Destroços achados são de avião de grande porte, diz Corpo de Bombeiros

Objetos foram achados próximos ao município de Oiapoque.
Equipe de buscas encontrou partes de cabine de avião.


Dyepeson Martins
Do G1 AP

O Corpo de Bombeiros Militar do Amapá informou que os destroços encontrados na costa do Amapá, próximo ao município de Oiapoque, a 590 quilômetros de Macapá, pertenciam a um avião de grande porte. Uma equipe de buscas formada por bombeiros e técnicos do Instituto Chico Mendes (ICMBio) retornaram na noite de quarta-feira (9) do local onde os objetos foram encontrados por pescadores no domingo (6). Ainda não há informações sobre vítimas.

O comandante do Corpo de Bombeiros de Oiapoque, coronel Josivan Assunção, afirmou que ainda é cedo para a equipe técnica ter informações "mais precisas" sobre a aeronave. "Só sabemos que é um avião de grande porte e de uma fuselagem antiga, mas ainda não temos nenhuma identificação. São os restos dos destroços, achamos que pode ter sido trazido pelas correntes marítimas", explicou.

A equipe de buscas encontrou partes da cabine e da parte superior do avião. A Polícia Civil disse que iniciará a investigação para identificar a origem da aeronave. Os destroços estavam em uma região de difícil acesso na foz do rio Cassiporé, cerca de 250 quilômetros da sede de Oiapoque. "Vamos analisar a possibilidade de abrir um inquérito sobre o caso. Pois pode ser o caso de uma atribuição da Polícia Federal", declarou o delegado César Vieira.

Inicialmente, a polícia trabalha com as hipóteses de que o avião tenha sido usado para o tráfico de drogas, transporte de materiais ilícitos ou táxi aéreo, na Guiana Francesa. O delegado não descarta a possibilidade de a queda do avião ter acontecido no Oceano Atlântico e através da maré os destroços terem chegado ao rio Cassiporé. "Em no máximo três dias teremos uma análise completa para que seja definido os caminhos que a investigação seguirá", reforçou o delegado.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião de pequeno porte cai no mar em Paraty, na Costa Verde do Rio

American Airlines não leva brasileiros para réveillon em Nova Iorque

4 ficam feridos em pouso brusco de helicóptero na plataforma da Petrobrás