Pular para o conteúdo principal

Anac decide reajustar tarifas aeroportuárias de Galeão e Confins

Tarifas de embarque e conexão foram alteradas no RJ e em MG.
Agência não deu detalhes sobre quando novas tarifas serão aplicadas.


Reuters

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) decidiu reajustar as tarifas de embarque e conexão nos aeroportos de Confins (MG) e do Galeão (RJ), recentemente concedidos à iniciativa privada, segundo decisão publicada no "Diário Oficial" da União desta quarta-feira (7).

Assim, nos dois terminais, as tarifas de embarque por passageiro serão de R$ 17,20 para voos domésticos e de R$ 30,46 para voos internacionais. Para conexão, o valor passa para R$ 7,92 por pessoa em voos domésticos e internacionais. A variação tarifária, como a Anac se refere ao cálculo do reajuste, foi de 3,672% para ambos os aeroportos.

"Os novos valores passam a ser praticados a partir do início do estágio 3 da fase I-A do contrato", afirmou a agência, sem dar detalhes sobre a data para os reajustes entrarem em vigor.

Também foram revistos os preços relativos a pouso, permanência, armazenagem e capatazia (serviço usado geralmente em portos e estações/terminais ferroviários, onde profissionais autônomos fazem o trabalho de carregamento/descarregamento, movimentação e armazenagem de cargas).

Em novembro do ano passado, o governo federal fez um leilão para concessão desses dois aeroportos. Um consórcio com participação do Grupo CCR, que atua nas áreas de infraestrutura, rodovias e mobilidade, ganhou a disputa por Confins, enquanto um grupo que reunia a construtora Odebrecht venceu a concorrência pelo Galeão.

Os vencedores ainda não assumiram totalmente a administração dos aeroportos, já que o governo prevê um tempo de transição das responsabilidades entre a Infraero e as empresas.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Polícia investiga acidente com helicóptero em Itupeva

A polícia começou a ouvir os funcionários da fazenda que prestaram socorro às vítimas no interior paulista. Câmeras de segurança mostram o momento do acidente. O helicóptero vinha de Paraty.


Destroços de avião desaparecido há uma semana são localizados

Em Valença, no estado do Rio de Janeiro, foram encontrados os destroços do avião que estava desaparecido desde o dia 30 de janeiro. Os corpos de um empresário e de sua família também foram vistos.


Vento pode ter causado queda de avião no Japão

Segunda-feira, 23/03/2009Um avião de carga, que estava aterrisava no Aeroporto de Narita, sofreu uma queda e explodiu. O piloto e o co-piloto, únicos ocupantes morreram no hospital. A causa do acidente pode ser o vento.