Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2008

EADS assumirá controle acionário da Helibras

A Eurocopter, pertencente ao consórcio europeu EADS (European Aeronautics Defence and Space), vai assumir o controle da Helibras, a fabricante de helicópteros brasileira instalada em Itajubá (MG). O pedido de compra de mais ações já seguiu para o CADE. A decisão faz parte de estratégia da Eurocopter, uma empresa com sede em Marselha, na França, de transferir as suas linhas de produção “concentradas na Europa” para os países emergentes, com custo de produção mais baixo.

Antes da decisão de aumentar a sua participação, a Eurocopter era dona de 45% do capital votante da Helibras. O governo de Minas Gerais detém 16,04% das ações da empresa por meio da MGI Participações. O restante do capital está nas mãos do grupo brasileiro Bueninvest, que atua também em outros setores. Segundo informações de fontes, o Bueninvest decidiu ficar com 5% e vender o restante à Eurocopter. O grupo EADS não se pronunciou sobre o assunto.

A Helibras é a única fabricante de helicópteros da América Latina. Hoje a em…

Helibras assina contrato de venda de 4 helicópteros da família Esquilo com a Helisul Táxi Aéreo

Para complementar sua frota de serviço, a Helisul adquire 2 AS 350B2 e 2 EC 130B4
Empresa de táxi aéreo opera atualmente com 12 helicópteros da Helibras em diferentes estados do País


A Helibras (Helicópteros do Brasil S/A) – única fabricante de helicópteros da América Latina e associada ao Grupo Eurocopter – assina nesta data contrato de venda com a Helisul Táxi Aéreo, uma das principais no setor de transporte aéreo do País.

Com as novas aquisições, a Helisul passa a totalizar 30 aeronaves em sua frota, 53% delas da gama Helibras/Eurocopter. Os modelos AS 350 B2 serão operados em contratos já existentes da Helisul com órgãos governamentais, e os modelos EC 130B4 operarão no Rio de Janeiro em sobrevôos panorâmicos.

A Helisul Táxi Aéreo, empresa brasileira fundada em 1972 com o objetivo de transportar passageiros para sobrevôo nas Cataratas do Iguaçu, expandiu rapidamente suas atividades devida à versatilidade do helicóptero, principalmente em um país como o Brasil, com grande extensão terr…

Boa notícia

Elio Gaspari

O presidente da Infraero, Sérgio Gaudenzi, salvou um gol contra dentro da pequena área. A partir de dezembro os 12 maiores aeroportos do país oferecerão conexões gratuitas com a internet pelo sistema Wi-Fi. Repetindo: gratuitas.

Havia aerotecas da Infraero querendo que o acesso excluísse as salas de embarque. Seria o caso de alguém pesquisar o origem de$$$a idéia.

Atualmente, uma empresa de serviços de conexão sem fio oferece a ligação em diversos aeroportos por R$25 para 24 horas e R$15 por duas horas.

De uma lista de 220 aeroportos americanos, a maioria têm Wi-Fi grátis. Poucos cobram tarifas desse tamanho.

Congonhas e a Azul

Ancelmo Góis
As novas regras em definição na Anac podem deixar a noviça Azul fora do Aeroporto de Congonhas nos seus primeiros três anos de vida.

É que a empresa precisaria já estar voando há pelo menos seis meses para participar da primeira partilha de horários no aeroporto mais rentável do país.

Embraer entrega 48 aviões no trimestre

A Embraer entregou 48 aviões no terceiro trimestre, apenas um a mais que em igual período de 2007. Já a carteira de pedidos firmes cresceu 4,3% no período e totalizava US$ 21,6 bilhões. A empresa reafirmou sua estimativa de entregar entre 195 e 200 aviões em 2008, além de 10 a 15 jatos Phenom 100. No acumulado do ano, as entregas totalizaram 145 unidades, com crescimento de 34% em relação ao mesmo período de 2007.

Trip começa a voar em duas novas rotas

A Trip Linhas Aéreas, controlada pelos grupos Caprioli e Águia Branca, inicia no dia 12 duas novas rotas: Vitória-Salvador e Salvador-Natal. A companhia também inicia uma nova freqüência entre Natal e Fernando de Noronha. Atualmente, a Trip atende 65 cidades no Brasil, e a meta é atingir 70 até o final do ano. "Cerca de 50% dos municípios atendidos contam apenas com vôos da Trip", diz o presidente da empresa, José Mario Caprioli.

UNIÃO ANUNCIA CONSTRUÇÃO DO TERCEIRO AEROPORTO EM SÃO PAULO

Márcio de Morais
Brasília - O governo federal anunciou um novo aeroporto na Região Metropolitana de São Paulo. Embora ainda não tenha local definido, o novo aeródromo está criado oficialmente pelo governo federal, com a publicação, na edição de sexta-feira do Diário Oficial da União, do despacho que inclui o projeto no Plano Nacional de Desestatização (PND). A idéia é que o terceiro aeroporto, que vai integrar o sistema aeroportuário paulistano e nacional, junto com Congonhas e Guarulhos (Cumbica), não se localize em uma cidade onde já haja um terminal de grande porte.

Itapecerica da Serra, Franco da Rocha, Ferraz de Vasconcelos, Mogi das Cruzes e Jundiaí são alguns dos municípios que foram apontados recentemente como fortes candidatos a receber o empreendimento. A dimensão do negócio mexe com imaginário dos 39 municípios da grande São Paulo, que estão de olho nos investimentos para implantação do novo aeroporto, estimados inicialmente em mais de R$ 5 bilhões. Alguns prefeitos desses mu…

Grupo argentino tem interesse na concessão do aeroporto do Galeão

A empresa AA2000 administra a maioria dos aeroportos na Argentina



Janes Rocha
, de Buenos Aires
A empresa Aeropuertos Argentina 2000 (AA2000), que tem a concessão de quase todos os aeroportos em seu país, está preparando o primeiro pouso no Brasil. Vai participar da concorrência para a concessão do aeroporto do Galeão (Tom Jobim), no Rio de Janeiro, o primeiro - junto com o Viracopos, de Campinas (SP) - a entrar para o Plano Nacional de Desestatização (PND) anunciado quinta-feira.

A companhia ainda está analisando os números, mas em uma estimativa inicial Ernesto Gutierrez, presidente da AA2000, acredita que serão necessários investimentos de US$ 1,2 bilhão para melhorar e ampliar o aeroporto carioca, aumentando sua capacidade de passageiros dos atuais oito milhões anuais para 25 milhões nos próximos três anos. A estimativa se baseia em projetos de porte e características semelhantes tocados atualmente pela AA2000: as ampliações dos aeroportos de Montevidéu, no Uruguai, e Guayaquil, no E…

Com diversificação, Embraer amplia entregas em 34%

Marli Olmos, de São Paulo

A estratégia da Embraer de aproveitar o aumento do tráfego de passageiros nas regiões emergentes, o que , consequentemente, reduz a participação da América do Norte na sua carteira de clientes, continua tendo reflexo positivo no balanço de entregas e pedidos da companhia. Mas mesmo assim o mercado tem colocado em dúvida o desempenho da companhia. As ações ON terminaram a sexta-feira cotadas a R$ 9,56, com queda de 10,23% no dia. No mês, as perdas já somam 27,02% O anúncio de um crescimento de 34% nas entregas de aeronaves no acumulado dos três trimestres na comparação com igual período de 2007, na sexta-feira, deu à companhia uma sinalização de que seus objetivos para o ano poderão ser alcançados, a despeito das turbulências no cenário mundial, que começaram a atingir as companhias aéreas já no início da alta do petróleo.

A direção da Embraer estabeleceu como objetivo, para 2008, a entrega de 195 a 200 mil unidades. Até o momento 145 jatos foram entregues. No m…

Air France-KLM se aproxima da Gol depois de perder parceria com TAM

Crescimento na América Latina é uma das prioridades da aérea franco-holandesa


José Sergio Osse
, de São Paulo

Dois dias após a TAM anunciar sua entrada na aliança global Star Alliance e o fim da parceria com a Air France-KLM (AF-KLM), a empresa franco-holandesa fechou acordo "interline" com a Gol. Dessa forma, a companhia substitui a antiga parceira pela maior concorrente dela no Brasil e na América do Sul. O acordo passa a valer plenamente dentro de duas semanas.

O acordo "interline" é o primeiro passo em direção a uma parceria operacional de compartilhamento de vôos, chamada no jargão de "code-share". No primeiro caso, embora o passageiro viaje com apenas um bilhete e sem a necessidade de múltiplos embarques (um em cada companhia), as receitas são divididas de acordo com o trecho operado por cada uma das parceiras. Assim, num vôo Belo Horizonte-São Paulo-Paris, a Gol, que faria o trecho BH-São Paulo, fica com a receita desse trecho e o restante vai para a …

Perigo aéreo

Ricardo Boechat
Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Tocantins, além do Distrito Federal, é a região no Brasil onde houve este ano o maior número de acidentes aéreos. Foram 28, segundo a Aeronáutica. A causa mais comum foi falta de combustível em aeronaves agrícolas. Mas teve também caso de desrespeito à lei seca. Um piloto morreu após bater em um morro. Tinha decolado cheio de álcool, ingerido num churrasco.

Aeroportos fora de rota

Empresários interessados em investir na privatização dos aeroportos estão impressionados com o que chamam de incompetência administrativa da Infraero. Nem 5% das obras previstas no PAC foram executadas neste ano. Os custos operacionais, de manutenção e de pessoal são crescentes. As obras de engenharia estão quase todas embargadas, em parte por ação dos órgãos de controle. Eles defendem um novo marco regulatório para o setor, que acabe com a subordinação da aviação civil à área militar. Sem mudanças, afirmam, a Copa de 2014 no Brasil enfrentará graves problemas.

Aeronave cai em Bauru, em São Paulo, e piloto morre

Chico Siqueira

SP: Araçatuba - Uma aeronave caiu no início da noite de domingo, em Recanto dos Nobres, área rural de Bauru, no interior de São Paulo. Segundo o Corpo de Bombeiros, o piloto da aeronave, que voava sozinho, morreu. Ele foi identificado como Antônio Carlos Mendonça Campos, 53 anos.

Os Bombeiros informaram que o avião era um bimotor King Air B-100. Às 7h45, homens da corporação ainda estavam no local. O corpo do piloto foi resgatado durante a madrugada desta segunda-feira.

Campos, que decolou à tarde de Boa Vista (RR) com destino a Sorocaba (SP), parou no aeroporto do Aeroclube de Bauru para fazer abastecimento, mas, logo depois de decolar, no começo da noite, o avião caiu. O aeroclube informou que não vai se manifestar sobre o acidente porque o serviço de abastecimento é terceirizado.

A queda abriu uma clareira de 200 m na mata, próxima do campus da Universidade Paulista (Unip). O incêndio, que assustou moradores da região, foi apagado rapidamente pelos Bombeiros.

Pedaços da f…

CRISE VAI ATINGIR DEMANDA POR VÔOS DOMÉSTICOS EM 2009

Alberto Komatsu

Pela primeira vez em cinco anos, a demanda por vôos domésticos deverá crescer menos de dois dígitos em 2009, cerca de 7%, influenciada pela turbulência no sistema financeiro dos Estados Unidos, conforme estimativas de especialistas e de empresas aéreas. Isso vai ocorrer num cenário poucas vezes visto na aviação comercial brasileira, com a entrada de uma nova companhia, a Azul, o fortalecimento financeiro da Trip Linhas Aéreas com o aporte da americana SkyWest, a unificação operacional da Gol com a Varig, a expansão internacional da TAM e a reestruturação da OceanAir.

“Não é uma queda do setor aéreo propriamente dita, mas uma conseqüência da turbulência da economia mundial. Se houver desaquecimento da macroeconomia, os investimentos diminuem, afetando as viagens de negócios, por exemplo, avalia o especialista em aviação da consultoria Bain & Company, André Castellini. Ele lembra que a demanda do setor aéreo geralmente cresce duas vezes o desempenho do PIB, que deverá …

Cabral: franceses querem concessão do Tom Jobim

Segundo governador, outras empresas estão interessadas em assumir a administração do aeroporto internacional



Ediane Merola e Simone Cândida
– o globo

O governador Sérgio Cabral disse ontem que já existem empresas interessadas em assumir o Aeroporto Internacional Tom Jobim e uma delas seria a Aéroports de Paris (ADP). O modelo de concessão que poderá ser adotado nos aeroportos do país ainda está em estudo e, enquanto a idéia não decola, a Infraero se prepara para lançar, em novembro, quatro novos editais para a realização de obras no terminal 2 do Tom Jobim, no valor de R$205 milhões.

Segundo a Infraero, entre as obras previstas, estão o novo sistema de esteiras de bagagens e as instalações elétricas e de ar-condicionado.

Cabral volta a criticar administração de aeroporto

Há um mês, o deputado federal Otávio Leite (PSDB) constatou que, na proposta orçamentária para 2009, foram destinados apenas R$47,4 milhões para a reforma e a modernização dos dois terminais do antigo Galeão, que receberam…

Embraer entrega 1.º jato para o Japão

A Embraer entregou o primeiro jato modelo 170 para a Japan Airlines (JAL). Segundo o presidente da Embraer, Frederico Curado, a venda é uma oportunidade para a comercialização de aviões no Japão. “A JAL é uma das empresas mais respeitadas do mundo em qualidade e excelência técnica.” O contrato com a JAL engloba 10 pedidos firmes e a opção de compra de outros cinco aviões do mesmo modelo. O valor do pedido é US$ 31,5 milhões.

Congonhas é líder em vôos cancelados

Em setembro, cancelamento chegou a 5,79%, contra 3,03% da média no país

Para reduzir o percentual, a Anac alterará as regras de distribuição de slots, que será baseada na eficiência das companhias aéreas



JANAINA LAGE
, DA SUCURSAL DO RIO – folha SP

O aeroporto mais disputado do país - Congonhas, na capital paulista - tem uma proporção de cancelamentos de vôos que é quase o dobro da média nacional. Segundo dados da Infraero obtidos pela Folha, o percentual de cancelamentos em setembro chegou a 5,79%, o equivalente a 420 vôos. Na média do país, foram cancelados 3,03%. A análise dos dados desde janeiro mostra que em todos os meses o percentual de vôos cancelados no aeroporto superou a média do Brasil.

No mês passado, a TAM cancelou 5,57% dos vôos em Congonhas. Em seguida, apareceram a OceanAir, com 3,79%, a Gol (3,51%) e a Nova Varig, com 3,22%. Os dados variam bastante mês a mês.

Nesta semana, a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) divulgou novas regras para o uso do aeroporto de Congonha…

União paga conta do Aerus

AGU beneficia 9,5 mil aposentados do fundo da Varig que recebem benefício parcial desde 2006.



Dois anos depois de receber somente parte dos benefícios — para alguns, o valor era de até 20% —, os 9,5 mil aposentados do fundo de pensão Aerus tiveram uma notícia animadora. A Advocacia Geral da União (AGU) publicou parecer determinando que a União deve complementar o pagamento de suas aposentadorias, em resposta a liminar obtida pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas.

O recurso foi ajuizado pelos advogados do sindicato em 2006, mas só nesta semana a AGU deu parecer favorável.

O Aerus está sob intervenção desde abril daquele ano, quando dois planos da Varig foram liquidados.

O rombo do fundo é de R$ 3 bilhões, principalmente pela falta de contribuição da principal patrocinadora, a Varig. “A notícia foi recebida com muita alegria por todos, porque isso aponta para a oportunidade de acelerar o tal do encontro de contas para decidir definitivamente esse problema que afetou quase 10 mil pessoas”, …

Melhora pontualidade da aviação brasileira

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou ontem que o índice de atrasos na aviação regular brasileira voltou a cair no mês de setembro para em 10,5%, contra 13,6% em agosto. Esse é o menor índice de atrasos em 17 meses. Já o índice de cancelamentos de vôos em setembro de 2008 caiu para 3%, ante 6,1% registrado em igual mês do ano passado.

Em nota, a agência explica que adotou o referencial de vôos com atrasos acima de 30 minutos e que compreende operações das cinco maiores companhias da aviação regular nacional - TAM, Gol, Varig, Webjet e OceanAir, que juntas detêm 98,1% do mercado doméstico brasileiro – nos 67 aeroportos administrados pela Infraero. Já o indicador de cancelamentos, também fornecido pela Infraero, considera todos os vôos previstos pela companhia e que não foram realizados.

Segundo a Anac, a companhia mais pontual em setembro foi a Varig (7,6% de atrasos nas partidas). A companhia, no entanto, registrou o maior número de cancelamentos (5,5%). Nesse quesito, a m…

Novo aeroporto ameaça mata atlântica em MG

Construção de terminal na zona de amortecimento do Parque do Rio Doce acende polêmica sobre proteção e desenvolvimento

Uma das principais reservas de proteção à biodiversidade de Minas Gerais, o Parque Estadual do Rio Doce (Perd) está na polêmica entre o que é considerado ameaça ambiental e o que é desenvolvimento sustentável.

A Usiminas, uma das maiores siderúrgicas do país, pretende construir, até 2009, um aeroporto, o segundo maior em extensão do estado, na zona de amortecimento do Perd, no município de Bom Jesus do Galho, na Região do Rio Doce. O projeto, em fase inicial de licença prévia no Sistema Estadual de Meio Ambiente (Sisema), tem sido criticado pela comunidade científica, que alega que o empreendimento trará impacto negativo na preservação do meio ambiente, atingindo o maior remanescente de floresta contínua de mata atlântica de Minas. A siderúrgica garante que o novo negócio é um vetor de desenvolvimento sustentável para a população local.

Veja a matéria completa em http://…

Pouso de emergência deixa 40 feridos na Austrália

Ao menos 40 pessoas ficaram feridas em um pouso de emergência realizado por um Airbus A330 no aeroporto de Learmonth, perto da cidade de Exmouth, no oeste da Austrália. Mais de 300 passageiros estavam na aeronave.

Os feridos foram socorridos para hospitais da região com fraturas em ossos e cortes, de acordo com informações da polícia local.

O motivo do pouso de emergência ainda é desconhecido. Os serviços de emergência que foram ao local afirmaram que "há 40 pessoas feridas no acidente. O motivo do pouso é desconhecido".

A aeronave, da companhia Qantas, seguia de Cingapura para a cidade de Perth, na Austrália. A companhia ainda não se manifestou sobre o acidente.

Infraero cancela licitação suspeita

Empresa responsável pela administração de aeroportos revoga concorrência para construção de terminal em Guarulhos, em São Paulo. O valor da obra de R$ 1,1 bilhão e está incluída no PAC



Lúcio Vaz


Um dia após a divulgação da lista de obras irregulares elaborada pelo Tribunal de Contas da União (TCU), a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) revogou a concorrência para a contratação de serviços de engenharia para construção do pátio de aeronaves e terraplanagem do Terminal de Passageiros 3 do Aeroporto Internacional de Guarulhos. O TCU havia recomendado a paralisação da obra, com o corte de recursos orçamentários. A Infraero afirmou que o cancelamento ocorreu para que se promovesse a revisão do orçamento e atualização dos projetos básicos. Avaliada em R$ 1,12 bilhão, a obra está incluída no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

No total, 10 projetos tocados pela Infraero, com orçamento total de cerca de R$ 3 bilhões, apresentaram problemas de sobrepreço, defic…

Empresas que cancelarem vôos serão punidas

A Agência Nacional de Aviação Civil Brasil (Anac) anunciou ontem uma nova regra para a distribuição dos slots (autorização para pouso e decolagem) nos aeroportos. As empresas de aviação que atrasarem ou cancelarem vôos perderão as vagas para pousos e decolagens.

A medida, que desde de ontem está disponível para consulta pública pela internet, entrará em vigor, primeiramente, no Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, mas outros aeroportos com capacidade de infra-estrutura acima de 90% também terão os slots redistribuídos.

"As empresas terão que pagar um preço para estar em Congonhas, e este preço será a qualidade dos serviços", explicou Solange Paiva Vieira, diretora-presidente da Anac. Segundo ela, a medida trará uma concorrência saudável. "As tarifas tendem a diminuir", prevê. Segundo a nova resolução da agência, empresas que omitirem informações sobre incidentes em vôos também serão punidas.

Em breve, a Anac abrirá uma audiência pública para discutir a resolução. A m…

Questões jurídicas da concessão de aeroportos

Ricardo Pagliari Levy

Recentemente, voltou-se a falar na possibilidade da concessão de aeroportos à iniciativa privada. O governo federal sinalizou a intenção de conceder, pelo menos, os aeroportos internacionais do Rio de Janeiro (Galeão) e de Campinas (Viracopos), bem como um novo aeroporto a ser eventualmente construído no Estado de São Paulo.

Além dos estudos de viabilidade técnica e econômico-financeira a serem feitos, será necessário definir o formato jurídico das concessões.

O artigo 36 do Código Brasileiro de Aeronáutica (CBA) dispõe que os aeroportos serão construídos, mantidos e explorados: diretamente pela União; por empresas especializadas da administração federal indireta, vinculadas ao atual Ministério da Defesa; mediante convênio com os Estados ou Municípios; ou por concessão ou autorização.

Atualmente, a maior parte dos aeroportos brasileiros - 67 deles, incluindo Galeão e Viracopos – é explorada pela Infraero, uma empresa pública federal. Há, ainda, aeroportos explorados …

PILOTOS TÊM 10 DIAS PARA APRESENTAR DEFESA

Mato Grosso - O juiz federal em Sinop (MT), Murilo Mendes, determinou desta quarta-feira que os pilotos Jan Paul Paladino e Joseph Lepore e quatro controladores de vôo devem apresentar defesa escrita no prazo de dez dias. Os dois pilotos e os controladores são réus no processo que investiga o acidente com o vôo 1907 da Gol, no qual morreram 154 pessoas em setembro de 2006.

Segundo o juiz, uma alteração do Código de Processo Penal com data de agosto de 2008 determina que, depois de recebida a denúncia, o réu é citado para apresentar defesa escrita, na qual poderá alegar toda e qualquer matéria de defesa. A partir daí, os autos irão conclusos ao juiz, que deverá, se for o caso, absolver sumariamente o acusado. Caso isso não ocorra, parte-se para a produção de prova pericial, se necessária, para então ser realizada uma audiência "concentrada".

Antes dessa alteração, primeiro interrogava-se o réu, depois eram ouvidas as testemunhas de acusação e defesa, nessa ordem, e passava-se à…

Justiça do Rio nega arresto de bens no caso Aerus

José Sergio Osse, de São Paulo

A Justiça do Rio de Janeiro rejeitou o pedido de arresto de bens de 115 dos 175 réus no processo que julga a responsabilidade pela crise no fundo Aerus, que administrava, entre outras, pensões e aposentadorias de funcionários da Varig e da Transbrasil. Com isso, esses 115 acusados estão excluídos do processo, embora o Ministério Público (MP) ainda possa recorrer dessa decisão.

Segundo o juiz da 1ª Vara Empresarial do Rio, Luiz Roberto Ayoub, o Ministério Público foi omisso em relação "à descrição completa e detalhada dos fatos, bem como da conduta de cada um dos réus". A ação, porém, continua em curso, inclusive com o pedido de arresto de bens, para os outros 60 acusados no processo.

Em nota, Ayoub afirma que os ex-administradores do Aerus, sob intervenção da Secretaria de Previdência Complementar, eram os responsáveis pelo gerenciamento dos planos de benefícios I e II da Varig, dos planos I e II da Transbrasil e do plano de benefícios II da Inter…

Anac pretende adotar sistema de rodízio para "slots" em Congonhas

Daniel Ritnner, de Brasília

Às vésperas da entrada de uma terceira grande companhia aérea no mercado brasileiro, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulga hoje novos critérios para a distribuição de "slots" (horários de pousos e decolagens) às empresas no aeroporto de Congonhas, o mais concorrido do país.
A agência faz mistério sobre as regras, que serão colocadas em consulta pública, e rejeita insinuações de que a chegada da Azul tenha motivado a revisão das normas em vigor. O objetivo da Anac é garantir maior acesso em Congonhas para as companhias menores.
Juntas, TAM e Gol (incluindo a marca Varig) dominam atualmente 89% dos "slots", de acordo com levantamento recente do Conselho Administrativo de Defesa Econômico (Cade). É uma concentração superior à verificada em grandes aeroportos no exterior que servem como centros de distribuição de passageiros, como os de Dallas, Chicago, Atlanta ou Frankfurt.
A empresa de David Neeleman, que começa a voar até o in…

Alitalia tem licença de vôo para 2009

A autoridade da aviação civil italiana confirmou ontem a renovação da licença provisória de vôo para a Alitalia até março de 2009. A notícia chega após a confirmação de compra da companhia pela CAI.

Trip começa a operar em Cumbica

A Trip Linhas Aéreas - controlada pelos grupos Caprioli e Águia Branca - iniciou ontem operações no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos. A operação, que contará com um vôo por dia, de segunda a sexta-feira, de Guarulhos para Cascavel, marca a entrada da empresa em São Paulo.
Segundo o presidente da empresa, José Mário Caprioli, a expectativa da empresa é alcançar entre 1,3 mil e 1,4 mil passageiros por mês na nova rota.