Curitiba tem melhor aeroporto; Cuiabá, o pior, aponta pesquisa do governo

Levantamento ouviu passageiros dos 15 maiores aeroportos do país.

Santos Dumont (RJ) e Guarulhos (SP) ficaram em segundo e terceiro lugar.


Laís Alegretti | G1, em Brasília

O aeroporto de Curitiba, no Paraná, foi eleito o melhor do país, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira (14) pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. O mais mal avaliado foi o aeroporto de Cuiabá, no Mato Grosso.


Aeroporto de Curitiba

A pesquisa ouviu 13.452 passageiros dos 15 maiores aeroportos do país. Ela se refere ao segundo trimestre de 2016 – o governo faz o levantamento a cada três meses.

Os passageiros deram notas para 38 itens e serviços do aeroporto, como tempo de espera em fila de check-in e na restituição de bagagem, limpeza dos banheiros e preço da comida vendida dentro do terminal.

Cada um recebeu uma nota de 1 a 5. Com base nelas foi atribuída uma nota média para os aeroportos – veja na tabela ao lado o ranking completo com as respectivas notas gerais de satisfação do passageiro (de 1 a 5) em cada aeroporto.

Avaliação

 
O aeroporto de Curitiba obteve a maior nota média: 4,64. Já Cuiabá, que ficou na última posição, teve nota média 3,36.

Apesar de ter recebido a melhor nota geral, Curitiba aparece na pesquisa com a pior nota em relação à qualidade da internet disponibilizada. Por outro lado, recebeu a maior avaliação em itens como a disponibilidade de sanitários, disponibilidade de assentos na sala de embarque, limpeza do aeroporto, sensação de segurança e velocidade de restituição de bagagens.

O aeroporto da capital do Mato Grosso ficou com as piores notas sobre limpeza e conforto térmico, além da qualidade da sinalização, da disponibilidade e qualidade das informações nos painéis de voo, da disponibilidade de sanitários e de assentos na sala de embarque, entre outros itens.

Tanto o aeroporto de Curitiba quanto o de Cuiabá são administrados pela Infraero. O G1 entrou em contato com a empresa e aguardava resposta até a última atualização desta reportagem.

Na pesquisa anterior, referente ao primeiro trimestre de 2016, o aeroporto de Campinas, em São Paulo, havia sido o mais bem avaliado. Agora, ele ficou na 5ª posição. Cuiabá já tinha sido o mais mal avaliado no trimestre passado.

Satisfatório

 
De acordo com a pesquisa, o índice geral de satisfação dos passageiros com os 15 maiores aeroportos brasileiros ficou em 86%, o mesmo registrado no primeiro trimestre.

O resultado indica, segundo o ministério, que a maioria dos passageiros deu nota 4 (bom) ou 5 (muito bom) aos aeroportos, na escala que vai de 1 a 5.

Para o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o resultado da pesquisa foi "extremamente satisfatório".

Questionado sobre o leilão do aeroporto de Cuiabá, Quintella disse que há uma proposta de que a concessão pudesse também "integrar aeroportos regionais", mas não deu detalhes. Segundo o ministro, o governo está estudando o assunto.

Aeroporto de Cuiabá

 
Procurada pelo G1, a assessoria de imprensa da Infraero informou que haverá "melhoria na experiência do passageiro" a partir deste domingo (17) no aeroporto de Cuiabá, o último do ranking, devido ao início da entrega das obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros.

Leia a íntegra da nota:


Em relação ao desempenho do Aeroporto de Cuiabá-Várzea Grande na Pesquisa de Satisfação do Passageiro, divulgada pela Secretaria de Aviação Civil (SAC), a Infraero ressalta que haverá melhoria na experiência do passageiro a partir deste domingo (17/7), com o início da entrega das obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros. Entrarão em operação assistida parte da nova sala de embarque doméstico, com operação em ponte de embarque, e a nova sala de embarque remoto.

A entrega de parte dessas obras ampliará a área do terminal, proporcionando melhorias ao fluxo operacional, evitando longas filas na área de inspeção de passageiros (raio-x) e contribuindo para uma melhor distribuição das companhias aéreas no setor de check-in.

A obra está orçada em aproximadamente R$ 84 milhões e tem término total previsto para dezembro de 2016. Com a finalização dos trabalhos, a área do terminal de passageiros do Aeroporto de Cuiabá passará de 8,4 mil para 14,5 mil m², ampliando a capacidade do aeroporto de 2,5 milhões para 5,7 milhões de passageiros/ano.

Em 2016, até junho, o aeroporto movimentou cerca de 1,4 milhão de passageiros. Em 2015, foram contabilizados 3,3 milhões de passageiros.

As obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros do Aeroporto de Cuiabá são resultado de um Termo de Convênio firmado entre Infraero e Governo do Estado do Mato Grosso em setembro de 2012. De acordo com o convênio, cabe à Infraero realizar o repasse de recursos para os trabalhos, cumprir ações de controle ambiental e a fiscalização da execução das obras em conjunto com o governo estadual. Já Estado do Mato Grosso fica responsável por licitar, contratar, exercer a gestão do contrato e da obra, e fazer as adequações das vias externas de acesso ao aeroporto.

As obras tiveram início em dezembro de 2012 e, até maio de 2014, foram entregues a nova sala de desembarque doméstico, com três novas esteiras de restituição de bagagem e novos banheiros. Também foi concluída a instalação de esteiras coletoras dos check-ins e carrosséis de bagagens, 4 elevadores e 2 escadas rolantes.

Os trabalhos no estacionamento também foram encerrados, com ampliação da área de 9,4 mil para os atuais 13,7 mil m². Com isso, o espaço aumentou a capacidade de 306 para 427 vagas. Também foram realizadas melhorias na via de acesso, duplicação da via em frente ao terminal, melhorias na via de serviço de áreas restritas e na sinalização do pátio de aeronaves.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA