Embraer vai ao TRT negociar dissídio coletivo

Reuters | O Estado de SP

A Embraer instaurou na quinta-feira dissídio coletivo de greve no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para que a Justiça intervenha nas negociações de reajuste salarial com trabalhadores em São José dos Campos.

"A medida foi adotada uma vez que o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, embora esteja no período de negociações coletivas com a Fiesp, bloqueou a entrada dos empregados da Embraer na manhã de ontem e, em assembleia, decretou uma greve de 24 horas", informou ontem a Embraer, em comunicado.

Na véspera, o sindicato informou que os trabalhadores da fabricante de aviões entraram em greve por 24 horas, na terceira parada em cerca de um mês, sendo que nas duas vezes anteriores a produção foi interrompida por quatro horas.

Os trabalhadores rejeitam oferta de reajuste salarial 6,07% referente à inflação do período (setembro de 2012 a agosto de 2013) mais 0,5% de aumento real a ser aplicado somente em janeiro. A categoria cobra reajuste de no mínimo 8%.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás