Pular para o conteúdo principal

Companhia aérea da Indonésia oferece shows ao vivo durante voos para entreter

Garuda é a segunda maior companhia aérea da Indonésia depois da Lion Air


EFE

A companhia aérea nacional Garuda Airlines, da Indonésia, começou a oferecer atuações musicais ao vivo no transcurso de seus voos comerciais para entreter os passageiros, anunciaram nesta quinta-feira fontes da companhia aérea.


EFE/Bagus Indahono

O encarregado de Relações Públicas da companhia, Dicky Irhamsyah, indicou à Agência Efe que o serviço procura melhorar a experiência em voo e terá uma duração de entre 10 e 15 minutos em trajetos selecionados de forma aleatória.

O primeiro concerto teste aconteceu na quarta-feira durante o voo desde Jacarta até Denpasar, na ilha de Bali, e consistiu na atuação acústica de um cantor e de um guitarrista.

Por sua vez, o diretor-geral da Garuda, Ari Askhara, afirmou em comunicado que a iniciativa procura também promover o talento emergente e “oferecer uma sensação diferente” a cerca de 35 mil pés (10.668 metros) de altura.

Imagens distribuídas pela companhia aérea mostram os dois músicos atuando ao longo do corredor do avião enquanto dezenas de passageiros gravam o espetáculo com seus telefones celulares.

Ari acrescentou que o entretenimento musical está dirigido sobretudo às novas gerações e afirmou que passou os controles para superar as regulações de segurança.

Garuda é a segunda maior companhia aérea da Indonésia depois da Lion Air, e ao lado das companhias aéreas indonésias, ficou proibida de voar à Europa de 2007 até junho de 2018, embora tenha sido uma das primeiras a deixar a lista negra europeia em 2009.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião cai e mata dois

A queda de um bimotor que fazia a rota Teresina-Recife, com dez pessoas a bordo, provocou pânico em San Martin. Oito passageiros ficaram feridas


Um avião bimotor, modelo King Air B200, que retornava de Teresina, no Piauí, com dez pessoas a bordo, a maioria empresários pernambucanos, caiu às 11h15 de ontem, no bairro de San Martin, na Zona Oeste do Recife, e por pouco não provocou um dos maiores acidentes aéreos da história de Pernambuco. O piloto morreu na hora e um dos passageiros, a caminho do hospital. As outras oito pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. O número de mortos e feridos, entretanto, não foi maior graças à habilidade do piloto. Os 25 anos de experiência permitiram que salvasse diversas famílias que passavam o domingo em casa, nas estreitas ruas do bairro, com 23 mil habitantes.

Sete casas foram atingidas, mas havia moradores em apenas duas delas. Uma dona de casa sofreu arranhões leves. O piloto Eurico Pedrosa Neto, 47 anos, que quebrou o pescoço no acidente…

Avião colide com ave em pleno voo e assusta passageiros (vídeo)

Com a colisão, o vidro do pára-brisas da aeronave ficou destruído, deixando o co-piloto com ferimentos leves
O Dia

Fortaleza - Um avião de pequeno porte que fazia a rota entre Fortaleza e Teresina, no último domingo, colidiu com uma ave durante o voo. Com a colisão, o vidro do para-brisa da aeronave ficou destruído, deixando o copiloto com alguns ferimentos leves no rosto.

Vidro do para-brisa de avião quebrou ao bater em ave
De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico (Cenipa), a aeronave manteve a rota e pousou com segurança no destino.


Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.