Pular para o conteúdo principal

Piloto que apareceu bêbado para voo entre Canadá e México pega 219 dias de prisão

Miroslav Gronych, 37 anos, se declarou culpado de embriaguez enquanto ocupava o comando do avião.


France Presse


O piloto encontrado bêbado na cabine de um Boeing 737 que faria um voo do Canadá para o México na véspera do Ano Novo foi condenado nesta segunda-feira (3) a 219 dias de prisão. 

Miroslav Gronych, 37 anos, se declarou culpado de embriaguez enquanto ocupava o comando do avião (Foto: Reprodução/Global News)
Miroslav Gronych, 37 anos, se declarou culpado de embriaguez enquanto ocupava o comando do avião (Foto: Reprodução/Global News) 

Miroslav Gronych, 37 anos, se declarou culpado de embriaguez enquanto ocupava o comando do avião.

Um funcionário do tribunal declarou à AFP que o piloto foi condenado a 219 dias de detenção e proibido de pilotar durante um ano após sua saída da prisão.

O piloto eslovaco foi encontrado bêbado na manhã do dia 31 de dezembro, antes de iniciar um voo da empresa aérea Sunwing entre a cidade canadense de Calgary e Cancun, no México, com 99 passageiros.

Antes da decolagem, tripulantes do avião e pessoal de outra empresa aérea perceberam que o piloto se comportava de forma estranha e alertaram a polícia.

As autoridades informaram que Gronych tinha três vezes mais álcool no sangue do que o permitido (0,08% no Canadá) duas horas após sua detenção.

Várias detenções similares por embriaguez levaram o ministro dos Transportes, Marc Garneau, a determinar em fevereiro passado que as empresas aéreas canadenses verifiquem se seus pilotos estão sóbrios para trabalhar.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia investiga acidente com helicóptero em Itupeva

A polícia começou a ouvir os funcionários da fazenda que prestaram socorro às vítimas no interior paulista. Câmeras de segurança mostram o momento do acidente. O helicóptero vinha de Paraty.


Avião cai e mata dois

A queda de um bimotor que fazia a rota Teresina-Recife, com dez pessoas a bordo, provocou pânico em San Martin. Oito passageiros ficaram feridas


Um avião bimotor, modelo King Air B200, que retornava de Teresina, no Piauí, com dez pessoas a bordo, a maioria empresários pernambucanos, caiu às 11h15 de ontem, no bairro de San Martin, na Zona Oeste do Recife, e por pouco não provocou um dos maiores acidentes aéreos da história de Pernambuco. O piloto morreu na hora e um dos passageiros, a caminho do hospital. As outras oito pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. O número de mortos e feridos, entretanto, não foi maior graças à habilidade do piloto. Os 25 anos de experiência permitiram que salvasse diversas famílias que passavam o domingo em casa, nas estreitas ruas do bairro, com 23 mil habitantes.

Sete casas foram atingidas, mas havia moradores em apenas duas delas. Uma dona de casa sofreu arranhões leves. O piloto Eurico Pedrosa Neto, 47 anos, que quebrou o pescoço no acidente…

Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.