Passageiros com voos cancelados decidem ver jogos da Copa no Santos Dumont

Turistas prejudicados pelo nevoeiro reclamaram de falta de informação no terminal do Centro do Rio


O Globo

RIO — O fechamento do Aeroporto Santos Dumont por mais de quatro horas nesta sexta-feira não foi capaz de tirar o entusiasmo dos torcedores que aguardavam voos no terminal, que teve as operações suspensas devido a um nevoeiro. Mesmo após a reabertura, às 10h04m, muitos passageiros preferiram ficar na praça de alimentação do Santos Dumont para assistir aos dois primeiros jogos das quartas de final da Copa do Mundo.


Saguão lotado: Santos Dumont ficou quatro horas fechado nesta sexta-feira Foto: Eduardo Naddar / Agência O GloboSaguão lotado: Santos Dumont ficou quatro horas fechado nesta sexta-feira - Eduardo Naddar / Agência O Globo

— Meu voo saia às 8h, atrasou e queriam me transferir para outro no Galeão, às 15h. Não quis porque o risco de perder os jogos é muito grande. Remarquei minha passagem para 20h — contou a estudante Luana Lopes Lara, enquanto acompanhava o jogo entre alemães e franceses por um telão instalado no segundo piso do aeroporto.

O inglês Adam Wright esperava um amigo desembarcar de São Paulo para ir com ele, às 9h, para Brasília, que vai receber, neste sábado, o jogo entre Argentina e Bélgica. O estrangeiro contou que estava com medo de perder o confronto do Brasil com a Colômbia.

— Ele desembarcou no aeroporto internacional por conta do mau tempo. De qualquer forma, eu não consegui embarcar. Por isso, veremos o duelo entre brasileiros e colombianos aqui para depois irmos a Brasília — detalhou, revelando sua torcida pelos ‘hermanos’.

PASSAGEIROS RECLAMAM DE FALTA DE INFORMAÇÃO

Também na espera pelo desembarque de um amigo, a servidora pública Aline Santos, que vinha de São Paulo, se dizia com sorte por ter conseguido descer no terminal perto das 6h.

— Vamos ao Maracanã, ele está com nossos ingressos. Não tenho informações ainda sobre onde ele vai desembarcar, só espero que haja tempo hábil para nos deslocarmos. Do contrário, o plano B será irmos para Copacabana — revelou, aproveitando o atraso no voo do colega para cochilar em um dos sofás da Fifa Fan Zone do aeroporto.

Por sua vez, o francês Nicolas Nussir demonstrava uma preocupação similar, no entanto, estruturava uma estratégia diferente.

— Dois amigos deveriam ter chegado de São Paulo às 9h aqui, mas foram desviados para o Galeão. Vamos ao estádio. Já estou marcando com eles de nos encontrarmos lá. Só espero que as pessoas os ajudem a chegar porque não sabem o caminho — resumiu.

A falta de informações também foi um problema apontado pela colombiana Sara Yepes, de Medellín. Às 9h, ela aguardava no saguão do aeroporto por um voo para São Paulo desde às 5h.

— De lá, quero apenas voltar para casa, estou muito cansada e ninguém soube de ajudar até agora. Vou esperar por um novo avião, às 15h, saindo do Galeão é tudo que sei — desabafou.

Esperando pelo irmão no setor de desembarque, o alemão Thorsten Czech confessou enfrentar problemas de cancelamentos de voos por causa de condições climáticas ruins em Munique, contudo, com características diferentes.

— O avião está atrasado isso eu sei. Mas vai chegar quando? Vou ficar aqui até de noite? Ninguém soube me explicar isso até agora. Na Alemanha os aeroportos fecham, porém, nos dão todas as orientações — criticou, antes de receber um telefonema do irmão que o informava ter descido no Aeroporto Internacional Tom Jobim, na Ilha do Governador.

Com a esposa e a filha de um ano nos braços, o analista de mercado Arthur Oliveira se mostrava indignado com um prejuízo maior do que apenas a transferência de voo para outro aeroporto.

— Ficamos na área de embarque esperando por um avião que não veio. São 11h e acabou de subir no painel nossa transferência para o Tom Jobim. Ninguém teve coragem de aparecer par nos avisar de nada. Não vamos mais para São Paulo, apesar de toda a família estar nos esperando — lamentou.

De acordo com a Infraero, dos 105 voos previstos para o Aeroporto Santos Dumont até às 16h desta sexta-feira, 77 foram cancelados. O principal motivo dos cancelamentos foi um nevoeiro que atingiu a cidade desde às primeiras horas da manhã.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA