica, etnográfica e paisagística, o local tem limitações e regras específicas para o uso.Os organizadores têm cinco dias para retirar os tapumes metálicos do parque. De acordo como …

Mais três anos de atrasos em voos

Ampliação da pista do aeroporto Salgado Filho, que permitirá o sistema antineblina, deve demorar pelo menos 36 mesesHumberto Trezzi - Zero Hora Devem surgir no Rio Grande do Sul esta semana as primeiras brumas dos nevoeiros que costumam atormentar a região. E gaúcho que tem compromisso com hora marcada, em outras partes do país, pode se munir de muita paciência.Éque voar nos céus de Porto Alegre, nas manhãs de maio a agosto, vai se tornar loteria. Calvário que vai se prolongar, pelo menos, pelos próximos invernos. Tudo porque a ampliação da pista do Aeroporto Salgado Filho, dos atuais 2.280 metros de comprimento para 3.200 metros, não sai antes de três anos. E, sem ela, não pode ser instalado o equipamento ILS-2 (Instrumental Landing System, categoria 2), que propicia pousos e decolagens em dias de pouca visibilidade.A previsão é de que a remoção de vilas situadas na cabeceira, o aumento da pista e a instalação da aparelhagem estejam concluídas até julho de 2013 – mas essa é uma perspe…

TAM testa biocombustível em voo neste ano

Eduardo Laguna, de São Paulo - ValorA TAM planeja realizar no segundo semestre um voo de demonstração utilizando como combustível uma mistura de 50% de bioquerosene produzido a partir do pinhão manso. O presidente da TAM, Líbano Barroso, informou que o voo partirá do Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), no Rio, em data ainda a ser definida. Segundo a empresa, será o primeiro voo com biocombustível na América Latina.A experiência é resultado de um projeto iniciado há um ano e meio e que tem a parceria da Airbus e da CFM, joint venture entre a americana General Electric (GE) e a francesa Snecma responsável pelos motores do avião.Desde seu início, a TAM investiu US$ 150 mil no projeto, o que inclui desde as pesquisas até a compra de sementes de pinhão manso e sua transformação em óleo semirefinado. Este foi enviado aos Estados Unidos para processamento pela UOP LLC, uma empresa do grupo Honeywell. O investimento da Airbus no projeto foi da ordem de US$ 70 mil.Ao justifi…

Países da UE ajudarão empresas aéreas

Valor Os governos europeus serão autorizados a efetuar pagamentos na forma de auxílio às companhias aéreas para ajudar a compensar prejuízos de até € 2,5 bilhões (US$ 3,3 bilhões) causados pelo fechamento de aeroportos devido à nuvem de cinzas criada pelo vulcão islandês. Medidas que constituem ajuda são admissíveis para ressarcir danos resultantes de catástrofes naturais e de outros eventos extraordinários, disse ontem o comissário de Transportes da União Europeia (UE), Siim Kallas, numa conferência de imprensa em Bruxelas. Os governos também deverão explorar medidas não diretamente relacionadas com ajuda, como empréstimos e garantias, disse ele."Se o apoio dos Estados-membros assumir a forma de auxílio estatal, deveria ser concedido com base em critérios uniformes em nível europeu", disse Kallas. "Não pode ser usado de modo a criar ajuda desleal a empresas não relacionadas à crise".Mais de 100 mil voos foram cancelados em toda a Europa depois que a erupção do vulcã…

Prazo para aeroportos se alonga

DIMMI AMORA DA SUCURSAL DE BRASÍLIA - Folha de SP Uma reunião entre integrantes da Infraero e do TCU (Tribunal de Contas da União) acendeu o sinal vermelho em relação às obras de 16 aeroportos que vão servir às sedes da Copa de 2014, no Brasil.Os servidores da Infraero informaram que só no final de 2011 terão prontos os projetos executivos das obras. Somente depois disso serão feitas as licitações, o que não deve acontecer antes de 2012.Os prazos foram considerados exíguos e preocuparam os técnicos dos dois órgãos. Isso porque, além das licitações serem complexas, as obras vão precisar de licenças dos órgãos ambientais em muitos casos, o que fará com que os prazos aumentem.O tema será discutido no próximo dia 11, em um encontro no TCU. Na reunião, o tribunal vai falar sobre como será realizada a fiscalização dos recursos.De acordo com o presidente do Sinaenco-SP (Sindicato da Arquitetura e da Engenharia), José Roberto Bernasconi, há um ano e meio o TCU avisou à Infraero que só permitirá…

Queda de monomotor mata 2 bombeiros em Resende-RJ

PRISCILA TRINDADE - Agência EstadoDuas pessoas morreram na queda de um monomotor do Corpo de Bombeiros no bairro de Vila Santa Isabel, em Resende, no sul do Estado do Rio de Janeiro.O acidente aconteceu por volta das 16h15, próximo ao Aeroclube da cidade. Segundo o Corpo de Bombeiros, dois tripulantes da corporação faziam o trabalho de reconhecimento da área, possivelmente para treinamento, quando o monomotor perdeu altura e caiu, mas não atingiu nenhum morador do bairro. A aeronave explodiu em seguida. A área onde o acidente ocorreu está isolada. As causas do acidente serão investigadas.

Air France oferece indenização variável

France-PresseA advogada Sarah Stewart, do escritório londrino Stewarts Law, representante de famílias de vítimas do voo AF447 Paris-Rio, reprovou ontem a Air France por oferecer, de maneira extrajudicial, indenizações variáveis de acordo com a nacionalidade dos mortos, na expectativa de cumprir suas obrigações "com menos gastos e discretamente".A companhia propõe pagar US$ 4 milhões por pessoas nos Estados Unidos, 750 mil dólares no Brasil e 250 mil dólares na Europa.– As informações que temos, procedentes de fontes vinculadas às seguradoras, sugerem que a Air France e suas companhias de seguros esperam solucionar os pedidos de indenização sem gastar muito e agindo discretamente com as famílias, em atitude quase confidencial – declarou Sarah Stewart.O escritório representa cerca de 50 famílias (venezuelanas, argentinas, brasileiras, alemãs, britânicas, holandesas, irlandesas e francesas) das vítimas da aeronave que caiu no mar no dia 1º de junho de 2009, deixando 228 mortos.…

TCU cobra projeto para aeroportos

O Globo O Tribunal de Contas da União (TCU) alertou o governo, em especial a Infraero, sobre a demora na elaboração dos projetos de reforma e ampliação dos aeroportos para a Copa do Mundo de 2014. Segundo técnicos do TCU, a própria Infraero, em recente reunião, comunicou que nenhum projetoexecutivo deverá ficar pronto antes de 2011. Para não ser acusado mais tarde de ser responsável por paralisação de obras, o TCU realizará no próximo dia 11 encontro para tratar justamente do modelo de fiscalização das obras da Copa. São pelo menos 15 aeroportos, envolvendo 12 cidades-sede.

Aeronáutica altera procedimentos para pousos e decolagens em Brasília e Recife

CECOMSAER A Aeronáutica alterou, a partir deste mês, procedimentos para pousos e decolagens nas cidades de Brasília e Recife. O objetivo é melhorar a fluidez do tráfego aéreo. Dessa forma, na capital federal, as duas pistas têm sido utilizadas para escoar com mais agilidade os tráfegos. Os procedimentos são baseados em recomendação da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) e implementados pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Até o dia 7 de abril, os voos que saíam de Brasília em direção ao norte do País faziam curva à direita. A partir do dia 8, os aviões mantém a direção da pista. "As duas pistas têm sido utilizadas em suas capacidades. A nossa missão é possibilitar que o fluxo seja organizado e com toda segurança", explicou o Comandante do Primeiro Centro Integrado Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (CINDACTA I), Brigadeiro-do-Ar Maurício Ribeiro Gonçalves.

Ele explicou que, para diminuir ao máximo o ruído para residências próximas á área de…

TAM cobra US$ 50 por espaço adicional em voo para os EUA

DA SUCURSAL DO RIO - Folha de SPA TAM passou a cobrar uma taxa de US$ 50 para o passageiro disposto a ocupar a primeira fila ou as poltronas localizadas nas saídas de emergência em voos para os EUA (para Miami, Nova York e Orlando). Na prática, quem quer mais espaço precisa pagar uma taxa extra.A medida faz parte de um projeto-piloto da companhia e foi implementada há dois meses. O pagamento da taxa é feito durante o check-in.A companhia afirma que gestantes, idosos, pessoas com dificuldade de locomoção ou acompanhadas de crianças de colo não precisam pagar a taxa para ocupar esses assentos. A empresa não informou qual é a distância entre as poltronas.Em voos domésticos, a Azul cobra uma taxa de R$ 20 para o passageiro que pretende ocupar uma das cinco primeiras fileiras. A distância entre as poltronas no avião é de 79 cm. Nas cinco primeiras fileiras, a distância aumenta para 86 cm.A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) anunciou neste ano o lançamento de um selo para mensurar o e…

Céu carregado

Braço estatal no setor aéreo, a Infraero não dá respostas satisfatórias ao crescente movimento dos aeroportos no país Folha de SP É provável que "o Estado brasileiro", como afirmou anteontem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, possa prescindir da iniciativa privada e assumir os riscos de construir a polêmica usina de Belo Monte. O mesmo Estado, entretanto, além de falhar em muitas de suas atribuições básicas, tem se revelado inepto na gestão de outro setor estratégico para a economia do país, cada vez mais importante para um número crescente de brasileiros.Tem sido pífia -e muitas vezes cercada de suspeitas- a intervenção da Infraero na ampliação da capacidade dos principais aeroportos do país. Na região de São Paulo, que concentra a maior parcela dos voos nacionais e internacionais, a situação há muito passou dos limites.Em três anos, o número de passageiros que utilizam o aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, cresceu cerca de 50% -considerando-se os meses de janeiro e feve…

Céu único contra o caos coletivo

Com os 29 mil voos da Europa em operação, Espanha defende controle aéreo unificadoMADRI - O GloboA Espanha defendeu ontem a unificação do espaço aéreo da Europa. Numa tentativa de criar alternativas capazes de evitar um novo caos aéreo no caso das imprevisíveis erupções vulcânicas — como a do vulcão islandês Eyjafjallajoekull — o governo espanhol decidiu usar sua influência à frente da presidência rotativa da União Europeia (UE) para pressionar por mudanças, e convocou uma reunião extraordinária do Conselho de Ministros do Transporte do bloco para o próximo dia 4 de maio, em Bruxelas. Ontem, pela primeira vez em dez dias, todos os 29 mil voos previstos no continente operaram normalmente.Segundo ministro dos Transportes espanhol, José Blanco, o objetivo do encontro é acelerar e concluir, em até dois anos, a implantação de um calendário visando à adoção de um novo sistema de gerenciamento do tráfego nos países do bloco.— Esta semana mostrou a necessidade de fazermos uma reflexão conjunt…

Perícia diz que Airbus estava com sensor sujo

Segundo jornal francês, falta de limpeza afetou operação de aparelho do avião da Air France que caiu em junho de 2009Informação é revelada pelo "Libération" no mesmo final de semana em que a França encerrou a terceira etapa de buscas pelas caixas-pretasDA REPORTAGEM LOCAL - Folha de SPDeficiências na manutenção do Airbus-A330 que caiu no oceano Atlântico no dia 1º de junho do ano passado após sair do Rio de Janeiro, matando 228 pessoas, podem ter contribuído para o acidente, embora não possam ser apontadas como a causa exclusiva ou a mais determinante para a tragédia. A informação consta de um relatório preliminar elaborado por peritos judiciais franceses, cujo teor parcial foi divulgado ontem pelo jornal parisiense "Libération". Segundo o jornal, o documento, que será finalizado em dezembro, aponta que os sensores pitot, que ajudavam o piloto a saber a velocidade da aeronave, podem ter falhado porque não estavam sendo limpos com a devida frequência. Os sensores, diz…

Perícia acusa falha de manutenção em queda do AF 447

Relatório divulgado pelo Libération critica prazos de limpeza das sondas de velocidade do Airbus da Air France O Estado de SP A investigação francesa judicial sobre a tragédia do voo 447 da Air France apontaram que falhas na manutenção podem ter provocado o acidente, em junho do ano passado. O Airbus A330 havia saído do Rio de Janeiro e seguia para Paris, quando caiu no oceano Atlântico. Todos os 228 ocupantes do voo morreram.As informações estão presentes no relatório preliminar sobre o acidente, que teve partes divulgadas ontem pelo jornal francês Libération. O documento elaborado por cinco peritos judiciários, no entanto, ainda está sendo trabalhado e a previsão é que a versão definitiva seja apresentada em dezembro.O jornal aponta que esse é um "elemento contribuinte", mas afirma não que ainda não é possível com precisão identificar os fatos que conduziram ao desastre. Por isso, concluem que "é necessária a busca de outras provas", O relatório aponta falhas na ma…

Uma ponte aérea só para a classe executiva

Marcelo Ambrosio - Jornal do BrasilNa Europa isso não é mais novidade. Nem nos Estados Unidos, embora a crise econômica tenha abortado algumas tentativas mais ousadas, principalmente transcontinentais. Criar voos exclusivos para a classe executiva em trajetos de alta densidade poderia ser uma alternativa interessante especialmente no caso da ponte aérea entre o Santos Dumont e Congonhas – mesmo depois de o trem-bala ficar pronto. Li recentemente que a passagem por via férrea custaria em torno de R$ 500, o que achei extremamente salgado considerando a comparação com o que o avião, em tese, oferece. Fala-se que o trajeto entre o Rio e São José dos Campos, que seria o primeiro a ser posto em operação, levaria em torno de duas horas e meia. É verdade que gastamos isso na via aérea se levarmos em consideração o tempo de deslocamento e a espera. Mas ganharíamos no translado entre São José e São Paulo.Na semana passada, antes da fuga cinematográfica da nuvem vulcânica em um aeroporto Charles…

As nanicas decolam

Com tarifas mais baratas e pagamento em até 60 vezes, companhias menores ampliam a participação no mercadoKarla Mendes - Correio BrazilienseAs companhia aéreas "nanicas" estão revolucionando o mercado de aviação no Brasil. Ao focar nas classes C e D, com bilhetes de baixo custo e parcelamento de passagens em até 60 meses, começaram a roubar clientes das gigantes do setor. Quem ganhou foi o consumidor, que tem conseguido viajar de avião pagando menos, resultado da guerra constante de preços travada entre as empresas.Tanto que, em 2009, a tarifa média dos bilhetes vendidos foi de R$ 322, bem abaixo dos R$ 444 contabilizados em 2008, conforme levantamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Na visão de Felipe Queiroz, consultor de aviação da Austin Rating, está havendo uma mudança estrutural no mercado, consequência não só da entrada de novos concorrentes no setor aéreo, mas também da ascensão social. "Além de novos atores na aviação comercial, a classe C está ent…

Anac acaba com piso tarifário

O Estado de SP Está extinto, desde sexta-feira, o valor mínimo para preços de passagens aéreas internacionais vendidas no País. O piso existia para proteger as empresas brasileiras – agora, a medida da Agência Nacional de aviação Civil (Anac) pretende aumentar a concorrência. Na prática, as companhias ganharam total liberdade para fazer promoções nas viagens áreas internacionais.

Incentivo de Portugal à Embraer é questionado

União Europeia pode limitar financiamento português a fábricas da empresa brasileiraJamil Chade, CORRESPONDENTE/ GENEBRA - O Estado de S.PauloAcusando sempre seus concorrentes de estarem recebendo subsídios ilegais, é agora a Embraer quem está sob suspeita de se beneficiar de ajuda estatal ilegal e acima do teto permitido na Europa.A Comissão Europeia não descarta limitar o financiamento dado pelo governo de Portugal para garantir que a Embraer estabeleça uma nova fábrica de aviões em Évora. O projeto deve ser aprovado em junho pelas autoridades europeias, mas o financiamento dado pelo governo português poderá ter de ser reduzido.As investigações já duram um ano e meio. O problema se refere à participação de recursos do Estado português, o que seria considerado como um subsídio e poderia ser vetado por Bruxelas. As regras da UE proíbem subsídios para a produção industrial. A preocupação da Comissão é de que a Embraer acabe se beneficiando de um financiamento que acabaria distorcendo o…

OceanAir agora se chama Avianca

Empresa investirá US$ 250 milhões no Brasil, incluindo a compra de 4 aviõesErica Ribeiro - O GloboSÃO PAULO. A companhia aérea OceanAir mudará de nome nos próximos dias, passando a se chamar Avianca. A alteração faz parte dos planos do Grupo Sinergy, dono da OceanAir no Brasil e do grupo Avianca-Taca. A companhia também irá receberá quatro novos aviões, modelo Airbus A319. A empresa, revelou José Efromovich, presidente da Avianca no Brasil, recebeu investimentos de US$ 250 milhões, sendo quase US$ 200 milhões apenas para a aquisição das aeronaves.O primeiro avião começa a operar nos próximos dias na rota Porto Alegre/Guarulhos/Brasília/Salvador e permanecerá nesse trajeto por um período de dois meses. Depois, a aeronave será usada na ponte aérea Rio-São Paulo. O segundo avião chega no fim de maio; o terceiro, no fim de junho; e o último avião, até dezembro.Com Airbus, oferta de assentos aumenta 30%Com isso, a meta é dobrar sua participação no mercado. A empresa — quinta maior companhi…

CDC amplia as indenizações devidas pelas empresas aéreas

Monitor Mercantil Os responsáveis por acidentes aéreos, em todo o mundo, têm que indenizar pelos danos causados às famílias das vítimas. No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor - CDC (Lei 8.078/90), no seu art. 2º, considera que tanto a pessoa física quanto a pessoa jurídica (empresas) são consumidores e usuários de passagens aéreas. Não são só os familiares das pessoas que morreram em acidentes aéreos, mas também as empresas que compraram e compram a passagem de seus funcionários, que podem reclamar por indenização pelos defeitos ou danos definitivos do serviço de transporte aéreo prestado ou prometido de ser realizado e, que ao final, não acontece, como nos casos dos acidentes aéreos da Air France, Gol/Legacy e TAM, os quais, além de não terem prestado serviço na forma prometida, com a devida segurança, acabaram por ser razão definitiva da morte trágica de seus passageiros. O acidente da TAM, por exemplo, ocorrido no Aeroporto de Congonhas, por culpa ou dolo eventual da empresa e …