Pular para o conteúdo principal

Governo recebe novos pedidos de aeroportos

Empresas planejam operar projetos privados sob regime de autorização em Minas Gerais e Pernambuco


Fábio Pupo | Valor

De São Paulo

O governo federal recebeu mais duas solicitações formais de empresas que querem operar aeroportos em áreas privadas sob o regime de autorização, e que agora seguem para análise do Planalto. Ao todo, já são dez as solicitações desse tipo de empreendimento.

A modalidade de outorga de aeródromo civil público por meio de autorização é destinada a interessados na exploração de uma propriedade privada com operação voltada a voos especializados e não regulares, como os de táxi aéreo.

Um dos novos pedidos é da empresa mineira Edificare Negócios e Participações, com nome fantasia BHSUL. A companhia planeja construir no município de Itabirito, em Minas Gerais, um aeródromo civil público. A área tem um 1 milhão de m2 e fica dentro de um condomínio residencial.

Segundo a BHSUL, em documento entregue à Secretaria de Aviação Civil (SAC), o local concentra demanda por aviação civil em Minas Gerais, tanto em negócios como em perspectivas de lazer. O grupo destaca ainda a proximidade com regiões turísticas Belo Horizonte, Ouro Preto e Tiradentes.

Outro empreendimento sob análise do governo federal é da empresa nordestina Gran Marco Empreendimentos. A empresa solicitou a outorga do aeródromo Coroa do Avião, em Igarassú, no Estado de Pernambuco.

Outros oito empreendimentos foram solicitados ao governo federal desde que a regulamentação para esse tipo de aeródromo surgiu. É o caso, por exemplo, do pedido do grupo Modiano, que quer explorar um aeroporto em Búzios - litoral do Rio de Janeiro. Outro exemplo é o projeto da construtora JMalucelli, que pretende erguer um aeroporto na região de Curitiba. Mas a liberação do governo federal não garante o empreendimento. A Harpia Logística, que já recebeu um aval da SAC, tem enfrentado dificuldades na liberação da Prefeitura de São Paulo para construir um aeroporto no bairro de Parelheiros.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia investiga acidente com helicóptero em Itupeva

A polícia começou a ouvir os funcionários da fazenda que prestaram socorro às vítimas no interior paulista. Câmeras de segurança mostram o momento do acidente. O helicóptero vinha de Paraty.


Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.


Vento pode ter causado queda de avião no Japão

Segunda-feira, 23/03/2009Um avião de carga, que estava aterrisava no Aeroporto de Narita, sofreu uma queda e explodiu. O piloto e o co-piloto, únicos ocupantes morreram no hospital. A causa do acidente pode ser o vento.