Pular para o conteúdo principal

China produz parte da fuselagem frontal do CR929 em material compósito

A China produziu o primeiro protótipo de fuselagem dianteira feita de compósitos para o widebody CRAIC CR929 em desenvolvimento.


Poder Aéreo

A estrutura de 15 metros por 6 metros marca a primeira vez que a China está usando um conceito de compósitos para toda a fuselagem, diz a Comac. Acrescenta que a estrutura fornecerá suporte técnico importante para o projeto preliminar da estrutura em compósito do CR929.


Concepção do CR929

A China é responsável pela produção da fuselagem do jato widebody sino-russo em desenvolvimento. A montagem final da aeronave também será feita em Xangai. As asas em compósitos da aeronave, a seção de empenagem e cauda serão produzidas na Rússia.

O programa deverá progredir para uma definição conjunta no segundo semestre de 2019, após a seleção de fornecedores de motores e trens de pouso no início do ano.



A meta é entregar o assento de 280 pés em 2025. A gigante aeroespacial italiana Leonardo também assinou um memorando de entendimento para colaborar com a Kangde Investment Group na instalação de uma fábrica chinesa de produção de aeroestruturas para fornecer peças de fuselagem para o CR929.

Motores

Durante a Exposição Internacional de Aviação e Aeroespacial da China em novembro de 2018, em Zhuhai, Viktor Kladov, Diretor de Cooperação Internacional e Política Regional da Rostec, disse que o CR929 provavelmente seria equipado com um motor da General Electric no primeiro estágio e depois seria substituído por um motor sino-russo em outra etapa da produção.

A sino-russa Commercial Aircraft International Corporation (CRAIC), uma joint venture entre a chinesa COMAC e a russa United Aircraft Corporation (UAC), tomará uma decisão final sobre o motor a ser usado no CR929. Um motor Rolls-Royce poderia ser outra opção, acrescentou Kladov.


Mock up do CR929

A fase de projeto conceitual da fuselagem sino-russa começou em 2018. Os sistemas de aeronaves e fornecedores de equipamentos também serão selecionados em um ano e meio.

O wide-body bimotor será projetado para ter 280 assentos com um alcance de voo de 12.000 quilômetros (6.480 milhas náuticas) na versão básica. A aeronave será montada na China e projetada na Rússia. O orçamento total do programa é estimado em US$ 13 bilhões.

A joint venture foi lançada oficialmente em 22 de maio de 2017, em Xangai. O ano 2025 é direcionado para o voo inaugural e 2028 para a primeira entrega.

A parceria dos fabricantes de aeronaves chineses e russos é vista como um desafio ao duopólio da Airbus e da Boeing. O objetivo é pegar 10% de um mercado dominado pela Boeing e Airbus por 9.100 widebodies necessários ao longo de 20 anos.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião cai e mata dois

A queda de um bimotor que fazia a rota Teresina-Recife, com dez pessoas a bordo, provocou pânico em San Martin. Oito passageiros ficaram feridas


Um avião bimotor, modelo King Air B200, que retornava de Teresina, no Piauí, com dez pessoas a bordo, a maioria empresários pernambucanos, caiu às 11h15 de ontem, no bairro de San Martin, na Zona Oeste do Recife, e por pouco não provocou um dos maiores acidentes aéreos da história de Pernambuco. O piloto morreu na hora e um dos passageiros, a caminho do hospital. As outras oito pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. O número de mortos e feridos, entretanto, não foi maior graças à habilidade do piloto. Os 25 anos de experiência permitiram que salvasse diversas famílias que passavam o domingo em casa, nas estreitas ruas do bairro, com 23 mil habitantes.

Sete casas foram atingidas, mas havia moradores em apenas duas delas. Uma dona de casa sofreu arranhões leves. O piloto Eurico Pedrosa Neto, 47 anos, que quebrou o pescoço no acidente…

Avião colide com ave em pleno voo e assusta passageiros (vídeo)

Com a colisão, o vidro do pára-brisas da aeronave ficou destruído, deixando o co-piloto com ferimentos leves
O Dia

Fortaleza - Um avião de pequeno porte que fazia a rota entre Fortaleza e Teresina, no último domingo, colidiu com uma ave durante o voo. Com a colisão, o vidro do para-brisa da aeronave ficou destruído, deixando o copiloto com alguns ferimentos leves no rosto.

Vidro do para-brisa de avião quebrou ao bater em ave
De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico (Cenipa), a aeronave manteve a rota e pousou com segurança no destino.


Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.