Campinas tem melhor aeroporto; Cuiabá, o pior, diz pesquisa da SAC

SAC ouviu passageiros dos 15 maiores terminais do país no 1º trimestre.

Índice geral de satisfação com aeroportos ficou em 86% no período.


Laís Alegretti | G1, em Brasília

O aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), foi eleito o melhor do país em pesquisa com passageiros dos 15 maiores aeroportos do país realizada no primeiro trimestre de 2016 pela Secretaria de Aviação Civil (SAC). O mais mal avaliado foi o aeroporto de Cuiabá, no Mato Grosso.



Veja abaixo o ranking completo com as respectivas notas gerais de satisfação do passageiro (de 1 a 5) em cada aeroporto:

1. Campinas: 4,64
2. Curitiba: 4,51
3. Guarulhos: 4,44
4. Fortaleza: 4,37
5. Recife: 4,35
6. Natal: 4,33
7. Manaus: 4,33
8. Brasília: 4,22
9. Santos Dumont (Rio): 4,18
10. Porto Alegre: 4,17
11. Confins (Minas): 4,13
12. Congonhas (São Paulo): 4,12
13. Galeão (Rio): 3,92
14. Salvador: 3,71
15. Cuiabá: 3,29

A pesquisa ouviu 13.830 passageiros que passaram pelos aeroportos entre janeiro e março de 2016. Desse total, 8.776 passageiros eram de voos domésticos e 5.054 de voos internacionais.

Parte dos 15 aeroportos está sob administração privada (como o próprio Viracopos) e outros são operados pela estatal Infraero (caso do de Cuiabá).

Maior nota


Os passageiros avaliam na pesquisa 38 itens e serviços do aeroporto, como tempo de espera em fila de check-in e na restituição de bagagem, limpeza dos banheiros e preço da comida vendida dentro do terminal.

Para cada um desses itens, a pessoa dá notas de 1 a 5. E, com base nelas, a SAC atribui uma nota média para os aeroportos.

No estudo mais recente, que o governo divulga nesta sexta-feira (29), Viracopos, em Campinas, recebeu uma nota 4,64 e foi o mais bem avaliado. Essa foi, segundo a SAC, a maior nota já alcançada por um aeroporto na pesquisa trimestral, que teve início em 2013.

Os cinco itens sobre os quais os entrevistados demonstraram maior satisfação em Viracopos foram: tempo de fila no check-in, cordialidade dos funcionários da imigração, tempo de fila na imigração, cordialidade dos funcionários da aduana e cordialidade dos funcionários da emigração.

Em 23 de abril – após a realização da pesquisa –, o aeroporto inaugurou um novo terminal, que tem capacidade para atender 25 milhões de passageiros/ano.

Viracopos foi concedido à iniciativa privada em 2012, na mesma época que os aeroportos de Guarulhos e Brasília.

Cuiabá


De acordo com a pesquisa, o aeroporto de Cuiabá recebeu nota 3,29, a mais baixa entre os 15. Os cinco itens sobre os quais os entrevistados demonstraram menor satisfação em Cuiabá foram: custo-benefício do estacionamento, custo-benefício dos produtos de lanchonetes e restaurantes, qualidade da internet, quantidade de estabelecimentos comerciais e custo-benefício dos produtos comerciais.

Procurada pelo G1, a Infraero, responsável pela administração do aeroporto de Cuiabá, informou que as obras de reforma e ampliação foram retomadas em outubro.

"Com a conclusão dos trabalhos, o terminal de passageiros passará dos atuais 8,5 mil m² para 14,5 mil m², ampliando sua capacidade de 2,5 milhões de passageiros/ano para 5,7 milhões de embarques e desembarques/ano. Após a reforma, o terminal contará com um moderno sistema de ar condicionado e pontes de embarque", informou a Infraero.

A estatal disse, ainda, que "todas as avaliações são importantes para aprimorar os processos existentes no aeroporto" e informou que vai analisar os resultados da pesquisa.

Ranking


Atrás de Viracopos, ficaram os aeroportos de Curitiba – que ocupava o posto de melhor aeroporto na pesquisa anterior –, Guarulhos, Fortaleza e Recife.

A pesquisa aponta, ainda, que a satisfação geral dos passageiros bateu recorde e ficou em 86%.

Essa é a parcela de entrevistados que classificou os serviços aeroportuários brasileiros como "bons" ou "muito bons" nesses 15 maiores aeroportos, que movimentam 80% do fluxo de passageiros no país.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA