Pular para o conteúdo principal

Fabricante russa, Sukhoi aguarda licença dos EUA para vender aviões ao Irã

A fabricante russa de aviões, Sukhoi Civil Aircraft, negou as alegações de que o Escritório de Controle de Ativos Estrangeiros do Tesouro dos EUA negou a licença para exportar aviões SSJ100 para o Irã.


Sputnik

A agência de notícias iraniana Ilna citou uma fonte oficial da aviação iraniana afirmando que os EUA se recusaram a emitir um certificado de exportação porque os jatos russos tinham mais de 10% das peças fabricadas nos Estados Unidos.


Aviões Sukhoi Superjet 100 na fábrica em Komsomolsk-no-Amur
Sukhoi SuperJet 100 © Sputnik / Aleksander Kriazhev

"Não recebemos uma resposta — positiva ou negativa", disse a assessoria de imprensa da Sukhoi à Sputnik em resposta negativa às afirmações.

O SSJ100 é um avião bimotor com capacidade para transportar até 98 passageiros e voar a uma distância de até 3.975 mil quilômetros. O jato fez seu primeiro vôo em maio de 2008.

A Rússia e o Irã concordaram, ainda em abril de 2018, com a venda de 40 SSJ100's até 2022. No entanto, a reimposição de sanções norte-americanas ao Irã dificultou a obtenção de componentes fabricados nos EUA.

A Sukhoi disse que está avaliando um SSJ100R atualizado sem partes dos Estados Unidos para evitar lidar com empresas dos EUA.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Avião cai e mata dois

A queda de um bimotor que fazia a rota Teresina-Recife, com dez pessoas a bordo, provocou pânico em San Martin. Oito passageiros ficaram feridas


Um avião bimotor, modelo King Air B200, que retornava de Teresina, no Piauí, com dez pessoas a bordo, a maioria empresários pernambucanos, caiu às 11h15 de ontem, no bairro de San Martin, na Zona Oeste do Recife, e por pouco não provocou um dos maiores acidentes aéreos da história de Pernambuco. O piloto morreu na hora e um dos passageiros, a caminho do hospital. As outras oito pessoas ficaram feridas, uma delas em estado grave. O número de mortos e feridos, entretanto, não foi maior graças à habilidade do piloto. Os 25 anos de experiência permitiram que salvasse diversas famílias que passavam o domingo em casa, nas estreitas ruas do bairro, com 23 mil habitantes.

Sete casas foram atingidas, mas havia moradores em apenas duas delas. Uma dona de casa sofreu arranhões leves. O piloto Eurico Pedrosa Neto, 47 anos, que quebrou o pescoço no acidente…

Avião colide com ave em pleno voo e assusta passageiros (vídeo)

Com a colisão, o vidro do pára-brisas da aeronave ficou destruído, deixando o co-piloto com ferimentos leves
O Dia

Fortaleza - Um avião de pequeno porte que fazia a rota entre Fortaleza e Teresina, no último domingo, colidiu com uma ave durante o voo. Com a colisão, o vidro do para-brisa da aeronave ficou destruído, deixando o copiloto com alguns ferimentos leves no rosto.

Vidro do para-brisa de avião quebrou ao bater em ave
De acordo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáutico (Cenipa), a aeronave manteve a rota e pousou com segurança no destino.


Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.