Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2009

Avião cai nas Ilhas Comores com 153 pessoas a bordo; corpos de ocupantes são encontrados

Em São Paulo

O vice-presidente da aviação civil iemenita, Mohammed Abdel-Rahman Abdel Qadir, anunciou que já foram encontrados os primeiros corpos de ocupantes do avião iemenita que caiu na noite (local) desta segunda-feira no Oceano Índico em frente à costa das ilhas Comores.

O avião Airbus 310-300 da companhia aérea estatal do Iêmen, Yemenia Air, tinha 153 pessoas a bordo. Anteriormente foi divulgado que havia 150 pessoas a bordo, mas o ministério do Interior comorense informou que estavam no avião 142 passageiros e 11 integrantes da tripulação. Segundo o ministro de Exteriores da França, Bernard Kouchner, 66 seriam franceses.

Em comunicado, o chefe da diplomacia francesa transmitiu suas condolências aos familiares e amigos das vítimas, e lembrou que a França enviou equipes ao local do acidente para ajudar nos trabalhos de busca.

Idi Nadhoim, vice-presidente de Comores, disse à rede de TV "CNN" que não há sobreviventes do acidente. No entanto, de acordo com a emissora "Al…

Voo escapa de tempestade minutos após queda do 447

Piloto de avião da Air France que passou pela zona de convergência sobre o Atlântico menos de meia hora depois da aeronave acidentada mudou rota em 126 quilômetros para evitar perigoEstado de Minas          Rio de Janeiro – Um importante relato testemunhal pode levar os investigadores franceses que buscam explicar o acidente com o voo 447, que caiu no Oceano Atlântico em 31 de maio, a descartar a possibilidade de falha humana por parte da tripulação. O piloto do voo 459 da mesma Air France, que partiu de São Paulo quase no mesmo horário do 447, passou pela região do acidente 20 minutos depois do Airbus que caiu. Em entrevista exclusiva ao jornal francês Le Figaro, sob anonimato, ele narrou o que se passou com sua aeronave ao cruzar tempestade e defendeu os colegas que tripulavam o 447.“As fotos de satélite eram claras desde a decolagem, e qualquer piloto é capaz de usar seu radar”, disse. Ele alega que as imagens recebidas antes de partir de São Paulo não traziam nada de inquietante, …

Azul terá voos diários para Belo Horizonte

Rafael Rosas, Valor Online, do RioO presidente da Azul Linhas Aéreas, Pedro Janot, afirmou que a próxima rota da companhia será entre Campinas e Belo Horizonte, que terá quatro frequências diárias. A empresa deve receber na semana que vem o 12º avião de sua frota, um Embraer 190 que deverá entrar em operação em 15 dias.Até o final do ano, chegarão mais duas aeronaves deste modelo, uma em outubro e outra em dezembro."Até o fim do ano voaremos para mais uma cidade no Nordeste e para uma cidade no Centro-Oeste", disse Janot, sem informar quando as novas rotas começarão a ser operadas.Em maio, a Azul obteve participação de mercado de 4,16%, superando a Webjet na terceira colocação no ranking nacional.O diretor de marketing da empresa, Gianfranco Beting, ressaltou que o índice de ocupação dos aviões da Azul no mês passado foi de 79,2%, contra uma média de 59% no mercado nacional."Alcançamos esse patamar em um ambiente de concorrência forte, em que há excesso de capacidade&qu…

Baixa liquidez está superada, diz presidente da Gol

De São Paulo e Nova York – Valor A Gol está com uma situação de caixa "substancialmente" melhor no segundo trimestre em relação aos três primeiros meses do ano, disse ontem o presidente da companhia aérea, Constantino de Oliveira Junior.Segundo ele, a empresa não pretende fazer novas emissões de ações ou ampliar dívida, após oferta privada de ações em março no valor de R$ 203 milhões e de levantar R$ 400 milhões através de debêntures em maio."A situação de baixa liquidez está superada. Estamos reconstruindo o caixa e reconstruindo o balanço, através de gestão inteligente de receitas, ajuste de nossa malha para atuarmos com voos de maior viabilidade, para termos níveis de rentabilidade que nos permitam manter e até melhorar nossa posição de caixa", disse Constantino Junior à Reuters, por telefone.A companhia pretende assegurar o quanto antes a meta de encerrar o ano com R$ 800 milhões em caixa, após terminar o primeiro trimestre com R$ 394,6 milhões em disponibilida…

Procurador abre inquérito para apurar caso de aeroporto

Katya D’AngellesRepórter de política – Diário do Povo – PI O procurador da República, Kelston Lages, já instaurou inquérito civil público para apurar irregularidades na obra. De acordo com a Assessoria de Comunicação do Ministério Público o procurador já solicitou informações sobre a obra junto ao Governo do Estado e Ministério. O procurador disse que não poderia se pronunciar agora nem fornecer mais informações sobre o assunto porque ainda está esperando mais dados sobre a obra. Além das informações dos órgãos oficiais o Ministério Público Federal está colhendo as informações divulgadas na imprensa sobre o andamento da obra.A obra já foi alvo de denuncia do Ministério Público em 2008 e por conta disso teve o seu andamento paralisado. O Juiz Federal da 3ª Vara do Piauí, Dr. Régis de Souza Araújo chegou a deferir medida liminar determinando a interdição da pista. A Ação Cautelar foi proposta pelo Ministério Público Federal contra a Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC, a União Fede…

Gol negocia integração de milhas com companhias americanas

JANAINA LAGEDE NOVA YORK – Folha de São PauloA Gol negocia acordos com companhias aéreas americanas para a integração de programas de milhagem. Na prática, isso permite que o cliente do Smiles, programa de fidelidade da companhia, use milhas para trechos operados por outras empresas em voos internacionais.O presidente da Gol, Constantino de Oliveira Júnior, afirmou em entrevista à Folha que está conversando com empresas dos EUA, da Ásia e Oriente Médio e que anunciará acordos neste ano."Vamos priorizar o mercado americano", disse, após participar do dia da Gol na Bolsa de Valores de Nova York.Em abril, a Gol já havia anunciado um acordo desse tipo com a Air France. A partir de 1º de julho os sistemas já estarão integrados, o que permitirá o acúmulo de milhas em trechos operados pela companhia europeia e também a troca de milhas por bilhetes em destinos operados pela Air France.A Gol mantém acordos menos abrangentes com Delta, American, JAL e Iberia, entre outras.Segundo Oliv…

Azul lança programa de vantagens

A cada R$ 50 em pontos, cliente ganha vale para uso na compra de novos bilhetesErica Ribeiro – O GloboA Azul Linhas Aéreas Brasileiras lançou ontem, no Rio, o programa de vantagens Tudo Azul. Para cada bilhete comprado, 5% do valor da passagem se transforma em créditos. A cada R$ 50 em pontos, o cliente recebe um vale, que pode ser usado para abater o valor de uma passagem. Ou, se preferir, o cliente pode juntar créditos para compra integral do bilhete. Os créditos valem por um ano.Para participar, é preciso se cadastrar no site da companhia.O presidente da Azul, Pedro Janot, fez ontem um balanço dos seis primeiros meses de atividades da empresa, que iniciou operações em 15 de dezembro de 2008 e começou a voar de Campinas para o Rio em março, na época com tarifas a partir de R$ 39. Hoje, o mesmo trecho custa a partir de R$ 99. Segundo Janot, a rota é uma das que tem as melhores taxas de ocupação, com 90%.Mesmo sem revelar dados financeiros, ele afirmou que a companhia segue em equilíb…

Cenipa: falha humana causou acidente da TAM

Relatório afirma que piloto, preocupado com pista molhada de Congonhas, errou a posição de manete; 199 morreramTahiane Stochero - Do Diário de S.PauloSÃO PAULO. Uma falha do piloto provocada pela pressão de ter que pousar em uma pista em condições inadequadas é uma das principais causas apontadas pelo relatório do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) para explicar o acidente com o Airbus da TAM no Aeroporto de Congonhas, em 17 de julho de 2007. Na ocasião, morreram 199 pessoas, entre passageiros do voo e pessoas que estavam em um prédio atingido pelo avião.O relatório, que o “Diário de S.Paulo” publica hoje, aponta ao menos oito fatores que contribuíram para que o piloto cometesse o erro de manter uma das manetes (alavanca que controla a potência do motor) na posição de “climb” (aceleração) durante o pouso. A transcrição das caixas-pretas comprova que só a manete esquerda foi colocada na posição certa, de “reverse” (freio).A investigação entende que a …

TAM e varejo: parceria

Clientes poderão acumular pontos em farmácias, cinemas e postos de gasolinaO GloboSÃO PAULO. A TAM lançou ontem a Multiplus Fidelidade, uma nova unidade de negócios com a qual pretende expandir seu programa de fidelização de clientes. Com a Multiplus, a TAM buscará parcerias com empresas de outros setores (como farmácias, postos de gasolina, supermercados, telefonia, hotelaria, cinemas, livrarias, bancos e cartões de crédito), integrando os sistemas de pontuação e prêmios. Assim, os associados acumularão pontos tanto ao comprar passagens aéreas, como enchendo o tanque de gasolina do carro, ou indo às compras num supermercado. E esses pontos podem ser usados para conseguir uma viagem gratuita, em prêmios ou descontos em compras nos estabelecimentos associados.A TAM informou que está investindo R$ 20 milhões na campanha de lançamento do Multiplus.Outros R$ 20 milhões estão sendo gastos em plataformas tecnológicas que darão suporte ao novo sistema.

Anac volta a discutir Pampulha e Congonhas

Abertura do aeroporto mineiro e "slots" em São Paulo estão na pauta do segundo semestre da agênciaDaniel Rittner, de Brasília – Valor A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) retomará, nas próximas semanas, duas polêmicas que estavam adormecidas e prometem despertar novas disputas: a reabertura do aeroporto da Pampulha (MG) para as grandes companhias aéreas e a redistribuição de espaços em Congonhas (SP).Ambas estão na pauta da agência reguladora para o segundo semestre e devem esquentar os debates no setor, depois das controvérsias sobre o fim de restrições operacionais no Santos Dumont e a introdução de liberdade tarifária nos voos para Europa e Estados Unidos.As duas novas ações começaram a ser preparadas na virada do ano, mas a Anac decidiu retirálas de pauta por uma questão de estratégia. A agência avaliou que o ambiente havia ficado carregado demais após a batalha travada com o governador do Rio, Sérgio Cabral, pela revogação de portaria do extinto Departamento de Av…

Gol reduz oferta de voos para a América do Sul

Roberta Campassi | Valor EconômicoSÃO PAULO - Após registrar queda nas taxas de ocupação em seus voos dentro da América do Sul, a Gol reduziu parte da oferta na região. A mudança mais recente ocorreu na semana passada, no dia 17, quando a companhia aérea deixou de fazer voos diários entre Santiago e Lima.

No início de junho, os voos entre Bogotá e São Paulo deixaram de ser diretos e diários e passaram a ser feitos quatro vezes por semana (conforme consulta no site da companhia aérea) e com escala em Manaus.Antes, no dia 10 de maio, a empresa já havia cancelado os voos sem escala que aconteciam uma vez por dia, de segunda a sexta, entre São Paulo e Santiago. Foram mantidos voos diretos entre as duas cidades no sábado e no domingo.

A Gol informou, por meio de assessoria de imprensa, que mantém voos diários entre São Paulo e Santiago feitos com escala em Buenos Aires. Ainda segundo a companhia, não foram feitas nem são planejadas outras mudanças na malha da América do Sul. Nessa região…

Para economizar, British Airways dá ações em troca de salários

O Globo OnlineDepois de oferecer aos seus funcionários a opção entrarem em licença sem receber salário e logo em seguida afirmar que está “em luta pela sobrevivência”, propondo que 40 mil deles trabalhem de graça, a companhia aérea britânica British Airways teve uma nova ideia: a de oferecer aos seus pilotos ações, em troca de pagamento.O sindicato britânico de pilotos British Airline Pilots Association (Balpa) negociou um acordo com a companhia aérea, que envolve cortes salariais e demissões para, em troca, receber ações da companhia.“Os pilotos sempre estiveram disponíveis para suportar a dor da companhia, desde que também partilhem seus ganhos”, afirmou o sindicato, em nota.O acordo, que ainda precisa ser ratificado pelos integrantes da associação, prevê o corte de 2,6% nos salários dos pilotos, além de 78 demissões. Com as medidas, estima-se que a British Airways deverá economizar cerca de 26 milhões de libras (US$ 42 milhões) por ano.Em contrapartida, os pilotos da companhia acei…

Azul tem primeira pane

Poder AéreoNo meio da próxima semana a Azul vai realizar um balanço retrospectivo dos primeiros seis meses de sua atuação já que começou as operações em 15 de dezembro do ano passado. Havia uma expectativa otimista de que os números da empresa seriam alinhados somente com aspectos positivos, mas…Uma das turbinas de um avião Embraer da empresa sofreu uma pane alguns minutos antes de decolar do Aeroporto de Navegantes, no litoral catarinense, para Porto Alegre, na noite de sexta-feira.O voo 4164 procedente de Campinas, em São Paulo, pousou em Navegantes e, quando se preparava para decolar, teve um estouro em uma das turbinas.Os cerca de 100 passageiros que estavam a bordo tiveram que descer do avião e aguardar aproximadamente quatro horas para embarcar em outro voo da empresa. Apesar do susto, não houve o registro de feridos. Apenas de ter sido o primeiro problema da nova companhia.Na coletiva do balanço, a Azul também deverá anunciar o seu programa de milhagem, onde a prioridade será p…

Turbulência atinge Airbus australiano e deixa 7 feridos

BBC BrasilPelo menos sete pessoas ficaram feridas depois que um Airbus A330-300 da companhia australiana Qantas foi atingido por uma forte turbulência quando voava de Hong Kong para Perth, na Austrália, na noite de domingo.

"Muito provavelmente, a aeronave encontrou o que é chamado de turbulência convectiva, o que a levou a ganhar rapidamente cerca de 800 pés (243 m) de altitude, antes de retornar a sua altitude de cruzeiro, a 38 mil pés (11,5 mil metros)", afirmou a Qantas em um comunicado divulgado à imprensa.

O incidente ocorreu quando o avião sobrevoava a ilha de Bornéu, quatro horas após a decolagem. Depois de aconselhamento com médicos a bordo e em solo, o comandante seguiu normalmente até Perth, onde aterrissou às 7h30 desta segunda-feira (hora local, 21h30 do domingo em Brasília).

De acordo com David Epstein, diretor de assuntos corporativos da Qantas, não há motivos para relacionar este incidente com os recentes problemas enfrentados por outros Airbus A330, inclusiv…

Piloto morre durante voo internacional; copiloto faz pouso de emergência nos EUA

Do UOL Notícias*
Em São PauloUm piloto da Continental Airlines morreu enquanto pilotava o avião durante um voo de Bruxelas para Newark, nos Estados Unidos na manhã desta quinta-feira (18). Um dos dois pilotos que estavam no voo pousou o avião no aeroporto de Newark.O voo 61 da Continental Airlines pousou no aeroporto internacional de Newark às 13h (horário de Brasília, 12h pela hora local). A Federal Aviation Administration (FAA), orgão que regulamenta a aviação civil nos Estados Unidos, afirmou que o Boeing 777 transportava 247 passageiros.

O piloto morreu após três ou quatro horas de voo, que partiu de Bruxelas às 9h45 (horário local). Um médico à bordo declarou a morte do piloto. Segundo a Continental Airlines, o piloto teria morrido por causas naturais. Sua identidade ainda não havia sido revelada, mas funcionários da companhia aérea disseram que ele trabalhava para a Continental há 21 anos e morava em Newark, EUA.

"A companhia entrou em contato com a família e nós oferecemos…

Diretor do BEA não garante elucidação

O GloboPARIS, RECIFE e RIO. Mais de 400 peças do Airbus da Air France estão sendo examinadas pelo BEA. O diretor Paul Louis Arslanian pediu paciência, alegando que esta é uma das investigações mais difíceis da história do órgão. E afirmou ser improvável que as equipes de resgate consigam recuperar todos os corpos e destroços do avião. Mesmo as caixas-pretas, caso encontradas, podem não explicar o que aconteceu, admitiu:— Eu não posso dizer que, quando os investigadores estiverem com elas, nós teremos tudo, saberemos tudo.Grande quantidade de destroços e bagagens de passageiros está sendo trazida pela corveta Caboclo, que deve chegar a Recife amanhã, quando o material será entregue ao BEA.O tenente-coronel Henrique Munhoz, do Centro de Comunicação da Aeronáutica, ratificou que a operação não tem data para terminar.

Congresso discute aviação agrícola

Jornal do BrasilA importância da qualidade das operações e do licenciamento ambiental para os aviões agrícolas, o uso do álcool combustível pela aviação e pesquisas sobre aviões no combate a mosquitos e contra a ferrugem asiática da soja fazem parte do Congresso Nacional de Aviação Agrícola, que se realiza em Cuiabá, no Mato Grosso. Promotor do evento, o Sindicato Nacional das Empresas de Aviação Agrícola (Sindag), sediado em Porto Alegre (RS), programou ontem a simulação de combate a incêndios com aeronaves na Estância Santa Rita, em Cuiabá, com a participação de 35 pilotos.

Trip começa a operar em aeroporto do RJ

DA SUCURSAL DO RIO – Folha de São PauloA companhia aérea Trip anunciou ontem o lançamento de suas primeiras rotas ligando o Rio de Janeiro a 20 destinos nacionais. Com a expansão, a empresa passa a operar em 73 cidades do país. Os novos voos partirão do Santos Dumont, No dia 22, começam voos para São José do Rio Preto (SP), Vitória (ES) e Curitiba (PR). No dia 29, será a vez de Ribeirão Preto (SP), Goiânia (GO), Porto Seguro (BA), Belo Horizonte (MG) e outras cidades.

BRA consegue licença

Correio BrazilenseA BRA acaba de obter da Agencia Nacional de Aviação Civil (Anac) autorização para dar continuidade aos voos não regulares (charter e fretamento). A companhia vinha operando vôos exclusivamente fretados desde abril, pois obtivera da Anac a liberação do Certificado de Homologação de Empresas Aéreas (Cheta) em fevereiro e só aguardava autorização da agência para operação também de voos charter. Para o presidente da BRA, Danilo Amaral, o retorno da companhia exclusivamente aos voos não regulares recoloca a BRA no seu nicho de negócios. “Nossa empresa se consagrou no passado como a maior companhia de fretamento da América do Sul”, ressaltou.

Rússia dificulta acesso a jatos maiores da Embraer

Assis Moreira, de Astana (Cazaquistão) – Valor O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, acredita que a Embraer conseguirá certificação da Rússia para operações de seus jatos regionais de até 70 lugares, mas admite que, acima disso, a situação está complicada. O tema da certificação faz parte da agenda bilateral. Na prática, Moscou impede a venda de aparelhos maiores da Embraer no seu mercado, no momento em que a empresa russa Sukhoi tenta deslanchar as vendas de seu primeiro jato regional, com 95 lugares.A Sukhoi apresentou esta semana, em Paris, o Superjets 100, para concorrer com Embraer e a canadense Bombardier. Anunciou que já tem 122 encomendas para o aparelho. Desse total, 30 pedidos foram feitos em Paris, pela companhia húngara Malev (24), pela russa Avia (4) e pela espanhola Gadair (2).A direção da Sukhoi espera abocanhar uma fatia de 20% do mercado de jatos regionais médios e projeta produção total de mil aparelhos, dos quais 70% fora da Rússia. A China e o Japão tam…

Passageira vai receber R$ 8 mil de indenização

Daniele Santos – O DiaRio - A companhia aérea Gol foi condenada a pagar R$ 8 mil de indenização, a título de dano moral, a uma passageira por maus tratos aos seus animais. A decisão é da Primeira Turma Recursal do Rio de Janeiro. A sentença em primeira instância é da juíza Isabela Lobão dos Santos, titular do 20º Juizado Especial Cível, da Ilha do Governador.A passageira Cintia Leisgold viajou de São Paulo ao Rio de Janeiro com sua gata siamesa Lara Li e seu cachorro da raça Golden Retriever Argos. No momento do embarque, porém, ela foi avisada de que o vôo partiria de Guarulhos, e não mais de Congonhas.No entanto, seus animais, conforme orientação da companhia, haviam embarcado com duas horas de antecedência, com as cargas. Na chegada ao Rio, ela percebeu que os animais estavam estressados, desidratados e com o batimento cardíaco acelerado.Cintia disse ao Dia Online que, além de ficar horas esperando para embarcar, ficou sem nenhuma informação sobre seus animais. Segundo a passageira…

Mau tempo e falta de obras

Combinação produziu novo dia de angústia no aeroporto Salgado FilhoZero HoraO Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, atravessou ontem um novo dia de tumulto e tensão por causa do mau tempo. A solução para superar o drama recorrente – equipamentos antineblina mais avançados – já está no aeroporto há mais de um ano, mas faltam as obras complementares para que o sistema entre em operação plena.O resultado foi visto ontem. Em decorrência de um nevoeiro, o aeroporto permaneceu fechado para pousos das 10h17min às 14h56min. Voos foram cancelados ou atrasaram, aeronaves que deveriam partir da cidade sequer conseguiram chegar, passageiros perderam compromissos e desistiram de suas viagens.Os mais tensos no aeroporto eram as dezenas de torcedores do Inter que investiram tempo e dinheiro para ir a São Paulo e assistir a seu time na final da Copa do Brasil. Na medida em que viam a hora da partida se aproximar, eles se exasperavam com a falta de soluções. Aglomeraram-se diante dos balcões das c…

Demanda por voos piora em maio

Roberta Campassi, de São Paulo – Valor O trimestre que vai de abril a junho é sempre o mais fraco para as empresas aéreas e, neste ano, pode ser ainda mais penoso. Em maio, a demanda por viagens de avião dentro do Brasil caiu 5,47% em relação ao mesmo mês de 2008, o que é o pior desempenho entre todos os meses analisados desde, pelo menos, 2006.Em abril, a demanda doméstica havia crescido 2%, mas não resistiu no mês passado, conforme dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgados ontem. No acumulado de janeiro a maio, o resultado ainda é positivo - crescimento também de 2% sobre os cinco primeiros meses de 2008.Mesmo com a retração de viagens acentuada em maio, as aéreas em geral continuaram expandindo a frota e os voos, o que fez com que a capacidade crescesse 12,2% sobre o mesmo mês do ano passado. As taxas de ocupação no período caíram de 70,3% para 59,2%. No mercado internacional, a demanda caiu 5,3%, a oferta subiu 3,7% e a taxa de ocupação média reduziu de 68,3% pa…

Primeiro leilão dos bens da Vasp vende imóvel e carros; aviões "encalham"

VERENA FORNETTICOLABORAÇÃO PARA A FOLHA de SÃO PAULOAs aeronaves que pertenciam à Vasp não interessaram nem a compradores de sucata no primeiro leilão dos bens da companhia aérea realizado ontem em São Paulo. Nenhum dos 27 aviões, avaliados em cerca de R$ 19 milhões, foi arrematado.Os três Airbus-A300, os 22 Boeing-737/200 e os dois Boeing-727/200 não podem mais voar. De acordo com especialista ouvido pela Folha, só uma das aeronaves teria condições de ser recuperada.Elas valem, porém, pelo metal que contêm e pelas peças que sobraram. Mesmo assim, não se sabe o que pode ser aproveitado. Como os aviões estão em aeroportos de Estados como Amazonas, São Paulo e Maranhão, os interessados ainda não conseguiram vê-los. Segundo o leiloeiro Sergio Villa Nova de Freitas, o interior das aeronaves está "canibalizado".A reportagem conversou com três compradores de sucata interessados nas peças e todos disseram que os lances mínimos foram muito altos. Fábio Franco de Assis, proprietário …

A330 deve ter caído de ''barriga'' no oceano

Fraturas indicam que passageiros estavam sentados nas poltronasBruno Tavares – O Estado de São PauloAs características e a extensão das lesões encontradas nos corpos de 43 das 49 vítimas do vôo 447 da Air France já periciadas em Fernando de Noronha sugerem que ao menos parte do Airbus A330 caiu de "barriga" no mar. O comando militar informou ontem que mais um corpo foi avistado e recolhido pela Corveta Caboclo - dessa forma, já foram resgatadas 50 das 228 pessoas a bordo. A Fragata Bosísio chegou às proximidades de Fernando de Noronha com os seis corpos anteriormente encontrados pelo navio-anfíbio francês Mistral.Peritos ouvidos pelo Estado dizem que, até agora, praticamente 95% dos cadáveres apresentavam fraturas no terço medial das pernas, nos braços e na região do quadril - semelhantes aos verificados em pessoas que caem de grande altura. Na avaliação de legistas, esse é um indício de que alguns passageiros estariam sentados em suas poltronas no momento da queda. Outro si…

Azul cresce e supera Webjet

TAM perde participação no tráfego aéreo em maioJornal do BrasilA novata Azul aumentou a participação no mercado brasileiro de aviação, no rastro das perdas da líder TAM. Ao superar a Webjet, a companhia do empresário David Neeleman, fundada a menos de um ano, tornou-se a terceira maior companhia do país. Das quatro principais companhias aéreas brasileiras, a TAM foi a única que perdeu mercado em maio ante abril. A liderança, no entanto, está garantida, com 44,90%, mas recuou em relação a abril, quando era de 49,20%. O tráfego da companhia, em maio, caiu 13,87% na comparação com o mesmo mês de 2008.Segunda maior empresa do país, a Gol viu sua participação crescer em maio na comparação com abril, ao passar de 38,77% para 42,02%. O tráfego de passageiros caiu 12,21% em maio deste ano ante maio de 2008.Na terceira posição, mas ainda distante, aparece pela primeira vez a Azul Linha Aéreas, que começou a operar no fim do ano passado. A participação da empresa atingiu 4,16% em maio, ante 3,6…

Começam a ser pagas as indenizações do voo 447

Segundo o \'Le Monde\', gastos podem tornar o acidente na rota Rio–Paris o mais caro da históriaParentes de vítimas recebem adiantamento de 17 mil euros. Corpos recolhidos são 50Marcelo Ambrosio – Jornal do BrasilBRASÍLIAConstrastes marcaram o 16º dia após o desaparecimento do Airbus A330 da Air France sobre o Atlântico. Ao mesmo tempo em que uma das companhias seguradoras contratadas pela empresa aérea anunciava que parentes de algumas das vítimas receberam cerca de 17,6 mil euros (em torno de R$ 47 mil) como adiantamento - o valor total ainda será calculado - no maior Salão Aeronáutico do mundo, o de Le Bourget, em Paris, a fabricante do A330 comemorava o anúncio do fechamento de negócios bilionários principalmente com companhias da Ásia. A Qatar Airways, por exemplo, assinou uma encomenda de US$ 1.9 bilhões por 24 Airbus A320. A Vietnam Airlines anunciou um pedido de US$1.9 bilhões por outros dois Airbus A350 e 16 A321. Para os executivos do consórcio, dado o efeito do acid…

British propõe que 40 mil empregados trabalhem sem receber

Fernando Duarte* Correspondente – O GloboLONDRES. Às voltas com o maior prejuízo desde sua privatização, em 1987 (US$ 655 milhões em 2008), e com uma queda no volume de passageiros mais endinheirados, a British Airways decidiu apelar para o amor à camisa de seus funcionários como parte de uma estratégia emergencial de cortes de custos: por meio de um artigo publicado em sua newsletter de circulação interna por email, a companhia pediu voluntários para um esquema de trabalho gratuito ou de férias coletivas nãoremuneradas.Segundo cálculos da British, seriam necessárias pelo menos 40 mil adesões. Numa tentativa de atrair interessados, o diretor-executivo da empresa, Willie Walsh, puxou a fila de voluntários, oferecendo-se para trabalhar de graça em julho e abrindo mão do salário mensal de US$ 99 mil — não de forma definitiva, diga-se de passagem, pois a empresa pagará a mão de obra emprestada em até seis meses. Segundo a mídia britânica, porém, apenas mil teriam aderido — representantes …

Aéreas não disputarão aeroportos

E não haverá limite à participação de capital estrangeiro para concessão dos terminais pelas regras da AnacAlberto Komatsu – O Estado de São PauloLiberdade de participação de capital estrangeiro, veto às companhias aéreas, prazos e formas de disputa são algumas das regras já delineadas para o marco regulatório da concessão de aeroportos, que será concluído até o fim de julho. A informação é do diretor da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Marcelo Guaranys.As normas valerão para os aeroportos de Viracopos (Campinas), o Internacional Antonio Carlos Jobim (Galeão), o de São Gonçalo de Amarante (Natal) e um terceiro da Região Metropolitana de São Paulo. A forma de disputa e administração desses quatro terminais vai guiar a concessão dos demais aeroportos do País."Não estamos prevendo nenhuma limitação ao capital estrangeiro ou necessidade de haver empresas brasileiras", afirma Guaranys. Ele acrescenta que uma empresa estrangeira terá liberdade para criar uma subsidiária n…