Empresa vende planos pré-pagos de passagens aéreas para comunidades carentes

Com parcelamento de tickets em até 12 vezes, Vai Voando quer conquistar público que raramente andou de avião


Vivian Codogno | O Estado de S. Paulo

O acesso ao crédito ainda é um dos reflexos da crise que mais afetam os consumidores das classes D e E. De olho nessa faixa de renda, uma agência de viagens tem encontrado oportunidades, vendendo planos pré-pagos de passagens aéreas e, agora, hospedagem. 

Diretor da Vai Voando espera faturar R$ 76 milhões em 2017
Diretor da Vai Voando espera faturar R$ 76 milhões em 2017

O mecanismo da Vai Voando, como chama a empresa, é, inicialmente, próximo das demais empresas do setor. Definida a data da viagem, o cliente vai até um ponto de venda e faz uma estimativa de preço que pagaria pela passagem, a partir de um comparativo entre companhias aéreas. Ao preço final, é adicionada uma taxa de serviço 10%. O mesmo acontece com hoteís e pousadas a partir deste mês. A diferança é o posicionamento de mercado: a empresa implementa operações em comunidades carentes pelo País.

"O público de baixa renda é praticamente excluído do mercado financeiro. Ele não tem cartão, tem nome sujo, muitas vezes a renda é informal", explica o diretor da Vai Voando Luiz Andreaza. "Além disso, eles não são atendidos por agências que não querem montar uma unidade longe dos grandes centros", pontua.

Por isso, enquanto estratégia para expandir as vendas, a empresa implementa pontos de venda exatamente em comunidades afastadas do centro. Atualmente, são cerca de 500 revendedores treinados pela própria Vai Voando para comercializar os pacotes. "Os nossos parceiros precisam ter um ponto comercial, ou pelo menos um MEI", conta Andreaza.

"Assim, conseguimos colocar pelo menos um banner nosso. Em comunidades, vale mais a confiança que o seu Zé da mercearia passa", analisa Andreaza.

Apostando no parcelamento como opção para pessoas que, mesmo desempregadas, mantêm viagens anuais por razões afetivas, a Vai Voando planeja faturar R$ 76 milhões até o fim deste ano, um crescimento de 32% em relação ao ano passado. A expansão regional também é estratégia de Andreaza. "Regiões como Amazonas e Acre vêm nos surpreendendo com altas taxas de vendas. Vamos explorar mais esses pontos", prospecta o diretor.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás