Avião da Líbia é sequestrado, diz governo local

Primeiro-ministro de Malta informou que voo com 118 a bordo foi desviado para o país. Segundo o jornal 'Malta Today', os dois sequestradores se entregaram e libertaram os reféns.


G1


Um avião com mais de 100 pessoas a bordo que fazia um voo interno entre duas cidades da Líbia foi desviado para Malta após "possível sequestro", informou nesta sexta-feira (23) o primeiro-ministro maltês, Joseph Muscat. O governo líbio confirmou que a aeronave foi sequestrada, segundo a agência de notícias France Presse.

Resultado de imagem para Afriqiyah Airways
Airbus A320 sequestrado

"[Fui] informado sobre uma situação de possível sequestro de um voo interno na #Líbia desviado para #Malta. Há operações de segurança e emergência [no aeroporto]", escreveu Muscat no Twitter.

De acordo com ele, o Airbus A320 pertencente à companhia aérea estatal líbia Afriqiyah Airways pousou no Aeroporto Internacional de Malta com 111 passageiros (82 homens, 28 mulheres e uma criança). A AFP cita ainda que há sete tripulantes.

Segundo as agências de notícias Reuters e a Associated Press, a aeronave foi sequestrada por duas pessoas.

O jornal "Malta Today" diz que os supostos sequestradores se renderam e entregaram as armas, libertando os 118 ocupantes do avião. Ainda não há informações sobre quais exigências dos sequestradores.

Originalmente, o voo 8U209 iria da cidade de Sebha, no sudeste da Líbia, para Trípoli, no mesmo país. A ilha de Malta, localizada no Mediterrâneo, fica cerca de 500 km ao norte da costa líbia.

A emissora americana CNN informa que muitos voos previstos para o Aeroporto Internacional de Malta foram desviados para o aeroporto Catania-Fontanorossa, na Itália.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA