Aérea quebra e deixa 7 mil no chão

Empresa espanhola teria vendido 1,5 mil passagens com destino ao Brasil
 
O Globo

Madri. O governo espanhol pediu a falência da empresa aérea espanhola Air Comet, o que poderá prejudicar cerca de 1,5 mil brasileiros que esperavam embarcar para o Brasil nas festas de fim de ano. A estimativa é da Federação Espanhola de Associações de Agências de Viagens, que contabiliza a emissão de passagens. Os voos semanais para Natal e Fortaleza estão na lista dos cancelados.

O ministério do Fomento da Espanha contratou dois aviões para transportar os latino-americanos que usam a companhia, que podem chegar a 7 mil. As primeiras aeronaves terão como destino Buenos Aires, na Argentina, e Lima, no Peru. Hoje, haverá dois voos até Bogotá, na Colômbia. E amanhã haverá outro para Quito, no Equador. Até ontem, não foram mencionados voos para o Brasil.

— Eu daqui não me movo até que haja voo, se for preciso farei greve de fome — disse uma passageira afetada à Rádio RTVE.

Segundo o site da BBC Brasil, a situação no aeroporto de Barajas, em Madri, era caótica.

— Um desastre para todos.

Os imigrantes pagaram suas passagens com a ilusão de estar com seus familiares — disse à BBC Brasil o presidente da Federação Espanhola de Agência de Viagens (FEEAV), Rafael Gallego.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA