Boeing automatiza produção do 777

Sistema utiliza robôs na montagem da estrutura da fuselagem e pintura das asas


AeroMagazine

A Boeing anunciou que está em fase final de testes o novo sistema de construção da fuselagem do 777. O novo método batizado de FAUB (Fuselage Automated Upright Build) é um processo automatizado para montagem de grandes estruturas da fuselagem.




O sistema utiliza modernos robôs que são responsáveis por rebitar grande parte dos painéis e estruturas da fuselagem, num processo similar ao existente na indústria automobilística.

A Boeing trabalha, desde 2012, no projeto que deverá aumentar a segurança e qualidade do processo, assim como reduzir o tempo de montagem das estruturas, já que automatizará grande parte do processo. Os robôs podem realizar com precisão milimétrica a junção de 60.000 elementos que hoje são instalados manualmente.

“Esta é a primeira vez que esse tipo de tecnologia é usada pela Boeing para a fabricação de aviões comerciais de fuselagem larga e o programa 777 está liderando este caminho” disse Elizabeth Lund, vice-presidente e gerente geral do programa 777.

O sistema robótico foi projetado pela Boeing em parceria com a Kuka Systems e faz parte da estratégia de manufatura avançada adotada pelo fabricante americano, que atualmente inclui novos sistemas de pintura das asas e operações de perfuração.

O uso no FAUB no programa 777 já começou a ser testado na planta de Anacortes (WA) e deverá ser instalado em breve na unidade de Everett, a principal planta industrial da Boeing.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás