Beriev e seus aviões anfíbios para a região amazônica

Fabricante russa de aviões anfíbios possui modelos para transporte de passageiros ideais para a região amazônica


Por Luiz Maia

A Beriev Aircraft Company é uma fabricante de aviões russa, especializada em aviões anfíbios. A empresa foi fundada em Taganrog, em 1934, como OKB-49 por Georgy Mikhailovich Beriev (nascido em 13 de Fevereiro de 1903) e desde então projetou e produziu mais de 20 diferentes modelos de avião para propósitos civis e militares, assim como modelos personalizados.

228 recordes da aviação foram quebrados por pilotos voando em aviões Beriev. Os recordes são registrados pela Fédération Aéronautique Internationale. Em Novembro de 1989, a BERIEV Aircraft Company se tornou a única empresa de defesa a ganhar o Prêmio de Qualidade pelo Governo da Rússia.


Beriev Be-103

O Beriev Be-103 é uma aeronave anfíbia leve destinada ao transporte de passageiros e carga, prestação de assistência médica de urgência, turismo, patrulha, monitoramento de proteção contra incêndios, monitoramento ecológico de águas.

O Be-103 pode acomodar cinco passageiros, e o layout de sua cabine oferece conforto aos passageiros durante o voo.

Esta aeronave é responsável por operar em áreas desabitados do norte da Rússia e na Sibéria. O Be-103 pode pousar em rios, lagos e pradarias que até então eram inacessíveis. O Be-103 foi projetado para operar rotas de curta distância em áreas com as características mencionadas.

As características anfíbias da aeronave Be-103 permitem a sua ampla utilização em regiões abundantes em rios, lagos e reservatórios de água de difícil acesso para outros tipos de transporte. O Be-103 é um monoplano de asa baixa, que utiliza a "raíz" da asa (zona mais próxima da fuselagem) como um estabilizador na água, sendo neste avião modificado para esse efeito. Apresenta estabilizadores, horizontal e vertical integrados numa única peça, na cauda totalmente móvel e um trem de aterragem tipo "triciclo" retrátil para operações em terra firme.

O avião anfíbio Be-103 foi concebido em conformidade com os requisitos de aeronavegabilidade da FAR -23 ( EUA ) e AR- 23 (Rússia ). A aeronave está equipada com modernos equipamentos de vôo/navegação e equipamentos de comunicações, o que permite sua operação em condições climáticas adversas, de dia e de noite. Por opção do cliente, a aeronave pode ser equipada com piloto automático, sistema de navegação por satélite e radar meteorológico. Qualquer uma das variantes da aeronave também pode ser equipada com estação de trabalho para o co-piloto (instrutor).

Performance do Be-103

Passageiros = 5
Peso operacional = 1.902 kg
Peso máximo de decolagem = 2.270 kg (terra ou água)
Peso máximo de pouso = 2.270 Kg (terra ou água)
Distância para decolagem (água/terra) = 560/350 m
Distância para pouso (água/terra) = 360/400 m
Velocidade máxima de cruzeiro = 240 Km/h
Teto de serviço = 5.020 m
Autonomia = 1.070 km


Beriev Be-200 Altair

O Beriev Be-200 Altair (em russo: Бериев Бе-200) é uma aeronave anfíbia para múltiplos propósitos desenvolvido pela Beriev Aircraft Company e fabricado pela Irkut. 

Comercializado como aeronave para combate a incêndios, busca e salvamento, patrulha marítima, carga, e transporte de passageiros, tendo uma capacidade de 12 toneladas (12.000 litros) de água, ou até 72 passageiros.

O nome Altair foi escolhido após uma "competição" entre os funcionários da Beriev e da Irkut em 2002/2003. O nome Altair foi escolhido não somente pela estrela Altair na Constelação Aquila, mas também porque "Al" é a primeira parte do nome da aeronave A-40 Albatross, layout do qual foi a base do desenvolvimento para a criação do Be-200. "ta" é a sílaba inicial da cidade de Taganrog, e "ir" para a cidade de Irkutsk

Uma característica particular da aeronave Be-200, quando comparado com os outros anfíbios, é que ele tem fuselagem totalmente pressurizada, o que lhe permite cumprir uma série de missões.

Iniciado em 1989, o projeto sob a liderança de design de Alexander Yavkin, recebeu aprovação do governo russo para um avião de combate à incêndio. Detalhes do projeto foram anunciados, e um modelo foi exposto no Paris Air Show em 1991.

A aeronave está equipada com equipamentos de vôo/navegação e equipamentos de comunicações que permite a navegação e controle de voo em todas as suas fases, em condições meteorológicas adversas em qualquer época do ano, de dia e a noite. O Be-200 será equipado com os novos aviônicos complexos ARIA-200, que atende os requisitos da categoria ICAO III da produção russo-americano conjunta ARIA JV (Allied Signal Aerospace, EUA e NIIAO, Rússia).

Performance do Be-200

Passageiros = 72
Peso máximo de decolagem = 37.200 kg (terra ou água)
Quantidade máxima de água = 12.000 kg
Distância para decolagem (água/terra) = 1.000/700 m
Distância para pouso (água/terra) = 1.300/1.050 m
Velocidade máxima de cruzeiro = 710 Km/h
Teto de serviço = 8.000 m
Autonomia = 3.850 km





Com informações da Beriev Wikipedia






Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás