Beriev e seus aviões anfíbios para a região amazônica

Fabricante russa de aviões anfíbios possui modelos para transporte de passageiros ideais para a região amazônica


Por Luiz Maia

A Beriev Aircraft Company é uma fabricante de aviões russa, especializada em aviões anfíbios. A empresa foi fundada em Taganrog, em 1934, como OKB-49 por Georgy Mikhailovich Beriev (nascido em 13 de Fevereiro de 1903) e desde então projetou e produziu mais de 20 diferentes modelos de avião para propósitos civis e militares, assim como modelos personalizados.

228 recordes da aviação foram quebrados por pilotos voando em aviões Beriev. Os recordes são registrados pela Fédération Aéronautique Internationale. Em Novembro de 1989, a BERIEV Aircraft Company se tornou a única empresa de defesa a ganhar o Prêmio de Qualidade pelo Governo da Rússia.


Beriev Be-103

O Beriev Be-103 é uma aeronave anfíbia leve destinada ao transporte de passageiros e carga, prestação de assistência médica de urgência, turismo, patrulha, monitoramento de proteção contra incêndios, monitoramento ecológico de águas.

O Be-103 pode acomodar cinco passageiros, e o layout de sua cabine oferece conforto aos passageiros durante o voo.

Esta aeronave é responsável por operar em áreas desabitados do norte da Rússia e na Sibéria. O Be-103 pode pousar em rios, lagos e pradarias que até então eram inacessíveis. O Be-103 foi projetado para operar rotas de curta distância em áreas com as características mencionadas.

As características anfíbias da aeronave Be-103 permitem a sua ampla utilização em regiões abundantes em rios, lagos e reservatórios de água de difícil acesso para outros tipos de transporte. O Be-103 é um monoplano de asa baixa, que utiliza a "raíz" da asa (zona mais próxima da fuselagem) como um estabilizador na água, sendo neste avião modificado para esse efeito. Apresenta estabilizadores, horizontal e vertical integrados numa única peça, na cauda totalmente móvel e um trem de aterragem tipo "triciclo" retrátil para operações em terra firme.

O avião anfíbio Be-103 foi concebido em conformidade com os requisitos de aeronavegabilidade da FAR -23 ( EUA ) e AR- 23 (Rússia ). A aeronave está equipada com modernos equipamentos de vôo/navegação e equipamentos de comunicações, o que permite sua operação em condições climáticas adversas, de dia e de noite. Por opção do cliente, a aeronave pode ser equipada com piloto automático, sistema de navegação por satélite e radar meteorológico. Qualquer uma das variantes da aeronave também pode ser equipada com estação de trabalho para o co-piloto (instrutor).

Performance do Be-103

Passageiros = 5
Peso operacional = 1.902 kg
Peso máximo de decolagem = 2.270 kg (terra ou água)
Peso máximo de pouso = 2.270 Kg (terra ou água)
Distância para decolagem (água/terra) = 560/350 m
Distância para pouso (água/terra) = 360/400 m
Velocidade máxima de cruzeiro = 240 Km/h
Teto de serviço = 5.020 m
Autonomia = 1.070 km


Beriev Be-200 Altair

O Beriev Be-200 Altair (em russo: Бериев Бе-200) é uma aeronave anfíbia para múltiplos propósitos desenvolvido pela Beriev Aircraft Company e fabricado pela Irkut. 

Comercializado como aeronave para combate a incêndios, busca e salvamento, patrulha marítima, carga, e transporte de passageiros, tendo uma capacidade de 12 toneladas (12.000 litros) de água, ou até 72 passageiros.

O nome Altair foi escolhido após uma "competição" entre os funcionários da Beriev e da Irkut em 2002/2003. O nome Altair foi escolhido não somente pela estrela Altair na Constelação Aquila, mas também porque "Al" é a primeira parte do nome da aeronave A-40 Albatross, layout do qual foi a base do desenvolvimento para a criação do Be-200. "ta" é a sílaba inicial da cidade de Taganrog, e "ir" para a cidade de Irkutsk

Uma característica particular da aeronave Be-200, quando comparado com os outros anfíbios, é que ele tem fuselagem totalmente pressurizada, o que lhe permite cumprir uma série de missões.

Iniciado em 1989, o projeto sob a liderança de design de Alexander Yavkin, recebeu aprovação do governo russo para um avião de combate à incêndio. Detalhes do projeto foram anunciados, e um modelo foi exposto no Paris Air Show em 1991.

A aeronave está equipada com equipamentos de vôo/navegação e equipamentos de comunicações que permite a navegação e controle de voo em todas as suas fases, em condições meteorológicas adversas em qualquer época do ano, de dia e a noite. O Be-200 será equipado com os novos aviônicos complexos ARIA-200, que atende os requisitos da categoria ICAO III da produção russo-americano conjunta ARIA JV (Allied Signal Aerospace, EUA e NIIAO, Rússia).

Performance do Be-200

Passageiros = 72
Peso máximo de decolagem = 37.200 kg (terra ou água)
Quantidade máxima de água = 12.000 kg
Distância para decolagem (água/terra) = 1.000/700 m
Distância para pouso (água/terra) = 1.300/1.050 m
Velocidade máxima de cruzeiro = 710 Km/h
Teto de serviço = 8.000 m
Autonomia = 3.850 km





Com informações da Beriev Wikipedia






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA