Embraer vai ao TRT negociar dissídio coletivo

Reuters | O Estado de SP

A Embraer instaurou na quinta-feira dissídio coletivo de greve no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), para que a Justiça intervenha nas negociações de reajuste salarial com trabalhadores em São José dos Campos.

"A medida foi adotada uma vez que o Sindicato dos Metalúrgicos de São José dos Campos, embora esteja no período de negociações coletivas com a Fiesp, bloqueou a entrada dos empregados da Embraer na manhã de ontem e, em assembleia, decretou uma greve de 24 horas", informou ontem a Embraer, em comunicado.

Na véspera, o sindicato informou que os trabalhadores da fabricante de aviões entraram em greve por 24 horas, na terceira parada em cerca de um mês, sendo que nas duas vezes anteriores a produção foi interrompida por quatro horas.

Os trabalhadores rejeitam oferta de reajuste salarial 6,07% referente à inflação do período (setembro de 2012 a agosto de 2013) mais 0,5% de aumento real a ser aplicado somente em janeiro. A categoria cobra reajuste de no mínimo 8%.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA