Rússia apresenta modelo de avião de passageiros supersônico e ecológico no show aéreo MAKS

Um modelo do novo avião russo de passageiros de alta velocidade movido a hidrogênio será exibido durante o show aéreo MAKS 2017, que será realizado a partir de 18 de julho no polígono de Zhukovsky, perto de Moscou.


Sputnik

O Instituto Aero-Hidrodinâmico Central Zhukovsky (TsAGI) apresentará o protótipo de um avião de passageiros de alta velocidade russo movido a hidrogênio durante o próximo Salão Internacional de Aviação e Espaço MAKS 2017, de acordo com a informação publicada no site do TsAGI.

Um modelo do novo avião russo de passageiros de alta velocidade movido a hidrogênio
Um modelo do novo avião russo de passageiros de alta velocidade movido a hidrogênio © FOTO: CENTRAL AEROHYDRODYNAMIC INSTITUTE

Os especialistas do TsAGI criaram um modelo do novo avião no âmbito do projeto Hexafly-Int, que visa ajudar os visitantes do MAKS 2017 a obterem uma melhor compreensão dos desenvolvimentos promissores na área da aviação de passageiros.

O avião movido a hidrogênio terá uma configuração incomum e se espera que possa efetuar voos intercontinentais várias vezes mais rápido do que os outros aviões de passageiros modernos, informou a edição russa Zvezda.

Graças ao fato de a nova aeronave ser equipada com motores a hidrogênio, ela poderá alcançar uma velocidade máxima de aproximadamente 8.000 km por hora, de acordo com o Zvezda.

O subúrbio de Moscou de Zhukovsky está fazendo os preparativos finais para sediar o show aéreo MAKS 2017, que será realizado de 18 a 23 de julho, as equipes de diferentes países já têm realizado treinamentos para o show no polígono.

O caça russo com tecnologia stealth Sukhoi T-50 PAK FA de quinta geração, entre outras novidades, vai surpreender neste ano os visitantes do MAKS 2017.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás