Avião da Líbia é sequestrado, diz governo local

Primeiro-ministro de Malta informou que voo com 118 a bordo foi desviado para o país. Segundo o jornal 'Malta Today', os dois sequestradores se entregaram e libertaram os reféns.


G1


Um avião com mais de 100 pessoas a bordo que fazia um voo interno entre duas cidades da Líbia foi desviado para Malta após "possível sequestro", informou nesta sexta-feira (23) o primeiro-ministro maltês, Joseph Muscat. O governo líbio confirmou que a aeronave foi sequestrada, segundo a agência de notícias France Presse.

Resultado de imagem para Afriqiyah Airways
Airbus A320 sequestrado

"[Fui] informado sobre uma situação de possível sequestro de um voo interno na #Líbia desviado para #Malta. Há operações de segurança e emergência [no aeroporto]", escreveu Muscat no Twitter.

De acordo com ele, o Airbus A320 pertencente à companhia aérea estatal líbia Afriqiyah Airways pousou no Aeroporto Internacional de Malta com 111 passageiros (82 homens, 28 mulheres e uma criança). A AFP cita ainda que há sete tripulantes.

Segundo as agências de notícias Reuters e a Associated Press, a aeronave foi sequestrada por duas pessoas.

O jornal "Malta Today" diz que os supostos sequestradores se renderam e entregaram as armas, libertando os 118 ocupantes do avião. Ainda não há informações sobre quais exigências dos sequestradores.

Originalmente, o voo 8U209 iria da cidade de Sebha, no sudeste da Líbia, para Trípoli, no mesmo país. A ilha de Malta, localizada no Mediterrâneo, fica cerca de 500 km ao norte da costa líbia.

A emissora americana CNN informa que muitos voos previstos para o Aeroporto Internacional de Malta foram desviados para o aeroporto Catania-Fontanorossa, na Itália.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás