Piloto morre após queda de avião em distrito de Lagoa Formosa, MG

Jovem estava sozinho na aeronave e aplicava defensivos agrícolas, diz PM. Polícia aguarda perícia da aeronáutica para liberar o corpo


G1

Um piloto de 26 anos morreu no início da noite desta sexta-feira (3) depois da queda de um avião de pequeno porte em uma fazenda no distrito de Monjolinho, a cerca de 18 quilômetros de Lagoa Formosa, no Alto Paranaíba. Segundo a Polícia Militar (PM), o jovem aplicava defensivos agrícolas na região e estava sozinho.

O produtor rural Carlos Gonçalves, que contratou o serviço, informou que o piloto era do Rio de Janeiro e usava uma aeronave de Paracatu para fazer o trabalho. Ele era terceirizado e estava com o avião carregado de fungicida, que seria aplicado em 64 hectares de uma lavoura de milho. “É a primeira vez que ele fazia este serviço para mim. Acredito que tenha perdido o controle próximo a uma serra que tem na região da plantação”, disse.

Ele informou ainda que não puderam se aproximar do local da queda para resguardar a área e devido ao produto, que ficou espalhado. A queda ocorreu por volta das 18h e uma viatura do Corpo de Bombeiros e a perícia da Polícia Civil foram ao local. De acordo com a PM, uma equipe da aeronáutica deve se deslocar até a fazenda para liberar o corpo e averiguar as causas do acidente.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA