Queda de helicóptero em pub na Escócia mata pelos menos uma pessoa, diz polícia

UOL, em São Paulo

Pelo menos menos uma pessoa morreu após a queda na noite de sexta-feira (29) de um helicóptero da polícia escocesa em um pub de Glasgow, segundo a polícia escocesa. "Confirmamos um morto. Acreditamos que esta cifra deve aumentar nas próximas horas", declarou Stephen House, chefe da polícia escocesa. Antes, a rede britânica BBC afirmou que 32 ficaram feridas e tiveram que ser hospitalizadas.

As causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Integrantes das equipes de resgate disseram que o número de vítimas provavelmente será mais alto, enquanto o primeiro-ministro escocês, Alex Salmond, advertiu à população sobre essa possibilidade.

"Em um acidente desta escala, todos devemos nos preparar para a probabilidade de que e produzam mortes", declarou em sua conta no Twitter.

No helicóptero estavam dois policiais e um piloto civil. No momento do acidente, havia cerca de 120 pessoas no interior do pub, e apenas algumas poucas conseguiram escapar.

O terraço do estabelecimento foi derrubado com o impacto do helicóptero, antes que as equipes de resgate conseguisse ter acesso ao seu interior para resgatar às vítimas, segundo a BBC.

Cerca de 125 bombeiros estão no local do acidente. Eles conseguiram se comunicar com algumas pessoas que estão presas no interior do pub.

A polícia da Escócia confirmou que uma de suas aeronaves caiu às 20h25 (de Brasília) da sexta-feira (29) sobre o pub The Clutha, na rua Stockwell.

O primeiro-ministro do Reino Unido, David Cameron, disse no Twitter que seus "pensamentos estão com todos os atingidos pelo acidente de helicóptero em Glasgow e com os serviços de emergência que estão trabalhando".

A polícia informou mais cedo que a aeronave acidentada era um Eurocopter EC135 T2.

O diretor da edição escocesa do jornal "The Sun", Gordon Smart, viu o acidente de um estacionamento próximo e, em declarações à emissora "Sky News", descreveu a queda do helicóptero: "ele veio despencando de uma grande altura e em grande velocidade".

"Não houve bola de fogo, nem ouvi nenhuma explosão. Caiu como uma pedra", disse.

A polícia isolou a área e os serviços de emergência, entre eles várias ambulâncias e 15 carros de bombeiros, foram enviados ao local para dar assistência às vítimas.

O deputado trabalhista Jim Murphy testemunhou o acidente ao passar de carro perto do pub e ajudou a formar uma corrente humana para retirar as pessoas feridas do interior do estabelecimento.

Outra testemunha disse que a banda de ska Esperanza estava tocando no local no momento do acidente. Uma mensagem postada no perfil do grupo musical no Facebook informou que seus membros "estão bem".


Com EFE e BBC


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA