Passageiros da Etihad ficam nove horas dentro de avião no meio do deserto

Aeronave que seguia de Xangai a Abu Dabi parou em outra cidade para troca de tripulação


O Estado de SP

O empresário brasileiro Josmar Verillo usou as redes sociais nesta quinta-feira, 6, para informar que ele e outros passageiros do voo EY 867, da Etihad Airways, empresa área dos Emirados Árabes Unidos, ficaram nove horas a bordo de um avião que seguia de Xangai a Abu Dabi. A aeronave pousou na cidade de Al Ain, localizada no meio do deserto, por volta das 6h (horário local) e permaneceu parada até as 15h.

Em entrevista à Rádio Estadão, Verillo afirmou que a companhia aérea informou aos passageiros que a tripulação não poderia continuar o voo até Abu Dabi, pois já estava há muito tempo no avião. "Aí eles ficaram aguardando uma nova tripulação, mas não nos deixar sair do avião. Tivemos que aguentar lá todo esse período", diz.

Segundo o empresário, os passageiros ficaram na aeronave sem comida, com os banheiros em "estado miserável".

Verillo disse ainda que os passageiros enfrentaram problemas também após o pouso do avião no aeroporto de Abu Dabi e que o local estava "um caos". "Ninguém consegue se comunicar com a companhia porque tem uma multidão no balcão. O aeroporto está cheio de gente dormindo no chão, tem pouca comida."

Aos passageiros, a empresa enviou a seguinte nota: "Estamos conscientes dos problemas enfrentados e estamos tentando corrigi-los o mais rapidamente possível. Nós iremos fornecer uma atualização o mais rápido que pudermos. Obrigado por sua paciência".


Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Embraer e Japan Airlines estendem programa de peças de reposição da frota de E-Jets

Aviação russa fará voo de observação sobre os EUA