EgyptAir pode lançar voo ao Brasil

Segundo o chanceler Mauro Vieira, País negocia acordo para evitar bitributação no transporte aéreo com o Egito. Nação árabe pretende criar a rota quando o tratado for assinado.


Alexandre Rocha | ANBA, enviado especial

Riad – A companhia aérea egípcia EgyptAir poderá lançar um voo para o Brasil, disse o chanceler brasileiro, Mauro Vieira, nesta quarta-feira (11), em Riad, na Arábia Saudita, após a 4ª Cúpula América do Sul Países-Árabes (Aspa).


Resultado de imagem para egyptair

Ao ser questionado pela ANBA sobre a negociação de acordos para evitar a bitributação de investimentos com países árabes, ele afirmou que o Brasil negocia com o Egito a assinatura de um tratado para evitar bitributação no transporte aéreo.

“Em bitributação, particularmente, o Brasil tem acordos [para evitar bitributação] no transporte aéreo com vários países e estamos negociando com o Egito”, disse Vieira. “E o Egito, tão logo se conclua essa negociação, deve abrir uma linha para o Brasil, pela EgyptAir, que vai ajudar ainda mais o comércio, o turismo e a aproximação entre os dois países”, acrescentou.

A negociação de acordos bilaterais para evitar bitributação sobre a renda obtida em investimentos recíprocos em geral é uma demanda constante de países árabes e foi uma das sugestões apresentadas aos líderes da Aspa pelo 4º Fórum Empresarial América do Sul-Países Árabes, realizado no dia 08, em Riad.

O governo brasileiro, porém, não é entusiasta deste tipo de acordo, e a demanda dos empresários não foi explicitamente mencionada na declaração final da Aspa.

Se o voo do Egito ao Brasil for de fato lançado, a EgyptAir será a quinta empresa árabe a operar rotas diretas para o País desde 2007, depois da Emirates Airline, de Dubai, da Qatar Airways, da Etihad Airways, de Abu Dhabi, e da Royal Air Maroc.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás