Buscas de Boeing desaparecido não foram feitas no lugar certo

As buscas do avião malaio desaparecido foram feitas não no lugar certo, declarou a companhia britânica de satélites Inmarsat.


Voz da Rússia

Segundo informa a BBC, até agora nenhum navio de salvamento chegou ao lugar indicado pelos dados iniciais da Inmarsat. Os socorristas consideraram o lugar provável da queda outro devido à semelhança dos sinais emitidos alí com os sinais das caixas-pretas do avião.

Sinais do Boeing desaparecido chegavam ao satélite Inmarsat de hora em hora. Segundo esses dados, os funcionários da companhia conseguiram determinar aproximadamente o lugar mais provável – no sul do oceano Índico. Porém, as buscas foram realizadas mais ao norte – segundo um cientista da Inmarsat, "em um local mais bem realista, mas contudo mais para o norte da área que nós identificamos como a mais provável".



Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA