Pular para o conteúdo principal

Companhia aérea da Indonésia oferece shows ao vivo durante voos para entreter

Garuda é a segunda maior companhia aérea da Indonésia depois da Lion Air


EFE

A companhia aérea nacional Garuda Airlines, da Indonésia, começou a oferecer atuações musicais ao vivo no transcurso de seus voos comerciais para entreter os passageiros, anunciaram nesta quinta-feira fontes da companhia aérea.


EFE/Bagus Indahono

O encarregado de Relações Públicas da companhia, Dicky Irhamsyah, indicou à Agência Efe que o serviço procura melhorar a experiência em voo e terá uma duração de entre 10 e 15 minutos em trajetos selecionados de forma aleatória.

O primeiro concerto teste aconteceu na quarta-feira durante o voo desde Jacarta até Denpasar, na ilha de Bali, e consistiu na atuação acústica de um cantor e de um guitarrista.

Por sua vez, o diretor-geral da Garuda, Ari Askhara, afirmou em comunicado que a iniciativa procura também promover o talento emergente e “oferecer uma sensação diferente” a cerca de 35 mil pés (10.668 metros) de altura.

Imagens distribuídas pela companhia aérea mostram os dois músicos atuando ao longo do corredor do avião enquanto dezenas de passageiros gravam o espetáculo com seus telefones celulares.

Ari acrescentou que o entretenimento musical está dirigido sobretudo às novas gerações e afirmou que passou os controles para superar as regulações de segurança.

Garuda é a segunda maior companhia aérea da Indonésia depois da Lion Air, e ao lado das companhias aéreas indonésias, ficou proibida de voar à Europa de 2007 até junho de 2018, embora tenha sido uma das primeiras a deixar a lista negra europeia em 2009.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Avião da TAM retorna após decolagem

Jornal do Commercio SÃO PAULO – Um avião da TAM, que partiu de Nova Iorque em direção a São Paulo na noite de anteontem, teve que retornar ao aeroporto de origem devido a uma falha. Segundo a TAM, o voo JJ 8081, com 196 passageiros a bordo, teve que voltar para Nova Iorque devido a uma indicação, no painel, de mau funcionamento de um dos flaps (comandos localizados nas asas) da aeronave.De acordo com a TAM, o avião passou por manutenção corretiva e o voo foi retomado à 1h28 de ontem, com pouso normal em Guarulhos (SP) às 10h38 (horário de Brasília). O voo era previsto para chegar às 6h45. A companhia também informou que seu sistema de check-in nos aeroportos ficou fora do ar na manhã de ontem, provocando atrasos em 40% dos voos. O problema foi corrigido.

Avião colide com ave em pleno voo e assusta passageiros (vídeo)

Com a colisão, o vidro do pára-brisas da aeronave ficou destruído, deixando o co-piloto com ferimentos leves
O Dia

Fortaleza - Um avião de pequeno porte que fazia a rota entre Fortaleza e Teresina, no último domingo, colidiu com uma ave durante o voo. Com a colisão, o vidro do para-brisa da aeronave ficou destruído, deixando o copiloto com alguns ferimentos leves no rosto.

Vidro do para-brisa de avião quebrou ao bater em ave
De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico (Cenipa), a aeronave manteve a rota e pousou com segurança no destino.


Helicóptero quase encosta no gelo em resgate nos Alpes Franceses (VIDEO)

Esquiador com o joelho ferido precisou de ajuda em Chamonix. Piloto afirmou que manobra é frequente.
Por G1

Um helicóptero quase encostou no gelo no resgate de um esquiador com o joelho ferido em uma alta montanha de Chamonix, nos Alpes Franceses, na quarta-feira (2).
O piloto Jean-François Martin, de 46 anos, explicou à emissora France Bleu que se trata de uma manobra utilizada frequentemente pois permite que as pessoas embarquem ou desembarquem rapidamente da aeronave. “Não há nada de extraordinário”, afirmou.

O segredo, segundo ele, é observar se há ângulo suficiente para que as hélices não encostem na neve. O piloto acumula 5000 horas de voo e atua há seis anos em Chamonix.