Piloto é substituída após reclamar de divórcio e políticos e assustar passageiros em avião nos EUA (video)

Sem uniforme, ela usou sistema de som da cabine para discursar contra Trump e Hillary e perguntou a passageiros se deveria ou não trocar de roupa antes de decolar. Empresa pediu desculpas.


G1


Um voo atrasou duas horas nos Estados Unidos depois que a companhia aérea foi obrigada a substituir a piloto que usou o microfone da cabine para reclamar de políticos e de seu divórcio. 

Resultado de imagem para piloto da united substituida

Passageiros usaram o Twitter para comentar a situação e expressar a preocupação em voar sob o controle de uma profissional que não parecia psicologicamente estável.

O caso aconteceu no aeroporto de Austin, no Texas, segundo a CBS, em um avião da United que tinha como destino San Francisco. Os passageiros começaram a estranhar o comportamento da piloto assim que ela subiu a bordo sem uniforme e perguntou a alguns deles se deveria realizar uma enquete para decidir se deveria ou não trocar de roupa.

Em seguida, já na cabine, ela usou o sistema de som da aeronave para reclamar de seu divórcio e criticar Donald Trump e Hillary Clinton, dizendo que não votou em nenhum deles para presidente porque ambos são “grandes mentirosos”.

A essa altura, diversos passageiros já estavam publicando mensagens sobre a situação no Twitter e alguns estavam deixando seus lugares e saindo do avião. Alguns dos tuítes eram direcionados à companhia aérea e pediam providências.

Algum tempo depois, a United Airlines confirmou o caso, e pediu desculpas. O porta-voz Charlie Hobart disse não saber como a piloto conseguiu chegar ao avião sem o uniforme e disse que ela foi substituída por outro profissional para que o voo pudesse prosseguir.

Hobart afirmou ainda que o incidente será discutido com a funcionária e que ela receberá o atendimento psicológico necessário.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás